Ex-goleiro Bruno tem recurso negado; Justiça confirma óbito de Elisa » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 19-05-2019 » Evento Cultural em SP | Virada tem arrastões e denúncias de assédio durante a madrugada 19-05-2019 » Risco de rompimento em MG | Simulado em Barão de Cocais tem protesto contra Vale 19-05-2019 » Por causa de Hitler | O dia em que o Tottenham 'declarou guerra' à Inglaterra 19-05-2019 » Especulações | Coutinho, Hazard e mais 8 agitam mercado europeu; confira 19-05-2019 » Saiu! | Ouça Paula Fernandes e Luan cantando a versão de Shallow 19-05-2019 » Bolsonaro quer corte | F-1: Petrobras não gasta R$ 782 mi em publicidade na McLaren 19-05-2019 » Jovem volta a brilhar | Fluminense faz 4 e goleia Cruzeiro no Maracanã; veja os gols 19-05-2019 » Contestadas | 30 medidas do governo Bolsonaro já são alvo de ações no Supremo 19-05-2019 » Usou detector de metal | Italiano acha moedas históricas do Brasil em AL e é detido por tentar vendê-las 19-05-2019 » Katia Rubio | Educar tem capacidade de transformar 19-05-2019 » Daniel Buarque | Brasil tem imagem externa de ser ingovernável 19-05-2019 » Cozinha Bruta | Quem zomba da mortadela tem nojo de pobre 19-05-2019 » Rodrigo Zeidan | Inflação e recessão já estão virando a rua 19-05-2019 » Daniel Castro | Justus e diretor da Band disputam fofoqueiro 19-05-2019 » Renato S. de Lima | Vida de 5 milhões de pessoas feridas é ignorada 19-05-2019 » D. Magnoli | Prazo de validade de presidente é 2020 19-05-2019 » Paola Machado | Por que não avacalhar a dieta no fim de semana 19-05-2019 » Perrone | Carille paga por fraco desempenho de Boselli 19-05-2019 » Flávio Ricco | Prateleira de novos programas pesa na Band 19-05-2019 » Jean Wyllys | Deu esperança e orgulho ver os atos por educação
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
7 de junho de 2018

Ex-goleiro Bruno tem recurso negado; Justiça confirma óbito de Elisa

Imagem Reprodução

Os embargos infringentes e de nulidade apresentados pelos advogados do ex-goleiro Bruno Fernandes e da ex-namorada dele, Fernanda Gomes de Castro, foram negados nesta quarta-feira (6) pela 4ª Câmara do TJ-MG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais). Bruno havia pedido anulação do julgamento no qual foi condenado pela morte e desaparecimento da ex-modelo Eliza Samúdio. O ex-goleiro questionava a validade da certidão de óbito da vítima. No entanto, a 4ª Câmara negou, por 4 votos a 1, os pedidos da defesa e mantiveram as condenações dos réus. Segundo destaca o UOL, o TJ-MG reconheceu, em setembro de 2017, a certidão de óbito de Samudio. O documento foi expedido em 2013, pela juíza Marixa Fabiane Lopes, do Tribunal do Júri de Contagem, após o julgamento que condenou Luiz Henrique Romão, o Macarrão, pelo assassinato da vítima. A decisão da juíza considerou que a expedição da certidão serviria para reparar danos pessoas à família. Bruno foi condenado a 22 anos e três meses por homicídio triplamente qualificado de Samudio, ocultação do cadáver e sequestro do filho deles. A ex-namorada Fernanda Gomes de Castro foi condenada a cinco anos, em regime aberto, pelo sequestro do menor e da ex-modelo. No ano passado, o desembargador Doorgal Andrada reduziu a pena do ex-goleiro para 20 anos e nove meses e declarou extinto o crime de ocultação de cadáver para reduzir a pena. Para Fernanda Castro, a pena foi fixada em três anos de reclusão em regime aberto, substituída por medidas restritivas. (Notícias ao Minuto)


VOLTAR