“Eu prefiro votar em Jutahy”, diz Marcelo Nilo após almoço com pré-candidato tucano » Rede Acontece
Últimas
16-01-2019 » Se diz explorada | Rihanna abre processo contra o próprio pai, Ronald Fenty; entenda 16-01-2019 » Contas | Veja 7 dicas para economizar na compra de material escolar 16-01-2019 » Loterias | Mega acumula e pode pagar R$ 27 milhões na quinta; veja dezenas 16-01-2019 » Copa São Paulo | Figueirense elimina Palmeiras, que mantém jejum na competição 16-01-2019 » Fim de contrato | Acusado de assédio, José Mayer deixa a Globo após 35 anos 16-01-2019 » Medida é considerada ilegal | Sindicatos querem tirar reajuste salarial de quem não pagar contribuição 16-01-2019 » Italiano preso | Bolívia descarta atuação brasileira em captura de Battisti 16-01-2019 » Querem implantar no Brasil | Bancada do PSL vai à China importar sistema que reconhece rostos 16-01-2019 » Ministro da Justiça | Para Moro, críticas indicam que decreto de posse de arma foi "ponderado" 16-01-2019 » Presidência da Câmara | Esquerda não chega a acordo e pode liberar voto de deputados 16-01-2019 » Assinado por Bolsonaro | Decreto frustra defensores de acesso a armas; indústria aprova 16-01-2019 » 1ª visita de chefe de Estado | Macri vem ao Brasil e discute com Bolsonaro Mercosul e Venezuela 16-01-2019 » Antes de tomar posse | Bolsonaro recebeu R$ 33,7 mil de auxílio-mudança da Câmara 16-01-2019 » Combustível feito em um único local | Parada em refinaria da Petrobras deixa aviões agrícolas sem gasolina 16-01-2019 » 'Frankenstein' de 2018 | Misturamos modelos de celulares para criar o 'aparelho dos sonhos' 16-01-2019 » Interpretação de mapa astral | Para de ser doida! Sense Márcia analisa a vida da youtuber Evelyn Regly
Publicidade
4 de julho de 2018

“Eu prefiro votar em Jutahy”, diz Marcelo Nilo após almoço com pré-candidato tucano

Foto Rede Acontece

Em campos políticos diferentes, o deputado estadual Marcelo Nilo (PSB) e o senador Jutahy Magalhães (PSDB-BA) almoçaram juntos nesta terça-feira (3) e suscitaram especulações desde a exclusão do nome da senadora Lídice da Mata (PSB) da chapa do governador Rui Costa (PT).

A composição entre socialistas e tucanos está fora do radar, mas não um eventual apoio de Nilo à corrida de Jutahy ao Senado, uma vez que o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) fala abertamente que “tem dificuldade em apoiar um nome do PSD”.

“Se Angelo Coronel não fosse senador na chapa, o PSD estaria conosco? Na minha visão não estaria. Lídice está pagando preço muito forte por ser coerente”, pontuou.

Em entrevista nesta terça-feira (3) ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, Marcelo Nilo afirmou que o PSB, apesar do revés de Lídice, definiu apoiar a reeleição do governador Rui Costa e a pré-candidatura de Jaques Wagner ao Senado.

Nilo disse que o encontro com Jutahy se deu por uma relação pessoal antiga, mas não descartou a possibilidade de apoiá-lo nessas eleições. “Jutahy é meu compadre, almocei com ele hoje. Não quero cometer o mesmo erro que ele cometeu, ou seja, entre Jutahy e Coronel eu ficar com Coronel. Tenho minhas mágoas, que não passarão…porque quando são mágoas do fundo do coração…Entre Angelo Coronel e Jutahy, politicamente, pessoalmente eu prefiro votar em Jutahy, mas a decisão será tomada quando o partido se reunir para ver aquele candidato que melhor nos convém politicamente”.

As mágoas citadas por Nilo ocorreram na ocasião em que ele tentou se reeleger presidente de da AL-BA em 2017, mas Jutahy não o ajudou na interlocução com deputados do PSDB. Na época, os tucanos seguiram o arranjo da oposição articulado pelo prefeito ACM Neto (DEM) e votaram em Angelo Coronel.

Nilo disse que esperava o suporte de volta do “compadre” porque, mesmo sendo da base petista, trabalhou para que Jutahy fosse eleito deputado federal em eleições passadas.


VOLTAR