Estudante de Caetité é aprovada em universidade pública pelo Sisu » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 27-06-2019 » Despachada | Latam cobrará até US$ 90 por bagagem em voo para os EUA 27-06-2019 » Nardoni, Mizael e mais | Detentos 'famosos' de Tremembé (SP) saem da prisão para depor 27-06-2019 » Presos há 20 dias | Carapicuíba: Justiça manda soltar acusados de atacar professora 27-06-2019 » Publicada no México | Foto de pai e filha afogados vira símbolo da travessia até EUA 27-06-2019 » Assassinato de pastor | Polícia no RJ apura se neta de Flordelis jogou celular no mar 27-06-2019 » Confira as novidades | Fiat Toro 2020 será lançada dia 10 e custa a partir de R$ 92.990 27-06-2019 » Segurança pública | Entenda como ficam as regras para ter e carregar armas após vaivém de Bolsonaro 27-06-2019 » G20 | Merkel quer tratar de meio ambiente com Bolsonaro e fala em situação 'dramática' 27-06-2019 » Orientação do Itamaraty | Ministério ignora a ciência ao igualar gênero a sexo, dizem especialistas 27-06-2019 » Ministro do STF | Barroso determina que transgêneros cumpram pena em prisões femininas 27-06-2019 » Sargento detido com droga | Militar brasileiro preso na Espanha viajou com Bolsonaro para SP há 4 meses 27-06-2019 » Vazamentos da Lava Jato | Comissão da Câmara aprova convite para que Moro explique mensagens 27-06-2019 » Ideia é estimular economia | BC reduz parcela de depósitos e libera R$ 16 bilhões para bancos 27-06-2019 » Acir Gurgacz | STF revoga decisão que permitia senador condenado passar férias no Caribe 27-06-2019 » Ex-presidente | 'Vamos para agosto', disse Lula após julgamento no STF que o manteve preso 27-06-2019 » Previdência | Irritado com o governo, centrão ameaça apresentação de relatório 27-06-2019 » Imóvel centenário no coração de SP | Após 27 anos de impasse, casarão na Paulista vira domínio público 27-06-2019 » Programa Descomplique | História da poderosa do Magazine Luiza inspira a enriquecer 27-06-2019 » Ferramentas para ajudar ou piorar? | Gadgets que prometem melhorar seu sono podem agravar insônia 27-06-2019 » Quicando | Glenn Greenwald não almoçou pois jantou o PSL
Publicidade
23 de janeiro de 2016

Estudante de Caetité é aprovada em universidade pública pelo Sisu

Foto: Conquista Acontece

Foto: Conquista Acontece

Estudantes que concluíram o ensino médio em escolas estaduais estão alcançando excelente desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com isso, estão conquistando vagas em universidades públicas em diferentes estados do País, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC). É o caso da estudante do Colégio Estadual Tereza Borges de Cerqueira, no município de Caetité, Renata Junqueira, 17 anos, tirou a nota 980 na Redação do Enem e comemora a sua aprovação em Psicologia, na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). “Estou muito contente e não vejo a hora de estudar”, afirma, destacando a contribuição da escola na sua formação. “As oficinas de Matemática, participação em projetos de iniciação científica e aulas de Atualidade e de Redação me ajudaram muito na realização das provas”. A estudante Maria Emília Alves, 17 anos. Ela concluiu o ensino médio no Colégio Estadual Flaviano Dantas do Nascimento, localizado em Banzaê, distrito de Cícero Dantas e foi aprovada em 1° lugar no curso de Fisioterapia, da Universidade Federal de Sergipe (UFS), através do sistema de cotas direcionadas a alunos de escola pública. Moradora do povoado São João da Fortaleza, localizado na zona rural, ela conta que sua rotina de estudos foi intensificada desde o 1° ano. “Estou muito feliz com o resultado porque me dediquei muito nesses últimos anos e sempre contei com o apoio da minha família e dos meus professores”, afirma. Danielly Freitas, 17 anos, estudou no Colégio Estadual Polivalente de São Gonçalo dos Campos e vai cursar História, na Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB). “Desde o 8º ano do Ensino Fundamental eu já tinha definido que queria me formar em História para atuar na área de pesquisa e também lecionar em universidades”, revela a futura historiadora. Já Rafael Ferreira, 18 anos, acabou de concluir o curso técnico em Gerência em Saúde, no Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde e Gestão, no município de Guanambi e vai direto para a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), cursar Engenharia Elétrica. Ele conta que fazer o curso técnico foi um diferencial. “Na disciplina de Primeiros Socorros estudei muitos conteúdos de Biologia que foram essenciais para o Enem. Além disso, em Língua Portuguesa aprendi a construir textos dissertativos que me ajudaram a obter a nota 760 na Redação e que também contribui para a minha aprovação. Estou muito feliz com essa oportunidade”.


VOLTAR
23 de janeiro de 2016

Estudante de Caetité é aprovada em universidade pública pelo Sisu

Foto Brumado Acontece

Foto Brumado Acontece

Estudantes que concluíram o ensino médio em escolas estaduais estão alcançando excelente desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com isso, estão conquistando vagas em universidades públicas em diferentes estados do País, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC). É o caso da estudante do Colégio Estadual Tereza Borges de Cerqueira, no município de Caetité, Renata Junqueira, 17 anos, tirou a nota 980 na Redação do Enem e comemora a sua aprovação em Psicologia, na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). “Estou muito contente e não vejo a hora de estudar”, afirma, destacando a contribuição da escola na sua formação. “As oficinas de Matemática, participação em projetos de iniciação científica e aulas de Atualidade e de Redação me ajudaram muito na realização das provas”. A estudante Maria Emília Alves, 17 anos. Ela concluiu o ensino médio no Colégio Estadual Flaviano Dantas do Nascimento, localizado em Banzaê, distrito de Cícero Dantas e foi aprovada em 1° lugar no curso de Fisioterapia, da Universidade Federal de Sergipe (UFS), através do sistema de cotas direcionadas a alunos de escola pública. Moradora do povoado São João da Fortaleza, localizado na zona rural, ela conta que sua rotina de estudos foi intensificada desde o 1° ano. “Estou muito feliz com o resultado porque me dediquei muito nesses últimos anos e sempre contei com o apoio da minha família e dos meus professores”, afirma. Danielly Freitas, 17 anos, estudou no Colégio Estadual Polivalente de São Gonçalo dos Campos e vai cursar História, na Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB). “Desde o 8º ano do Ensino Fundamental eu já tinha definido que queria me formar em História para atuar na área de pesquisa e também lecionar em universidades”, revela a futura historiadora. Já Rafael Ferreira, 18 anos, acabou de concluir o curso técnico em Gerência em Saúde, no Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde e Gestão, no município de Guanambi e vai direto para a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), cursar Engenharia Elétrica. Ele conta que fazer o curso técnico foi um diferencial. “Na disciplina de Primeiros Socorros estudei muitos conteúdos de Biologia que foram essenciais para o Enem. Além disso, em Língua Portuguesa aprendi a construir textos dissertativos que me ajudaram a obter a nota 760 na Redação e que também contribui para a minha aprovação. Estou muito feliz com essa oportunidade”.


VOLTAR