Exclusão de PSB e PCdoB de chapa divide base do governo Rui Costa » Rede Acontece
Últimas
21-07-2018 » "Diferente de tudo que a DC já fez" | Trailer inédito de Aquaman revela mundo subaquático do herói; veja 21-07-2018 » É só dizer a palavra mágica | Primeiro trailer de Shazam promete versão divertida do herói; assista 21-07-2018 » "Tiro ao alvo" com pré-candidato | Jair Bolsonaro volta a aparecer com criança fazendo gesto de arma 21-07-2018 » Entre brecha na lei e fiscalização falha | Como Dr. Bumbum conseguia atuar sem especialização? 21-07-2018 » Você pode estar 'rico' sem saber | Jogou fora brinquedos da infância? Hoje eles podem valer uma nota 21-07-2018 » Luta contra o câncer | Ana Furtado festeja volta ao "É de Casa": "Muito feliz" 21-07-2018 » Foi se exibir | Homem faz gracinha e estraga Lamborghini 21-07-2018 » Herói canino | Cão pula na frente de cobra e é picado no lugar da dona 21-07-2018 » Dirigiu "G. da Galáxia" | James Gunn fez vídeo "quase pornô" com Sasha Grey 21-07-2018 » Árbitro de vídeo | Mattos: VAR corrigiria cerca de 100 erros de juízes no Brasileiro 21-07-2018 » Alvo de operação da PF | "Já enchi mochila de dinheiro", diz motorista de ex-dirigente da Dersa 21-07-2018 » Problemas na imigração | Itamaraty: 19 crianças brasileiras já foram reunidas aos pais nos EUA 21-07-2018 » "Segundo Sol" | Poemas a youtubers: como atores aprendem o sotaque baiano 21-07-2018 » Eleições 2018 | Líderes do centrão são alvo de ao menos 13 inquéritos na Justiça 21-07-2018 » Voos atrasados e cancelados | Pane de radares ainda afeta aeroportos de SP 21-07-2018 » Transporte lotado | Cidades crescem 10 vezes em 70 anos e têm de melhorar mobilidade 21-07-2018 » Proliferação de fungos | Umidificador ligado a noite toda pode fazer tão mal quanto o ar seco 21-07-2018 » Candidatos ao governo | Eleição no Rio terá embate entre 'outsiders' e políticos de carreira 21-07-2018 » Palco era presídio em SP | PCC planejou resgate com caminhão "blindado" 21-07-2018 » Zoeira não fica de fora | A nova da Anitta: a reação da internet ao clipe de Medicina
Publicidade
supermercado centrel grafica bandeirante lab laboratorio centro medico sao gabriel clinica master intersorft
26 de junho de 2018

Exclusão de PSB e PCdoB de chapa divide base do governo Rui Costa

Foto Rede Acontece

O anúncio oficial da exclusão PCdoB e da senadora Lídice da Mata (PSB) da chapa majoritária que tentará reeleger o governador da Bahia Rui Costa (PT) nas eleições 2018 dividiu a base de sustentação do petista. A decisão, que provocou constrangimento após reclamação pública dos aliados do PCdoB, ainda rachou internamente a Executiva Estadual do PSB, que, sem chegar a consenso sobre os rumos da legenda e de Lídice, adiou para a próxima semana a resolução. Nos bastidores, aliados pressionam a senadora a lançar candidatura avulsa à reeleição no Senado, o que exigiu o adiamento para acalmar os ânimos no partido. A adesão a essa proposta, explicam interlocutores do PSB, prejudicaria a eleição de deputados estaduais e federais da legenda, que teriam que disputar a eleição sem coligação – o que dificultaria alcançar o quociente eleitoral. Em nota emitida após encontro na sede da sigla, no entanto, a Executiva Estadual do PSB afirmou que apoiará apenas a reeleição de Rui na corrida pelo Palácio de Ondina e a candidatura do ex-governador Jaques Wagner para o Senado – deixando de fora o outro postulante a senador da aliança, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel (PSD). O PSB também agradeceu os convites de integrantes de PSDB, MDB e PRTB para integrar as outras composições na disputa pelo governo da Bahia, mas disse ter declinado das propostas “por um dever de coerência política e ideológica”. Ao Estado, logo após o encontro, Lídice afirmou que “não pode decidir algo que vá de encontro ao sentimento do partido”. Irritada com o governador Rui Costa, que a confirmou no sábado a decisão de excluir o PSB da chapa, Lídice não compareceu à reunião do Conselho Político do governo, composto por presidentes partidários. Pressionado, o governador alterou para o Palácio de Ondina o local de realização do encontro, antes marcado para ocorrer em um hotel de Salvador, e reduziu o tamanho da reunião. Na ocasião, ele revelou a composição da chapa, que, além dele Wagner e Coronel ao Senado, tem o vice-governador João Leão (PP), que concorrerá ao mesmo cargo. O anúncio oficial à imprensa aconteceu no rodapé de um comunicado emitido pela Secretaria de Comunicação. No texto, o órgão afirma que “Rui apresentou a proposta de um programa de governo participativo”, com o objetivo de rodar o interior do estado. No último parágrafo, discretamente, o nome de Coronel foi confirmado na aliança. O anúncio oficial, que já havia sido antecipado pelo Estado, consolida um processo de aproximação do governador petista com legendas de centro-direita que lhe dão sustentação, principalmente PSD e PP, e o afastamento de aliados históricos do campo esquerdista – como PSB e PC do B. Além disso, desobedece a resolução nacional do PT que orientou os diretórios estaduais a priorizar alianças com os dois partidos de esquerda, com vistas a uma aliança nacional para a disputa pela Presidência da República. Nem mesmo as vagas de suplente de senador foram citadas no comunicado do governo baiano. Cobiçadas por legendas médias e pequenas que apoiam o governador, como o PCdoB, elas também provocaram ruído interno e seguem sem definição. O presidente estadual da sigla, o deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB), disse em público que “o partido não pode servir apenas na crise”. Na sequência, foi chamado para uma conversa com o governador, mas o encontro, ocorrido na manhã desta segunda-feira, 25, não chegou a consenso. O PCdoB reivindica a suplência do ex-governador Jaques Wagner, que foi oferecida por Rui Costa ao PSB como forma de acalmar os ânimos do partido. A vaga é disputada diante da possibilidade de Wagner ser candidato ao Palácio do Planalto caso o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, condenado em segunda instância e preso pela Lava Jato, tenha a candidatura impugnada


VOLTAR