Ex-presidente de associação é condenado por organizar protesto que provocou a morte de motorista na BR 116 » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 04-08-2020 » Após reabertura de templos | Covid-19 dá novo salto em igrejas e atinge bispos ligados ao padre Marcelo 04-08-2020 » Em março de 2019 | Justiça identifica donos de perfis que comemoraram a morte do neto de Lula 04-08-2020 » Prejuízo estimado de R$ 94 mi | PF apreende R$ 3,5 mi em casa de alvo de ação contra suposto desvio nos Correios 04-08-2020 » Após liminar de Fachin | STF forma maioria para manter proibições de ações policiais em favelas do Rio 04-08-2020 » Educação na pandemia | Municípios têm queda orçamentária e falta de dinheiro para volta às aulas 04-08-2020 » Mais um problema para lidar | 'Sim, engordei', diz Valesca. Famosas relatam pressão estética na quarentena 04-08-2020 » Sexo pós-covid | Pandemia antecipou o futuro do sexo, que vai ser ainda mais digital 04-08-2020 » Corinthians e Palmeiras | Oswaldo Brandão, o técnico que supera as rivalidades e se tornou ídolo em times de SP 04-08-2020 » Cura para a covid-19 | Sem supervisão de autoridades, grupo busca sua própria vacina nos EUA 04-08-2020 » Morreu asfixiada no Rio | Suspeito de matar cozinheira na casa dos patrões é preso no Rio de Janeiro 04-08-2020 » Saiu de moratória técnica | Em último dia de prazo, Argentina faz acordo com credores da dívida externa 04-08-2020 » Conexão VivaBem | Cris Guerra: 'Perdi mãe, pai, marido e aprendi que não controlamos a vida' 04-08-2020 » Engavetamento no PR matou 8 | Carreta envolvida em acidente viajava no limite de velocidade, diz empresa 04-08-2020 » Ecoa | Resistência do mangue na Maré simboliza a história da favela no Rio 04-08-2020 » TAB | Bateu tesão na quarentena? É hora de saciar novos desejos no digital 04-08-2020 » Folha de São Paulo | Mulher perde pai e tio com covid-19 em 3 dias no interior de SP 04-08-2020 » Carros | BMW M235i Gran Coupé: mais caro que Série 3, sedã de 306 cv empolga 04-08-2020 » Novo patrocínio | Jequiti conversa com SP para ter perfume de Pato, genro de Silvio 04-08-2020 » 'Errei feio' | Comentarista que fez ofensa racista contra Marinho é demitido 04-08-2020 » Veículos camuflados | Novo SUV de 7 lugares da Jeep e Compass turbo são flagrados
Publicidade
21 de agosto de 2019

Ex-presidente de associação é condenado por organizar protesto que provocou a morte de motorista na BR 116

Foto: Reprodução

A Justiça Federal, a partir de denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF), condenou o então presidente da Associação de Emancipação do Distrito de Vila do Café por organizar, em 2014, protesto que provocou a morte de motorista na BR 116, em uma ponte sobre o Rio Pardo, nas imediações do KM 910, no município de Encruzilhada (BA). Valdenio Prado do Vale, mais conhecido como Ney, organizou a manifestação paralisando a rodovia, o que provocou a colisão entre três veículos, resultando na morte de um motorista e na lesão corporal de outro. Ele foi condenado à cinco anos de prisão e ao pagamento de multa de R$80 mil para a reparação dos danos morais. De acordo com a ação penal ajuizada pelo MPF em 2015, o protesto foi realizado entre 9h e 13h de 31 de março de 2014, motivado pela indignação em relação ao veto presidencial que impediu a emancipação do distrito de Vila do Café. Os protestantes atearam fogo e colocaram toras de madeira ao longo da pista, impedindo a passagem de veículos. De acordo com as investigações, imagens gravadas mostram manifestantes da associação bloqueando a pista com faixas na mão, incluindo Valdenio. Às 9h do dia do incidente, o líder da manifestação foi alertado pelos policiais rodoviários federais sobre os riscos do bloqueio da rodovia, porém, mesmo assim, prosseguiu com o protesto. Por volta das 14h, ocorreu o acidente que matou a vítima. O fato foi registrado nos tacógrafos dos veículos apreendidos. O MPF destacou na denúncia que o ex-presidente determinou a interrupção da rodovia e, mesmo ciente do perigo que a dimensão da paralisação poderia ocasionar, decidiu por continuar com a conduta. Atendendo aos pedidos da ação do MPF, a Justiça condenou Valdenio pelo crime de atentado contra a segurança de outro meio de transporte que resultou em lesão corporal ou morte, conforme previsto no Código Penal (art. 262 e 263).


VOLTAR