Ex-jogador Cicinho testemunha como Jesus transformou sua vida » Rede Acontece
Últimas
09-12-2018 » Denarium é governador eleito | 'Vamos restringir entrada de venezuelanos', diz interventor em RR 09-12-2018 » Novo governo | Bolsonaro anuncia Ricardo Salles no Meio Ambiente e fecha seu ministério 09-12-2018 » Executivo foi preso no Japão | Nissan suspeita de elo de Ghosn com Cabral e Eike, afirma jornal inglês 09-12-2018 » 2º jogo disputado em Madri | Na prorrogação, River bate Boca por 3 a 1 e conquista Libertadores 09-12-2018 » Muita foto, meme... | Melhor celular com memória expansível ou mais memória interna? 09-12-2018 » Venezuelano na mira | Palmeiras sofre assédio e topa negociar Guerra, mas impõe condições 09-12-2018 » Só Brasil viu | Novo trailer de Shazam! na CCXP brinca com Batman e Superman 09-12-2018 » Dedodato foi à CCXP | Artista brasileiro diz que participará de 'entrada' de Conan na Marvel 09-12-2018 » Comediante domina web | Com mais de 6 milhões inscritos no YouTube, Gentili 'ameaça' SBT 09-12-2018 » Tentativa de assalto matou 13 | 'Polícia chegou atirando sem ver que éramos reféns', diz mãe de vítima no CE 09-12-2018 » Crime aconteceu no sábado | Líderes do MST são mortos a tiros em acampamento na Paraíba 09-12-2018 » Governador do RJ está preso | Moraes, do STF, nega habeas corpus e mantém Pezão na prisão 09-12-2018 » Foi detida no Canadá | China convoca embaixador dos EUA por prisão de executiva da Huawei 09-12-2018 » Organizou cúpula conservadora no PR | Com improviso e sem lideranças, clã Bolsonaro tenta lançar liga da direita 09-12-2018 » Médium é acusado de abuso sexual | Denúncias contra João de Deus geram medo em Abadiânia (GO) 09-12-2018 » Defende 'voto de confiança' no eleito | 'Bolsonaro não tem um projeto para o país', afirma Luciano Huck
Publicidade
4 de outubro de 2018

Ex-jogador Cicinho testemunha como Jesus transformou sua vida

Foto Reprodução

Depois de uma vida marcada pelo excesso de consumo de álcool, o ex-jogador Cicinho (São Paulo) deixa o campo, a “vida louca e sem regras” como ele mesmo descreve e hoje é um cristão dedicado.

Aposentado do futebol e pai de três filhos, ele ainda precisa descobrir seu novo rumo. Hoje testemunha mudança de vida, mas sabe que o pecado deixa consequências. “Eu vivi, hoje eu tenho a oportunidade de passar o que é certo e o que é errado”, disse.

“Gosto quando as pessoas me olham e veem uma transformação”, enfatiza. Além do alcoolismo ele também enfrentou a depressão durante seus anos de estrela do esporte, com passagem por grandes clubes europeus como Real Madrid e Roma. “Os prazeres do mundo tiraram o meu prazer de jogar futebol”, conta.

Arrependimento
O auge da dependência pelo álcool quando jogava na Europa. Em Madri e Roma, Cicinho construiu pequenas boates dentro da própria casa, com pista de dança, bar e muitas bebidas. “Mas hoje eu me arrependo”, afirmou ao citar o vício.

“Eu li em algum lugar que existem três tipos de pessoas: o sábio, o inteligente e o tolo. O tolo não aprende nem com os próprios erros, o inteligente até aprende, mas o sábio aprende com os erros dos outros”, disse.

Mudança de vida
Em março de 2009, após o diagnóstico de uma grave lesão no joelho, Cicinho pensou que não iria mais jogar futebol então “descontou na bebida”.

“Eu me vi no fundo do poço quando cheguei totalmente embriagado de um jantar com meu amigo Railson, que morava comigo em Roma”, lembra.

Railson que também estava embriagado não conseguiu descer do carro e caiu. Cicinho tentou ajuda-lo, mas também estava bêbado demais.

“Eu não conseguia levantar ele. Então, o motorista pegou, levou ele para o quarto e ele só gritava o meu nome. Ali me veio um remorso. Eu estava levando meu amigo para o caminho errado”, reconhece.

“Hoje, tanto ele quanto eu viajamos o Brasil dando testemunhos do que Jesus fez nas nossas vidas”, revela.

Ajuda médica
Depois de passar por tratamentos médicos e ajuda psicológica, Cicinho reconheceu que tinha um problema de saúde. Em seguida veio o casamento.

“Quando falamos (ele e a esposa) sobre esse lado espiritual, despertou um interesse e optei por ir pelo caminho que ela me apresentou. Ali eu fui resgatado. Eu sou outra pessoa”, disse.

Além de Heitor, o primogênito de um casamento anterior, Cicinho e Marry tem duas filhas, Eloah e Ester.

O gol mais importante de sua vida
“Eu não lembro mais dessa vida, passou. Não importa como eu comecei, o que importa é como vou terminar”, disse.

Cicinho afirma que “aceitar Jesus como Senhor e Salvador foi o gol mais importante que fez na vida”. Hoje em dia, ele recebe vários convites para testemunhar em igrejas.

Na denominação onde ele e a família frequentam, Cicinho é líder de casais. Ao ser questionado sobre um dia ser pastor, ele responde: “Está nas mãos de Deus. Se Ele achar que sou a pessoa certa, estarei preparado”, conclui.


VOLTAR