Facebook se aproxima cada vez mais do YouTube » Rede Acontece
Últimas
18-11-2018 » Submarino achado após 1 ano | "Quero que tragam meu filho para mim", diz pai de tripulante 18-11-2018 » Programa fica sem cubanos | O prejuízo bilionário da saída do Mais Médicos para Cuba 18-11-2018 » Sorteio deste sábado | Mega-Sena acumula pela 7ª vez, em R$ 43 milhões 18-11-2018 » Campanha à Presidência | Haddad declara gasto 15 vezes maior que Bolsonaro 18-11-2018 » Chico Barney | Opinião: Fãs precisam amadurecer e aceitar erros de Silvio Santos 18-11-2018 » Liga das Nações | Portugal segura empate, avança de fase e elimina Itália 18-11-2018 » Custa até R$ 4.000 | Salão traz som premium também para carros de entrada 18-11-2018 » Mais Brasileirão | Atlético-PR bate Vitória, ganha 1ª fora de casa e amplia crise do rival 18-11-2018 » Mauricio Stycer | Opinião: Posto de apresentador não pode ser cargo vitalício 18-11-2018 » Brasileirão | Corinthians vence e fica mais distante da zona de rebaixamento; veja o gol 18-11-2018 » Mistura caminhão, trator e picape | Bigfoot de UOL Carros é a "maior" atração do Salão de SP; veja por quê 18-11-2018 » 611 cidades com médico só de Cuba | Famílias que dependem de cubanos temem a rotina de 'órfãos da saúde' 18-11-2018 » Criticado dentro e fora do Itamaraty | Futuro chanceler diz que "ninguém quer substituir uma ideologia por outra" 18-11-2018 » Ela tinha 18 anos | Líder do Comando Vermelho é suspeito de matar mulher em prisão no Paraguai 18-11-2018 » Emissora vai recorrer | Justiça proibe Globo de noticiar inquérito sobre assassinato de Marielle Franco 18-11-2018 » Partido do presidente eleito | Bivar retoma presidência do PSL; filhos de Bolsonaro assumem cargos 18-11-2018 » Sem jornada fixa de trabalho | 1/3 das profissões já registram contratos intermitentes
Publicidade
29 de janeiro de 2016

Facebook se aproxima cada vez mais do YouTube

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Uma das apostas mais fortes do Facebook é sem dúvida o formato vídeo, que tem ganho uma importância crescente na rede social. Será que esta aposta tem sido correspondida pelos utilizadores? Como conta o Business Insider, os últimos resultados financeiros apresentados pelo Facebook ficaram marcados por uma mudança na métrica que serve para apurar a taxa de sucesso dos vídeos. Anteriormente, o Facebook contava as visualizações de cada vídeo, um tipo de métrica que chegou a ser considerada inválida uma vez que os vídeos eram reproduzidos em modo automático. Agora o Facebook mede o sucesso dos seus vídeos com a quantidade de horas reproduzidas em vídeo na rede social, com o atual número a estar nas 100 milhões de horas por dia. Comparando com aquele que o Facebook considera ser o seu concorrente direto, o YouTube, a mudança de métrica na plataforma de vídeo da Google se deu em 2012. Enquanto não são conhecidos números oficiais, fontes próximas do YouTube relataram durante o verão que eram reproduzidas 500 milhões de horas por dia. Apesar dos números do Facebook e do YouTube ainda estarem distantes é de assinalar o marco que representa a mudança de métrica, deixando antever uma competição ainda mais ‘cerrada’ para o futuro.


Tags:
VOLTAR