Feira de Santana: carga com dispositivo para acionar explosivos é despachada » Rede Acontece
Últimas
26-03-2019 » Solto por decisão do TRF-2 | Ex-presidente Michel Temer é solto no Rio após 4 dias de prisão 26-03-2019 » Encontro em Boston | Mourão vai se reunir com imigrantes brasileiros nos EUA 26-03-2019 » Nego Ney | Como funkeiro mirim embala o Fla em fase decisiva da temporada 26-03-2019 » SP e Curitiba | Justiça nega entrada de menores de 10 anos em show de P. McCartney 26-03-2019 » Aposentadoria | Brasileiro vive quase tanto quanto alemão e para 10 anos antes 26-03-2019 » Governador do Rio | Witzel é intimado por dívida de R$ 115 mil com ex-sogra 26-03-2019 » Tríplex do Guarujá (SP) | Lula pede que STJ anule condenação e envie caso à Justiça Eleitoral 26-03-2019 » Conflito pela reforma | Líder do PSL critica articulação do governo na Previdência 26-03-2019 » Ministro da Casa Civil | Onyx encomenda extinção de conselhos participativos do Meio Ambiente 26-03-2019 » Ele diz que vai recorrer | Tribunal afasta ex-ministro Carlos Marun do Conselho de Itaipu 26-03-2019 » Baixa no alto escalão da pasta | Secretária de Educação Básica pede demissão do MEC 26-03-2019 » Chef duas estrelas Michelin | O sonho do restaurante normalmente vira pesadelo, diz Ivan Ralston 26-03-2019 » Barragem da Vale em alerta | Moradores de Barão de Cocais (MG) relatam noites sem sono 26-03-2019 » 'Ele era meu melhor amigo' | Jovem revela como usou o Facebook para avô confessar abuso 26-03-2019 » Amistoso em Praga nesta 3ª | Mauro Cezar: Crédito popular pré-Copa de Tite acabou, e Brasil precisa "performar" 26-03-2019 » Celebração em 31 de março | Bolsonaro determinou "comemorações devidas" do golpe de 1964, diz porta-voz
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
7 de janeiro de 2019

Feira de Santana: carga com dispositivo para acionar explosivos é despachada

Foto Reprodução

A identificação de uma carga com dispositivos para acionar explosivos no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, neste sábado (5), chamou a atenção das autoridades aeroportuárias. Os “timers” encontrados no terminal da Grande São Paulo foram despachados a partir de Feira de Santana, na Bahia, e seguiriam para vários estados do país. O material entrou em combustão quando era embarcado e assustou os funcionários do local. A área foi isolada e o esquadrão antibombas da Polícia Militar precisou ser acionado para desarmar o equipamento. A delegacia antiterrorismo da Polícia Federal de São Paulo abriu um inquérito para apurar como o material chegou até a capital paulista, já que não foi detectado pelos equipamentos de raio-x dos aeroportos. Para o perito em aeronáutica Daniel Calazans, a descoberta reforça a necessidade de um controle maior das bagagens em voos nacionais. Os especialistas afirmam que a falta de controle de bagagens despachadas coloca em risco todo o sistema aeronáutico brasileiro. Por outro lado, as bagagens de mão e os próprios passageiros passam pela identificação por raio-x.


VOLTAR