Governo lança programa para Nordeste, Centro-Oeste e Amazônia » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 11-07-2020 » Revelação | Eliza descobre quem é seu verdadeiro pai em 'Totalmente Demais' 11-07-2020 » Sucesso de 2018 | 'Bird Box' ganhará continuação na Netflix, diz autor do filme 11-07-2020 » Autora de 'Harry Potter' | JK Rowling cria fábula violenta de autoritarismo medo em novo livro 11-07-2020 » Entrevista com sociólogo | Bitcoin é um filho rebelde do neoliberalismo, diz pesquisador marxista 11-07-2020 » veja como apostar | Mega-Sena sorteia prêmio estimado em R$ 40 milhões hoje 11-07-2020 » Ator de 'Fina Estampa' | Marco Pigossi se 'exila' nos EUA e afirma: 'Decidi não retornar' 11-07-2020 » Futebol na TV | SBT exibe final do Carioca na quarta; jogo de domingo segue só na FluTV 11-07-2020 » Começa hoje | UFC 251 abre a 'Ilha da Luta' com José Aldo sendo azarão em luta pelo título 11-07-2020 » Rio de Janeiro | Promotores acham fortuna em casa de ex-secretário de Saúde preso 11-07-2020 » 2ª etapa da temporada | Hamilton consegue a pole no GP da Estíria em treino marcado por tempestade 11-07-2020 » Pandemia pelo Brasil | Michelle Bolsonaro diz que testes de covid-19 dela e da filha deram negativo 11-07-2020 » Publicidade da presidência | TCU proíbe que governo anuncie em site que promove atividade ilegal 11-07-2020 » Paciente com H1N2 | Fiocruz detecta no Paraná novo vírus respiratório com potencial pandêmico 11-07-2020 » Campeonato Carioca | Nino sofre entorse no joelho e desfalca o Flu no primeiro jogo da final 11-07-2020 » Futebol | Juve, Barça, City e Chelsea; os jogos de sábado e onde assistir 11-07-2020 » 'Na Laje' | 'Reality vai pôr jovens de classe média alta na favela' 11-07-2020 » Strippers e pole dance em 'P-Valley' | Série seduz com liberdade sexual e shows incendiários 11-07-2020 » Relator da ONU ataca Bolsonaro | Para o órgão, presidente promove desinformação e agride a democracia 11-07-2020 » Entrevista | Paulo Betti vê tendência em fim de contratos na Globo 11-07-2020 » Ouça o podcast | Baixo Clero: Bolsonaro faz propaganda da cloroquina para desviar atenção
Publicidade
31 de maio de 2019

Governo lança programa para Nordeste, Centro-Oeste e Amazônia

Foto Valter Campanato

O governo federal lançou na última quinta-feira (30), em Brasília, a Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR), com as divulgações dos planos de desenvolvimento das regiões Nordeste, Centro-Oeste e Amazônia. Os planos serão definidos por decreto presidencial, que deve ser publicado na edição desta sexta (31) do Diário Oficial da União. Já a política nacional será instituída via projeto de lei e se baseia em seis eixos estratégicos focados na inovação tecnológica e capacitação da mão de obra. Após a cerimônia de assinatura das medidas, no Palácio do Planalto, que contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro, ministros e parlamentares, o titular da pasta de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, destacou alguns objetivos dos planos apresentados. Veja aqui a galeria completa de imagens. “A gente quer investir em infraestrutura, educação e inovação. Há muitas cadeias produtivas que já existem nessas regiões. Biodiversidade na região Amazônica, no Nordeste a gente tem cada vocação específica das cidades. A gente quer identificar qual o investimento prioritário para que essa cadeia produtiva tenha maior agregação de valor, gere mais renda, mais riqueza”, explicou. Não há recursos reservados para os projetos ainda. O que os planos regionais e a PNDR fazem é estabelecer um planejamento de curto, médio e longo prazos, e os investimentos deverão estar previstos no Plano Plurianual 2020-2023, que estabelece diretrizes para aplicação de recursos. “Serve como guia, um norte. Vai ser uma parceria com os governos dos estados, com o Parlamento, com o orçamento, com o PPA [Plano Plurianual]. Ele foi feito para embasar e planejar o PPA. É um instrumento de planejamento”,

Em nota, o Ministério do Desenvolvimento Regional informou que, entre os objetivos da nova Política estão a promoção da competitividade regional para geração de emprego e renda nas próprias localidades, especialmente aquelas que apresentem declínio populacional e elevadas taxas de emigração. A ideia é fortalecer uma rede de cidades policêntricas, buscando a desconcentração e interiorização dos recursos. “Dessa maneira, espera-se criar oportunidades em centros urbanos de médio porte que possam apoiar o desenvolvimento de municípios menores em seu entorno”, diz a pasta.

Ineditismo

Em um rápido discurso lido durante a cerimônia, o presidente Jair Bolsonaro disse que os planos regionais de desenvolvimento cumprem um dispositivo constitucional e, por isso, representam um “marco histórico” para seu governo.

“Estamos trabalhando pelo desenvolvimento e valorização de todas as regiões do Brasil. Nesse sentido, a entrega dos planos regionais de desenvolvimento da Amazônia, do Centro-Oeste e Nordeste, já aprovados pelos respectivos conselhos deliberativos, é ato inédito e representa um marco histórico para o nosso governo, que irá ajudar muita gente no Brasil, a trazer benefícios e justiça para essas regiões”, afirmou.

Presente ao lançamento, o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, comemorou a iniciativa que, segundo ele, dará ênfase a projetos prioritários das regiões. Ele citou a interligação ferroviária e rodoviária com o estado vizinho de Mato Grosso como um dos projetos previstos no planos regionais.

“Vamos colocar uma travessia de 80 quilômetros na Ilha do Bananal, uma economia 1,2 mil quilômetros de estrada, que liga ferrovias, transforma a região do Mato Grosso, do Tocantins e do Brasil”, disse.


VOLTAR