“Foram cometidos excessos”, critica ACM Neto sobre atuação do Judiciário no Brasil » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 23-09-2019 » Comissária da ONU | Bachelet diz que existem "muitas dúvidas" sobre processo contra Lula 23-09-2019 » Premiação da TV | Emmy coroa Game of Thrones como melhor série dramática 23-09-2019 » Marido foi assassinado | A TV, deputada Flordelis diz que foi vítima de tentativa de extorsão 23-09-2019 » 1 a 0 na 6ª rodada | Neymar supera pressão da torcida do Lyon e faz gol da vitória do PSG 23-09-2019 » Governador do Maranhão | UOL transmite hoje Roda Viva com Flávio Dino 23-09-2019 » Diversidade | Apesar da chuva, Parada LGBTI do Rio reúne multidão em Copacabana 23-09-2019 » Perrone | Falta mais preparo físico do que raça ao Corinthians 23-09-2019 » Antonio Prata | A verdade deixou o condomínio dos fatos há uns anos 23-09-2019 » Brasilianismo | Destruir Amazônia: crime contra humanidade 23-09-2019 » Felipe Santa Cruz | Vetos desfiguram a lei sobre abuso de autoridade 23-09-2019 » Julio Gomes | Odair merece críticas, mas não demissão 23-09-2019 » Fernanda Torres | Lenga-lenga dos burocratas que conspiram o poder 23-09-2019 » Marcos Lisboa | O investimento público como aspirina: de novo? 23-09-2019 » Mauricio Stycer | Há duas décadas estreava o Big Brother na Europa 23-09-2019 » Mauro Cezar | Vergonha: Flu e Cruzeiro na zona de rebaixamento 23-09-2019 » Elio Gaspari | Juiz Bretas retoma um costume da ditadura brasileira 23-09-2019 » Reinaldo Lopes | Fósseis ajudam a reconstruir som de crocodilo extinto 23-09-2019 » Ricardo Viveiros | Momento exige coragem; nem tudo está perdido 23-09-2019 » Tradição da Assembleia | FHC só abriu ONU uma vez; Lula perdeu duas; Bolsonaro estreia terça 23-09-2019 » Novo fenômeno | Olimpíada-2020 deve ter atletas de 11 anos no skate. É muito cedo?
Publicidade
13 de agosto de 2019

“Foram cometidos excessos”, critica ACM Neto sobre atuação do Judiciário no Brasil

Foto Rede Acontece

Defensor da Operação Lava Jato, o prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, afirmou nesta segunda-feira (12) que o Judiciário brasileiro cometeu “excessos” em sua atuação nos últimos anos, com funcionários públicos “exorbitando de suas funções”. A declaração dele foi dada ao comentar a possibilidade de o baiano Augusto Aras ser escolhido procurador-Geral da República. O subprocurador é considerado o favorito do presidente Jair Bolsonaro para a chefia do Ministério Público Federal (MPF). Neto se mostrou entusiasta do nome de Aras para o posto, mas ponderou que o novo PGR deve ter uma “conduta muito cuidadosa.” Ao falar sobre os “excessos”, no entanto, o prefeito não enumerou quais foram eles e a quem estaria se referindo. “Veja: eu sou a favor que se investigue tudo, que se devasse tudo, de Lava Jato. Agora, não sou a favor de arbitrariedades. A gente tá vendo aí que foram cometidos excessos, que funcionários públicos exorbitaram de suas funções. Eu acho que mais do que tudo no país é preciso ter segurança jurídica, não só para quem tá em Brasília, mas para todo mundo, qualquer cidadão. Do menor para o maior. Espero que qualquer que seja o procurador tenha isso”, defendeu o prefeito, durante evento de lançamento da pedra fundamental das obras do Hospital Mater Dei, na capital baiana. Ainda segundo o prefeito, a indicação do baiano seria “muito boa” porque o estado, na avaliação dele, está pouco representado nas principais do Judiciário, como o Supremo Tribunal Federal (STF) e Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Claro que essa decisão [de escolher o PGR] cabe ao presidente da República, mas aí vou dar uma declaração meio bairrista: se pudéssemos ter um baiano procurador-geral da República, seria muito bom. Até porque a Bahia está sub-representada nas principais instâncias do Poder Judiciário. Apesar de não ter uma relação íntima com o doutor Augusto Aras, sei e reconheço a grande qualidade do jurista que é e do trabalho que faz. Será, se for escolhido, um grande procurador, sem dúvida”, disse. Por determinação do Comando da 34a CIPM, foi novamente deflagrada em Brumado a Operação Varredura, que tem intensificado as abordagens por toda a cidade. O efetivo policial foi destacado em viaturas também por bairros periféricos do município, tomando por base os índices de prática de delitos apontados em estudo sobre a mancha criminal local.


VOLTAR