Governador Rui Costa já pediu R$ 4,2 bilhões em empréstimos em menos de três anos de gestão » Rede Acontece
Últimas
18-06-2018 » Bélgica e Panamá se enfrentam na estreia pelo Grupo G; siga 18-06-2018 » Sem tripulação, empresa cancela voo à Rússia e deixa torcedores na Suécia 18-06-2018 » Galã, jogador islandês ganha 320 mil seguidores no Instagram após estreia 18-06-2018 » Bruna Marquezine consegue folga em novela da Globo e vai à Rússia ver Neymar 18-06-2018 » Autor de livro infantil, gago e meia de 4 rins: as histórias das estrelas da Copa 18-06-2018 » Técnico confirma expulsão de atacante que se recusou a jogar em partida de estreia 18-06-2018 » Polêmica na estreia | CBF questiona árbitro de vídeo e prepara reclamação na Fifa 18-06-2018 » Estreia com empate | Neymar, Paulinho e Thiago Silva ficam fora de treino em campo 18-06-2018 » Time precisa vencer | Poupado na estreia, Salah diz estar pronto para 2º jogo do Egito 18-06-2018 » Comemoração enigmática | Amigo de CR7 posta foto e reforça tese de referência a Messi 18-06-2018 » Mais perto do herdeiro | Neymar pai muda programação e vai para hotel da seleção 18-06-2018 » Argentina | Sampaoli abre mão de três medalhões ante a Croácia 18-06-2018 » Combustíveis | Cade diz que tabela do frete favorece cartel e envia parecer contrário ao STF 18-06-2018 » Revoltou a web | Em vídeo machista, brasileiros aparecem constrangendo estrangeira 18-06-2018 » Eleições 2018 | Ciro Gomes rebate críticas de instabilidade emocional: "Eu falo as coisas" 18-06-2018 » Um dia após derrota | Alemanha fecha treino e cancela até entrevista de Lahm 18-06-2018 » Contas de 2017 | Para isentar empresas, Brasil deixa de arrecadar R$ 354,7 bi 18-06-2018 » Vitória por 1 a 0 | Árbitro de vídeo ajuda, Suécia bate a Coreia e pressiona a Alemanha 18-06-2018 » "Não quero ver" | Sandra Bullock revela por que se nega a fazer cenas de sexo 18-06-2018 » Assista | Impressora portátil coloca pele nova em cima das feridas
Publicidade
lab laboratorio clinica master grafica bandeirante supermercado centrel centro medico sao gabriel intersorft
8 de novembro de 2017

Governador Rui Costa já pediu R$ 4,2 bilhões em empréstimos em menos de três anos de gestão

Foto Brumado Acontece

Foto Brumado Acontece

A gestão do governador Rui Costa já pediu aproximadamente R$ 4,2 bilhões em empréstimos. Nesta terça-feira (7) houve uma tentativa de permitir mais uma operação de crédito do gênero, mas o deputado estadual Pablo Barrozo (DEM) pediu vista e adiou na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) a votação do projeto de lei que autoriza um acordo no valor de R$ 100 milhões junto à Caixa Econômica Federal. O levantamento do Bahia Notícias levou em conta todos os seis pedidos de empréstimo encaminhados ao Legislativo desde o início de 2015, quando Rui Costa tomou posse na gestão estadual. Para o líder da bancada de oposição na AL-BA, Leur Lomanto Jr. (PMDB), o maior problema dos projetos de lei de autoria do governo é a falta de clareza sobre como vão ser empregados os valores. “A oposição quer saber realmente como e onde vão ser aplicados esses recursos e até o momento o governo não disponibilizou essas informações”, explicou o deputado estadual. No caso do projeto de lei que estava na pauta da Casa nesta terça, o governo detalha que os recursos “destinam-se obrigatoriamente à contrapartida de contratos de repasses para investimentos nas áreas de habitação, saneamento, mobilidade e infraestrutura urbana”. Para Leur, a quantidade de pedidos de empréstimo reflete também que “falta uma capacidade por parte do governo de melhorar o seu caixa, a sua arrecadação”. Entre os pedidos de empréstimo protocolados na Câmara desde 2015 existem projetos em que o valor da operação Para fazer o levantamento, o Bahia Notícias converteu os números com base na cotação atual das moedas. A operação de crédito mais expressiva foi a primeira encaminhada pela gestão Rui Costa, em agosto de 2015. O projeto de lei pedia autorização para um acordo de US$ 400 milhões (equivale a aproximadamente R$ 1,3 bilhão) junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD). O levantamento inclui ainda os polêmicos R$ 600 milhões junto ao Banco do Brasil. O montante foi aprovado pela AL-BA, mas o repasse do dinheiro estaria sendo barrado pelo prefeito ACM Neto (entenda aqui) e ainda não chegou aos cofres do governo do esta.


VOLTAR