Ex-muçulmano, pastor diz que postura da Igreja sobre o Estado Islâmico deve ser de “oração” » Rede Acontece
Últimas
17-08-2018 » 'Fui egoísta' | Arthur Aguiar diz que piso da casa o fez doar cachorro 17-08-2018 » Jornal da Band | Ricardo Boechat se irrita ao vivo com equipe após erro 17-08-2018 » Suzanna Freitas | Filha de Latino desabafa após pôr nome do padrasto 17-08-2018 » 'Gostoso' | Ivete pede beijo a candidato e se explica ao marido 17-08-2018 » Tragédia em 1990 | Como zagueiro morreu após uma cabeçada e série de erros médicos 17-08-2018 » Instituição fala em "baixo impacto" | Banco Inter confirma vazamento de dados após ataque hacker 17-08-2018 » Disputa pelo governo estadual | Ataques a Doria e a aliados marcam 1º debate em SP 17-08-2018 » Mauricio Stycer | Nas redes, famosos ultrapassam a última barreira da privacidade 17-08-2018 » Discordâncias e trocas de farpas | SP: Alckmin 'anestesista', 'liderança de facção' e mais frases do debate 17-08-2018 » 'Se diminuiu, é porque ele vendeu' | Patrimônio declarado de Tiririca tem redução de R$ 200 mil em 4 anos 17-08-2018 » 'Sonho que não deu certo' | Após onda de imigração, brasileiros pedem ajuda para voltar de Portugal 17-08-2018 » Fechou no RS após protestos | RJ: Queermuseu abre blindada contra ataque e espera recorde de público 17-08-2018 » Exames também podem mudar | Projeto quer criar CNH só para carro automático; especialistas opinam 17-08-2018 » TSE publicou edital de candidatura | Barroso pode decidir sobre Lula a qualquer momento a partir de hoje 17-08-2018 » Suspeita de caixa 2 | Conta administrada por filha de Serra recebeu R$ 1,78 milhão 17-08-2018 » Líder do Brasileirão | Eliminação na Sul-Americana traz pressão e descanso para o SP 17-08-2018 » Debates em outros estados | MG: Pimentel e Anastasia são os mais atacados em 1º debate 17-08-2018 » 5 benefícios | Ejaculação precoce? A masturbação pode te ajudar 17-08-2018 » Uma atriz sem filtros | Mônica Martelli teve 3 abortos, 2 divórcios e um assédio no seu caminho 17-08-2018 » Nova realidade | Brasileiro precisará pagar mais para ver futebol europeu
Publicidade
lab laboratorio clinica master intersorft centro medico sao gabriel
22 de dezembro de 2015

Ex-muçulmano, pastor diz que postura da Igreja sobre o Estado Islâmico deve ser de “oração”

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O Estado Islâmico alcançou uma posição de ser a preocupação de diversos países e grupos sociais, e um pastor, que se converteu ao Evangelho após abandonar o islamismo, pregou um sermão sobre qual a postura que a Igreja deve tomar a respeito do assunto. No contexto em que como Igreja, todos nós cristãos somos parte da sociedade, o pastor Naeem Fazal, autor do livro “Ex-muçulmano”, ponderou que há apenas uma postura a ser tomada em relação aos grupos terroristas motivados pelo extremismo muçulmano. “Como igreja, temos uma posição para tomar, e nenhuma outra entidade, nenhuma outra organização, clube ou comunidade, pode atuar nessa posição. Nós somos os únicos que podemos tomar esta posição e realmente fazer a diferença”, afirmou Fazal, que é pastor na Mosaic Church, em Charlotte, Carolina do Norte (EUA). “E essa posição não é uma afirmação, ou uma ideia, ou uma solução. A posição é, na verdade, estar de joelhos fisicamente. Porque ninguém está ficando de joelhos. Ninguém mais está pensando dessa forma. Ninguém mais é chamado para fazer isso [orar]”, acrescentou o pastor. O sermão, realizado uma semana após o atentado terrorista em San Bernardino, Califórnia, por um casal de muçulmanos admirador do Estado Islâmico, foi uma resposta ao estado de perplexidade dos fiéis, que o procuraram para saber “o que fazer para evitar outro 11 de setembro”.Sobre esse temor coletivo, Fazal destacou que é importante se manter em oração, como recomenda a Bíblia, e citou a passagem de Daniel 10 para ilustrar a necessidade de ter paz interior para enfrentar os desafios: “A oração nos permite matar algumas coisas”, disse o pastor, incluindo “demônios interiores”, explicou. “Além disso, a oração pode trazer uma paz dentro de si mesma que isso ultrapasse o entendimento […] “colocando o Cristão em proteção sobrenatural”. Ao final, o pastor destacou que “a oração é mais do que uma conversa”, e explicou: “Em Mateus 18, Jesus está dizendo que você tem o poder de oração para acessar e controlar as coisas que você não vê”, e, novamente, ilustrou uma hipótese: “[Através de sua oração Deus pode ] sobrenaturalmente mostrar-se a um homem-bomba e dizer: ‘Você não irá acabar com todas essas pessoas. Seu plano era matar milhares e milhares de pessoas’. É a oração da igreja que tem impedido milhares de mortes que os terroristas haviam planejado”, disse o pastor. Em seu livro “Ex-muçulmano”, Fazal conta seu testemunho de conversão a partir de uma experiência sobrenatural que mudou o curso de sua vida. Paquistanês, ele foi criado no Kuwait e cresceu entre muçulmanos, vivendo a intensidade da Guerra do Golfo. Em 1992, ele imigrou para os Estados Unidos, onde se naturalizou norte-americano e conheceu o Evangelho.


VOLTAR