Em Salvador, Fux diz que condenação em 2ª instância 'é suficiente' para barrar candidatura » Rede Acontece
Últimas
22-04-2019 » Reta final da série | GoT se prepara para batalha com episódio melancólico 22-04-2019 » Mais de 500 feridos | Autoridades do Sri Lanka elevam para 290 número de mortos em atentados 22-04-2019 » Uso incorreto de capacete | Bolsonaro cometeu infração em passeio de moto, dizem especialistas 22-04-2019 » Renda versus espera | Saiba quando se deve adiar ou antecipar a aposentadoria 22-04-2019 » Campeonato Francês | PSG celebra título com retorno de Neymar e três de Mbappé 22-04-2019 » Ao criticar Bolsonaro | Confederação Israelita processará Ciro Gomes por fala sobre judeus 22-04-2019 » Veja lista | Avianca cancela mais de 1.000 voos até próximo domingo (28) 22-04-2019 » Patinação no Brasil | Garota trans de 11 anos busca na Justiça direito de disputar torneio 22-04-2019 » Paulista | Da incerteza ao Tri 22-04-2019 » Ficou pelo menos 20h no ar | Vídeo com ataques de Olavo a militares é deletado de canal de Bolsonaro 22-04-2019 » Tentativa de pacificação | Em meio à crise do inquérito de fake news, STF retoma julgamentos 22-04-2019 » Mais de 200 vítimas fatais | Chef, recém-casado, primos e policiais estão entre mortos no Sri Lanka 22-04-2019 » Impacta a democracia | Quatro consequências graves da estagnação das classes médias 22-04-2019 » Símbolos sagrados sujos de sangue | Duas imagens chocantes representam a violência de atentados no Sri Lanka 22-04-2019 » Campeonato Carioca | Fla é campeão sobre o Vasco e mantém tabu de 31 anos com rival 21-04-2019 » Veja resultados dos Estaduais | Fortaleza de Ceni é campeão no CE; Athletico leva título nos pênaltis 21-04-2019 » Auxiliar assume interinamente | Após perder título para Flamengo, Valentim é demitido pelo Vasco 21-04-2019 » Vice-campeão do Paulista | Cuca nega desrespeito e explica reação do SP: 'Tinha jogador chorando'
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
31 de julho de 2018

Em Salvador, Fux diz que condenação em 2ª instância ‘é suficiente’ para barrar candidatura

Foto: Reprodução

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, afirmou nesta segunda-feira (30), em Salvador, que a condenação em 2ª instância é suficiente para barrar candidaturas de políticos.

“A própria lei entende que é suficiente a condenação em 2º grau para barrar a candidatura porque o candidato já teve apurada e reapurada a sua responsabilidade na segunda instância. Então é uma deferência ao legislador que resolveu escolher que um candidato nessa estrutura não pode concorrer”, defendeu Fux em entrevista à imprensa, durante evento em que foi homenageado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE), no Fórum Ruy Barbosa.

Anteriormente, Fux já havia se posicionado contra a uma possível mudança de entendimento no Supremo Tribunal Federal (STF), que firmou acordo a respeito do tema em outubro de 2016. À época, o debate ganhou força na esteira da condenação do ex-presidente Lula (PT) no TRF-4, em Porto Alegre.

Questionado sobre a possibilidade de o petista ser julgado antes das eleições de outubro, o ministro preferiu não se manifestar. “Eu não gostaria de abordar essa questão porque como integrante do Judiciário posso ter que apreciar. Uma pré-compreensão pode induzir a um impedimento. Eu, como membro do Supremo, não posso”, argumentou.

Estratégia petista, a candidatura de Lula ao Planalto será registrada no TSE no dia 15 de agosto, ainda que, tecnicamente, a chamada Lei da Ficha Limpa o impeça de entrar na disputa.


VOLTAR