“Foram cometidos excessos”, critica ACM Neto sobre atuação do Judiciário no Brasil » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 12-07-2020 » Opinião | Adnet se supera com imitação de Lula, Ciro, Marina e Dilma 12-07-2020 » Covid na gestação | Mariana Weickert não beija o filho sem máscara 12-07-2020 » Preso desde 2019 | Morre de covid-19 o 1º deputado condenado pelo STF na Lava Jato 12-07-2020 » Lia Assumpção | Opinião: lei das sacolinhas não mudou nosso comportamento 12-07-2020 » Treino para astronauta | Jovem brasileira de 17 anos conquista vaga em curso da Nasa 12-07-2020 » Veja números | Mega-Sena acumula e vai a R$ 44 milhões em semana especial 12-07-2020 » Fronteiras fechadas | Cuba, Cabo Verde e mais: os voos que resgataram brasileiros 12-07-2020 » Na Justiça | Roberto Carlos recupera direito sobre obras de 1960 a 1990 12-07-2020 » Estreia como atriz | 'Estou adorando descobrir novidades', diz Lud sobre atuação 12-07-2020 » Na TV | R. Vasconcellos canta música de Emicida: 'Quase grito de guerra' 12-07-2020 » 'Totalmente Demais' | Germano dá surra em Dino para defender Eliza 12-07-2020 » De Kanye West a Joe Exotic | 6 celebridades que quiseram ser presidente dos EUA 12-07-2020 » Famosos | Jennifer Aniston será madrinha de filha de Katy Perry, diz jornal 12-07-2020 » Cantoras, sim. Já atrizes... | Veja sete artistas da música que desafinaram na hora de atuar 12-07-2020 » Segunda prova da temporada | Hamilton vence com folga na Estíria; Verstappen luta, mas não segura Bottas 12-07-2020 » Na primeira curva | Leclerc bate em Vettel e ambos saem: 'Joguei o esforço da Ferrari no lixo' 12-07-2020 » 'Sandy e Junior: A História' | Doc traz visão sobre vida real que parece ficção 12-07-2020 » UFC | Aldo levou 59 socos na cabeça em 3 minutos antes de ser nocauteado 12-07-2020 » Base política | Partido de Bolsonaro registra mortos e tem só 3% das assinaturas necessárias 12-07-2020 » Esporte | Isaquias: 'Quando é do Sul, é brasileiro. Mas quando é da Bahia, tem que ser baiano?'
Publicidade
13 de agosto de 2019

“Foram cometidos excessos”, critica ACM Neto sobre atuação do Judiciário no Brasil

Foto Rede Acontece

Defensor da Operação Lava Jato, o prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, afirmou nesta segunda-feira (12) que o Judiciário brasileiro cometeu “excessos” em sua atuação nos últimos anos, com funcionários públicos “exorbitando de suas funções”. A declaração dele foi dada ao comentar a possibilidade de o baiano Augusto Aras ser escolhido procurador-Geral da República. O subprocurador é considerado o favorito do presidente Jair Bolsonaro para a chefia do Ministério Público Federal (MPF). Neto se mostrou entusiasta do nome de Aras para o posto, mas ponderou que o novo PGR deve ter uma “conduta muito cuidadosa.” Ao falar sobre os “excessos”, no entanto, o prefeito não enumerou quais foram eles e a quem estaria se referindo. “Veja: eu sou a favor que se investigue tudo, que se devasse tudo, de Lava Jato. Agora, não sou a favor de arbitrariedades. A gente tá vendo aí que foram cometidos excessos, que funcionários públicos exorbitaram de suas funções. Eu acho que mais do que tudo no país é preciso ter segurança jurídica, não só para quem tá em Brasília, mas para todo mundo, qualquer cidadão. Do menor para o maior. Espero que qualquer que seja o procurador tenha isso”, defendeu o prefeito, durante evento de lançamento da pedra fundamental das obras do Hospital Mater Dei, na capital baiana. Ainda segundo o prefeito, a indicação do baiano seria “muito boa” porque o estado, na avaliação dele, está pouco representado nas principais do Judiciário, como o Supremo Tribunal Federal (STF) e Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Claro que essa decisão [de escolher o PGR] cabe ao presidente da República, mas aí vou dar uma declaração meio bairrista: se pudéssemos ter um baiano procurador-geral da República, seria muito bom. Até porque a Bahia está sub-representada nas principais instâncias do Poder Judiciário. Apesar de não ter uma relação íntima com o doutor Augusto Aras, sei e reconheço a grande qualidade do jurista que é e do trabalho que faz. Será, se for escolhido, um grande procurador, sem dúvida”, disse. Por determinação do Comando da 34a CIPM, foi novamente deflagrada em Brumado a Operação Varredura, que tem intensificado as abordagens por toda a cidade. O efetivo policial foi destacado em viaturas também por bairros periféricos do município, tomando por base os índices de prática de delitos apontados em estudo sobre a mancha criminal local.


VOLTAR