Governo defenderá estrutura familiar em candidatura a conselho da ONU » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 10-07-2020 » Anitta bota fogo com 'Tócame' | Cantora lança clipe com cenas quentes com o namorado; assista 10-07-2020 » Compra de respiradores | Preso no Rio de Janeiro, ex-secretário de Witzel comandou fraudes na Saúde, diz MP 10-07-2020 » Cabe recurso | SP: casal é condenado a pagar R$ 150 mil a garoto por devolvê-lo após adoção 10-07-2020 » Perfis no Facebook | Fiéis aos Bolsonaros, deputados no RJ empregaram donos de 13 contas banidas 10-07-2020 » Não são membros, diz Kim | Empresários ligados ao MBL são presos por lavagem de dinheiro, diz MP 10-07-2020 » De 'Amor de Mãe' | Globo dispensa Malu Galli após 13 anos de casa 10-07-2020 » Crise na quarentena | Ex-Globo vende objetos pessoais para se sustentar 10-07-2020 » 'Não estou metido' | Babu tem piscina, estúdio e escritório na casa nova no Rio 10-07-2020 » Posou de calcinha | Gracyanne mostra músculos e lamenta 'gordura em excesso' 10-07-2020 » Em ação de divórcio | Pandemia 'dizimou' fortuna de R$ 2,6 bi, diz Robert De Niro 10-07-2020 » Chico Barney | Guga Chacra emociona ao achar Pokémon da vida real 10-07-2020 » Música | Jorge e Mateus, Maiara e Maraísa e Claudia Leitte fazem lives hoje 10-07-2020 » Pandemia do coronavírus | Bairros com menos empregos formais têm mais mortes por covid-19 em SP 10-07-2020 » Fórmula 1 | Verstappen supera Bottas em treino livre na Áustria 10-07-2020 » Em nova novela | Elizabeth Savalla vai disputar Marcos Caruso com Claudia Jimenez 10-07-2020 » Durante discussão | Depp diz em audiência que deu cabeçada 'acidentalmente' na ex 10-07-2020 » Crime de responsabilidade | Prefeito e vice de Itaguaí (RJ) sofrem impeachment 10-07-2020 » Governo cazaque nega | China diz que pneumonia mais letal do que a covid-19 atinge o Cazaquistão 10-07-2020 » Política externa | Rotina de ataques contra Bolsonaro na ONU se transforma em 'novo normal' 10-07-2020 » Saiba como e mais 22 respostas | Lugares Incríveis para Trabalhar: inscreva sua empresa no prêmio da FIA e do UOL
Publicidade
12 de julho de 2019

Governo defenderá estrutura familiar em candidatura a conselho da ONU

Foto: Reprodução

O fortalecimento das estruturas familiares e a exclusão das menções de gênero são as prioridades que o governo do presidente Jair Bolsonaro apresentará na candidatura do Brasil à reeleição no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas. As eleições ocorrem em outubro, durante a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Em publicação em sua conta no Twitter na última quinta-feira (11), Bolsonaro confirmou a candidatura do Brasil à vaga e as prioridades do governo, caso o país seja reeleito para um segundo mandato. “As principais pautas estão ligadas ao fortalecimento das estruturas familiares e a exclusão das menções de gênero”, escreveu. Criado em 2006, o conselho tem o objetivo de reforçar a promoção e a proteção dos direitos humanos pelo mundo, debater violações e fazer recomendações aos países. O Brasil foi eleito em 2016 para um mandato de três anos, iniciado em 1º de janeiro de 2017. O órgão é composto por 47 países-membros, que não podem ser reeleitos após dois mandatos consecutivos. As vagas são distribuídas de acordo com a representação geográfica. Na próxima eleição, em outubro, há dois assentos para candidatos da América Latina e do Caribe para o triênio de 2020 a 2022.


VOLTAR