Em “sinuca de bico”, Rui tem até 3 de março para indicar novo chefe do MP-BA » Rede Acontece
Últimas
17-06-2018 » Coração meio a meio | Famílias se dividem entre Brasil e Suíça em cidade do jogo de estreia 17-06-2018 » Mascote bravo? Nada! Paz e amor | Canarinho Pistola tira foto com torcedor da Suíça antes do jogo do Brasil 17-06-2018 » Sorte? Talvez! | Sem ingresso, argentino viaja 23 dias para a Copa e ganha camisa de Messi 17-06-2018 » Busto de CR7 é trocado mais uma vez em aeroporto. E ninguém sabe o motivo 17-06-2018 » Goleiro belga compara técnico da Costa Rica com Wagner Moura em Narcos 17-06-2018 » Parlamentar canadense descobre que é parente de 22 jogadores da seleção islandesa 17-06-2018 » Fernanda Gentil faz discurso motivacional antes de jogo do Brasil e viraliza na web 17-06-2018 » Só craques? Não! | Sete jogadores da Copa que atuam em times de 2ª divisão 17-06-2018 » Qatar-2022 | Assista à próxima Copa ao vivo guardando menos de R$ 230/mês 17-06-2018 » Pode vir, espião | Técnico da Coreia troca número de jogadores para confundir Suécia 17-06-2018 » Livro discute questão | Alex? Dener? Qual o maior craque que nunca jogou Copa? 17-06-2018 » Atropelamento em Moscou | Motorista que feriu pedestres diz que passou 20 horas dirigindo 17-06-2018 » Grupo do Brasil | Sérvia supera Costa Rica do goleiro Navas com gol de falta 17-06-2018 » "Nem precisa voltar" | Maradona ataca Sampaoli e sai em defesa de Messi 17-06-2018 » Acompanhe agora os lances de Alemanha x México 17-06-2018 » Hoje às 15h | Brasil estreia em estádio de R$ 1 bi cercado por barracos, ratos e ruínas 17-06-2018 » Mensagem à torcida | "Não tenho medo nenhum de sonhar grande", afirma Neymar 17-06-2018 » "Estamos focados" | Brasil não deve ter facilidades, afirma goleiro da Suíça 17-06-2018 » Chegou a hora | Tite teve autonomia e estrutura inédita para formar seleção 17-06-2018 » Mujique | Uma palavra russa que está no dicionário brasileiro e não é vodca
Publicidade
centro medico sao gabriel clinica master supermercado centrel intersorft grafica bandeirante lab laboratorio
24 de fevereiro de 2016

Em “sinuca de bico”, Rui tem até 3 de março para indicar novo chefe do MP-BA

Foto: Urandi Acontece

Foto: Rede Acontece

O governador Rui Costa (PT) está em uma “sinuca de bico”. Na última quarta-feira (17), o gestor estadual recebeu a lista tríplice para indicar o novo procurador-geral da Justiça do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que foi eleita pelos membros do órgão. A lista é composta pelos promotores Pedro Maia, Ediene Lousado e o atual chefe do MP-BA, Márcio Fahel, por ordem de votação. O petista tem até o dia 3 de março para escolher o novo procurador-geral. O desafio de Rui está em conciliar um nome que agrade aos membros do órgão ao passo que não traga desconforto para sua gestão. Por essa lógica, o melhor seria Márcio Fahel, que, durante a sua administração, não teve nenhum conflito com o então governador e atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner (PT), que o indicou para o cargo. O problema reside no fato de Fahel ter ficado em terceiro na lista tríplice e a sua escolha poderia desagradar parte considerável dos membros do MP-BA, que, a rigor, defendem a indicação do primeiro colocado. A atual presidente da Ampeb, Janaína Schuenck, já defendeu publicamente que o governador indique para o cargo de procurador-geral da Justiça o mais votado pela categoria.“O chefe do Executivo tem a prerrogativa de escolher entre os que integram essa lista. […] Mas o que se espera diante de um processo eleitoral amadurecido, com debates de ideias e propostas, é que seja observada a escolha feita pela classe”, destacou. A presidente da Ampeb ainda ressaltou que no âmbito federal os presidentes na última década têm indicado para procurador-geral da República o mais votado pela classe. “A escolha do mais votado enaltece, prestigia a democracia interna, porque os promotores e os procuradores no desenrolar do processo eleitoral observam quais são os candidatos que teriam o melhor perfil para a instituição”, frisou. Em 2010, o então governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), contrariando a vontade dos promotores e procuradores, nomeou o promotor de Justiça Wellington Silva como procurador. Silva ficou em terceiro lugar na lista. Na época, o presidente Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), José Carlos Cosenzo, criticou abertamente a atitude do governador. “Lamentamos que um governador deixe de escolher a primeira mulher na história como Procuradora-Geral de Justiça da Bahia, com reconhecidas qualidades e com expressivo acolhimento da classe. Seus antecessores privilegiaram a democracia, nomeando sempre o candidato mais votado”, disse, referindo-se a promotora Norma Angélica Cavalcanti. O governador sofre um pressão de uma outra parte do MP-BA para que indique Ediene Lousado, já que o órgão jamais teve uma mulher no comando. O nome da promotora tem ganhado força para indicação, porque ficou em segundo na lista e Rui Costa poderia usar este argumento para amenizar as críticas de parte dos membros.


VOLTAR