Família detalha a repressão à igreja na China » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 18-11-2019 » Meio ambiente | Desmatamento na Amazônia bate recorde e cresce 29,5% em 12 meses 18-11-2019 » San-São foi último clássico do ano | Veja desempenho dos times de SP em clássicos 18-11-2019 » Mais sobre GP do Brasil de F-1 | Segundo lugar faz francês superar 'rebaixamento' 18-11-2019 » Telefone celular | Recadastramento de pré-pagos termina hoje para 17 estados 18-11-2019 » Balanço da rodada | Empate com São Paulo garante o Santos na Libertadores 18-11-2019 » Comentarista da CNN | 'Se colocar rótulo, não prestam atenção em mim', diz Gabriela Prioli 18-11-2019 » É preciso trocar? | Notas velhas de dólar ainda valem? Veja onde é possível usar 18-11-2019 » Vestibular | Prova da Unicamp teve questão igual na Fuvest em 2018 e foi difícil 18-11-2019 » Após 14 anos | Brasil encerra jejum de vitórias no mundial de motovelocidade 18-11-2019 » Extrema-direita | Pesquisa aponta 334 células nazistas em atividade no Brasil 18-11-2019 » Lutava contra câncer | Cantor Reinaldo, o Príncipe do Pagode, morre aos 65 anos 18-11-2019 » Forças Armadas na política | Lula quer dialogar com militares ou com interlocutores deles 18-11-2019 » Flamengo | Ônibus Rio-Lima com flamenguistas não aguenta e será trocado em Rondônia 18-11-2019 » Atendimento especial | 'Mamãe, não morra': como preservar criança que vivenciou cena de violência 18-11-2019 » Vasco x Goiás, no Rio | Vascaínos que 'cantaram mais do que o Fla' terão ingresso para jogo hoje 18-11-2019 » Atacante do Palmeiras | Borja adota tom de adeus: 'Se eles acham que tenho que sair, saio' 18-11-2019 » Prêmio UOL Carros | Conheça os indicados à categoria Melhor Hatch Compacto 18-11-2019 » Festa termina em tragédia | Atirador mata quatro e fere ao menos seis pessoas na Califórnia (EUA) 18-11-2019 » Lançada em 2014 | Após colher pedaços de asteroide, sonda japonesa inicia volta à Terra 18-11-2019 » SUV 'anti-Tesla' | Ford Mustang Mach-E tem 465 cv e roda 480 km sem recarga
Publicidade
9 de julho de 2019

Família detalha a repressão à igreja na China

Foto: Reprodução

Nos últimos sete meses, o chinês Liao Qiang e sua filha, Ren Ruiting, viveram sob constante vigilância após as autoridades os deterem juntamente com dezenas de outros membros da igreja Early Child Covenant, cujo pastor, Wang Yi, permanece preso. Pai e filha conseguiram sair do país e agora estão em Taiwan. Na semana passada, pela primeira vez depois da prisão, eles puderam participar de um culto e revelarem os dias de terror que viveram. Eles estiveram na Igreja Presbiteriana Xinana Reformada, em Taipei, e falaram para cerca de 30 pessoas sobre os problemas que tiveram em seu país. Mais de 100 membros do Early Child foram detidos pela igreja ou seus lares em 9 e 10 de dezembro, de acordo com a Human Rights Watch. Após serem soltos, os cristãos viviam sob vigilância constante, Ren, uma jovem de 23 anos, precisava informar a polícia, através das mídias sociais, toda vez que iria sair de casa, sendo ameaçada de ter a segurança em risco caso não informasse. Cansado das ameaças, Liao e sua filha resolveram fugir. “Eu soube que não era mais seguro para nós e que meus filhos corriam o maior risco”, declarou ele. Liao disse à Associated Press que a polícia tentou forçá-lo a assinar uma declaração renunciando à sua igreja, mas ele recusou. Liao e sua família esperam permanecer em Taiwan enquanto procuram asilo nos Estados Unidos, mas com um visto de turista de 15 dias, seu futuro não está claro. “Não tenho certeza se eles podem ficar além do visto, a menos que o governo taiwanês esteja disposto a torná-lo um caso humanitário com base na perseguição religiosa”, disse Chiu Ling-yao, secretário-geral da Associação de Taiwan para a China Humana. Direitos, que está tentando ajudar a família a encontrar uma solução. O Partido Comunista da China não mede esforços para punir igrejas cristãs e seus membros, inclusive mantendo centros de concentração para “reeducação”, onde as minorias religiosas são obrigadas a jurarem fidelidade ao partido e ao líder Xi Jinping.


VOLTAR