30-05-2016

Guanambi: Prefeito Charles Fernandes visita as obras das cinco novas unidades de saúde.

Imagem Divulgação

Imagem Divulgação

Ao lado dos vereadores Zaquel Rodrigues e Fausto Azevedo, o prefeito Charles Fernandes visitou na manhã desta sexta-feira (27), as obras das cinco novas unidades de saúde que estão sendo erguidas nos bairros Lagoinha, Caiçara, Paraíso, Novo Horizonte e Ipiranga. Feliz pelo avanço e o adiantamento das construções, o prefeito conversou com os trabalhadores e com os encarregados pelas obras, “todas as construções estão a ponto de laje, os recursos estão garantidos e nos próximos meses serão entregues para os moradores”, comemorou o prefeito. Entre a construção das cinco novas unidades, modernos mobiliários e equipamentos, os investimentos ultrapassam os R$ 3 milhões de reais. Prefeitura de Guanambi na atual gestão implantou 12 novos serviços e unidades de saúde, ampliou e reformou outras 9 unidades, reforçando a cobertura de atenção básica na cidade para 83% da população.

No Banner to display

30-05-2016

Filho de 7 anos de Michel Temer tem R$ 2 milhões em imóveis

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Aos 7 anos de idade, completados em 2 de maio, Michel Miguel Elias Temer Lulia Filho, mais conhecido como Michelzinho, é proprietário de pelo menos dois imóveis cujos valores somados superam R$ 2 milhões. O pai, Michel Miguel Elias Temer Lulia, de 75 anos, presidente em exercício da República, passou para o nome do único herdeiro do seu casamento com Marcela Temer dois conjuntos comerciais que abrigam seu escritório político em São Paulo. Localizados no Edifício Lugano, no Itaim-Bibi, zona sul da capital paulista, cada conjunto tem 196 m² e valor venal de R$ 1.024.802, segundo a Prefeitura de São Paulo – os dados são públicos e podem ser consultados na internet. O valor de mercado costuma ser de 20% a 40% mais alto do que o valor de referência usado pela Prefeitura para calcular o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Mesmo assim, na declaração de bens que Temer apresentou à Justiça Eleitoral em 2014, cada conjunto é avaliado em apenas R$ 190 mil. Isso é comum nas declarações de políticos, pois os imóveis costumam ser declarados pelo valor de quando foram comprados. A legislação não obriga a atualização do valor. Leia mais »

No Banner to display

30-05-2016

OMS: doenças transmitidas por insetos matam 1 milhão por ano

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Os insetos são responsáveis pela transmissão de doenças que matam mais de um milhão de pessoas por ano em todo o mundo. Além dos óbitos, anualmente, registram-se bilhões de casos de patologias também transmitidas por insetos como malária, dengue ou febre-amarela. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as doenças transmitidas por insetos vetores representam 17% de todas as doenças infecciosas. A malária, transmitida pelo mosquito Anopheles aegypti, infestou mais de 214 milhões de pessoas e matou 438 mil em 2015. A Dengue, transmitida pelo Aedes aegypt, é a doença transmitida por mosquitos que mais tem crescido, tendo a sua incidência aumentado 30 vezes nos últimos 50 anos. Os mesmos mosquitos provocam outras doenças, como a febre-amarela, o vírus do Rio Nilo, a Chikungunya e o Zika, que já fez mais de um milhão e meio de casos no Brasil e que os cientistas associam a casos de microcefalia congênita. A transmissão do agente patogênico (parasita no caso da malária e vírus no caso da dengue ou do Zika) ocorre através da picada do inseto e apenas as fêmeas picam, pois só elas se alimentam de sangue para produzirem ovos. No mundo, existem cerca de 3,5 mil espécies de mosquitos e graças à globalização – viajam com os humanos em automóveis, caminhões, navios e aviões – estão espalhados por todo o mundo. A maioria dos mosquitos, no entanto, não viaja longe sozinho. Se tiverem onde se alimentar e onde se reproduzir por perto, não se deslocam muito. Leia mais »

No Banner to display

30-05-2016

Filho de Bolsonaro lança pré-candidatura à prefeitura do Rio

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSC) vai lançar sua pré-candidatura à prefeitura do Rio de Janeiro no fim da tarde desta segunda-feira (30). O presidente do partido, pastor Everaldo, manifestou apoio ao candidato para fazer uma campanha de “gente grande”. De acordo com o jornal O Dia, a estratégia de Flávio deve ser a de se lançar como mais moderado do que o pai, sempre associado a acusações de machismo e racismo. O candidato já teria uma carta na manga caso seja acusado de preconceito racial: citar o padrasto negro. Na campanha, Flávio deve insistir que “vida sexual das pessoas diz respeito apenas às pessoas”, diferentemente do que faz o pai. Orgulhoso, o deputado federal Jair Bolsonaro publicou no domingo (29) um vídeo convocando possíveis eleitores para o lançamento da campanha. O evento está marcado para hoje no auditório da Bolsa de Valores do Rio, às 18h.

No Banner to display

30-05-2016

Mesmo após pressão de especialistas, OMS descarta cancelar Olimpíada por causa da zika

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Após cerca de 150 especialistas sugerirem à Organização Mundial da Saúde (OMS) o cancelamento, adiamento ou mudança de local das Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016, por causa da zika, a entidade descartou essa possibilidade. “Cancelar ou mudar a sede dos Jogos Olímpicos não mudaria de maneira significativa a propagação internacional do vírus da zika”, afirmou a OMS por meio de comunicado oficial. “As pessoas seguem viajando a estes países por muitos motivos, a melhor maneira de reduzir o risco é seguir as recomendações de saúde pública”, ponderou. A OMS orienta ainda que as pessoas que venham ao Brasil consultem um médico e sigam as recomendações de saúde pública de seus países, antes de partir. “A OMS seguirá a situação de perto e adaptará suas recomendações caso seja necessário”, garante a organização.

No Banner to display

28-05-2016

Servidores de 576 cidades estão com salário atrasado

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Os cofres vazios em grande parte das prefeituras do País têm se refletido diretamente nos bolsos dos funcionários municipais. Em 576 cidades, os prefeitos não têm conseguido pagar em dia o salário dos servidores. Desse total, 11% estão com atraso superior a seis meses, segundo levantamento da Confederação Nacional dos Municípios. No Piauí, por exemplo, algumas prefeituras foram acionadas na Justiça para fazer o pagamento dos funcionários. Esse é o caso do município de Boa Hora, a 156 quilômetros de Teresina. Mergulhada numa forte crise financeira, os servidores públicos estão há quatro meses com salários atrasados. Diante da situação, os professores decidiram fazer greve por tempo indeterminado ou até receberem os pagamentos. A dívida inclui ainda salários de vigias, zeladores e secretários escolares. Além dos meses em atraso neste ano, há outras pendências na conta da prefeitura: salários em aberto referentes a dezembro de 2012, dezembro de 2014 e a novembro e dezembro de 2015. A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Boa Hora, Maria da Conceição Almeida, afirma que os planos de saúde também foram cancelados e que não há recursos para pagar os empréstimos consignados da Caixa Econômica Federal. A cidade, de 6,5 mil habitantes, tem 22 escolas de nível fundamental e uma de ensino médio. No total, são 171 professores efetivos. Para contornar o problema, o Ministério Público Federal pediu bloqueio de valores de contas públicas para impedir que a prefeitura use os recursos do Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica) em outras despesas que não o pagamento de salários. O prefeito José Araújo Rezende (PPS) diz que é importante que a Justiça entre no caso. “Nós provaremos que não estamos pagando porque o recurso não dá. Leia mais »

No Banner to display

28-05-2016

Marina diz que eleição de 2014 foi “fraudada” e Dilma cometeu crime

Foto: Rede Acontece

Foto: Guanambi Acontece

A ex-ministra Marina Silva (Rede) afirmou que as recentes revelações com base em gravações feitas pelo presidente da Transpetro Sérgio Machado mostram que PT e PMDB “convergem” no esforço de enfraquecer a Operação Lava Jato. Em entrevista concedida ontem na capital gaúcha, ela também voltou a defender a cassação da chapa da presidente da República afastada, Dilma Rousseff, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por entender que há elementos trazidos pela própria Lava Jato que indicam que a eleição de 2014 “foi fraudada” pelo uso de dinheiro oriundo do esquema de corrupção em contratos da Petrobrás. Embora defenda novas eleições, Marina disse que “ainda não sabe” se concorrerá à Presidência pela terceira vez. “As revelações feitas de conversas de parte da cúpula do PT e agora de parte da cúpula do PMDB demonstram que qualquer pessoa que tenha conhecimento mínimo do que está ocorrendo da política brasileira sabe que o ponto em que eles (PT e PMDB) se encontram e convergem na mesma profundidade, na mesma proporção, é no arrefecimento da Lava Jato”, disse. De acordo com Marina, o impeachment não pode ser classificado como golpe porque está previsto na Constituição e porque, segundo ela, houve crime de responsabilidade cometido por Dilma. “Mais de R$ 60 bilhões foram usados em operações de crédito sem autorização do Congresso, sem que nós tivéssemos lastro necessário para essas operações”, relatou. Para a fundadora da Rede Sustentabilidade, no entanto, embora seja um processo legal o impeachment não alcança a finalidade desejada de “passar o Brasil a limpo”, uma vez que mantém o PMDB no poder, na figura do agora presidente em exercício Michel Temer. “As cúpulas desses partidos indicaram juntas as diretorias da Petrobrás. Havia uma coordenação para a distribuição dos recursos da propina, e esses segmentos estavam operando politicamente para o enfraquecimento da Lava Jato”. Com informações do Estadão Conteúdo.

No Banner to display

28-05-2016

Agência de risco admite rever nota se Brasil limitar gasto público

Foto: Guanambi Acontece

Foto: Guanambi Acontece

A agência de classificação de risco Moody’s avalia que a implementação das propostas de ajuste fiscal do governo do presidente em exercício, Michel Temer, que ainda carecem de detalhes, provavelmente deve ser um processo “longo e árduo”, de acordo com um relatório divulgado nesta sexta-feira (27). Como pontos positivos das medidas anunciadas esta semana pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a Moody’s destaca a proposta de um teto para limitar o aumento dos gastos públicos a partir de 2017. “Se este teto for aprovado e implementado, a Moody’s veria como um desenvolvimento positivo para o rating (nota) de crédito”, de acordo com o relatório. A revisão nos números fiscais, anunciada por Temer, na semana passada, e que prevê déficit primário de R$ 170,5 bilhões no Brasil este ano, foi “muito maior” do que a Moody’s esperava. O governo trabalha com a expectativa de um déficit de 2,75% do Produto Interno Bruto (PIB) e a agência de classificação de risco destacou que o número é o mais alto para o país em 25 anos, o que evidencia a “severidade dos desafios que o Brasil enfrenta”. “Apesar de esperarmos que o atual governo tenha melhor chance de trabalhar com o Congresso do que a administração anterior, ainda não vemos um caminho claro para a implementação de reformas estruturais”, disse o analista-sênior da Moody’s para o Brasil, Samar Maziad. O relatório destaca que o governo brasileiro está prevendo forte declínio na arrecadação este ano, na medida em que a economia continua em recessão e que os gastos públicos vinculados, que são impedidos por lei de serem cortados, continuam tendo peso importante no Orçamento. Essas despesas respondem por 90% dos gastos do governo, o que deixa pouco espaço para cortá-las, ressalta o relatório. A Moody’s destaca que no início do segundo mandato da presidente afastada, Dilma Rousseff, o déficit nominal do Brasil era de 6,05% do PIB e o primário de 0,57%. Ao longo do ano passado, o primeiro indicador saltou para 10,3%.

No Banner to display

26-05-2016

Teste do pezinho diagnostica distúrbios na tireoide do bebê

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Você saberia reconhecer corretamente os sintomas mais comuns dos distúrbios da tireoide no seu filho? Uma pesquisa realizada em 16 países, incluindo o Brasil, revelou que 84% das 1.600 mães de filhos na faixa etária de 0 a 15 anos não conseguem identificar os sinais de hipo ou hipertiroedismo. Se você se enquadra neste universo, leia o post até o final. Como nesta quarta-feira (25) é comemorado o Dia Internacional da Tireoide, o blog Saúde sem Neura consultou a endocrinologista Laura Ward, presidente da SBEM-SP (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo), para esclarecer as principais dúvidas sobre hipotiroidismo congênito, a forma mais grave da doença. A boa notícia é que o distúrbio pode ser identificado no terceiro dia de vida do bebê por meio do teste do pezinho. Se você ou alguém da sua família tem algum tipo de distúrbio na tireoide, deve redobrar a atenção com as próximas gerações e exigir a realização do teste do pezinho. A endocrinologista também ressaltou que o problema é de 3 a 8 vezes mais comum em mulheres do que homens. Caso seu filho não tenha feito o exame, alguns sinais podem te ajudar a desconfiar a doença. Antes de falar dos sinais, quero esclarecer que a tireoide é uma glândula que fica no pescoço e produz dois hormônios: a triiodotironina (T3) e a tiroxina (T4). Eles ajudam não só no desenvolvimento e crescimento das crianças, como também contribuem para as funções vitais do corpo em todas as fases da vida. Leia mais »

No Banner to display

26-05-2016

Brasil fecha quase 63 mil vagas formais em abril, mostra Caged

 

Foto: Guanambi Acontece

Foto: Guanambi Acontece

O Brasil fechou 62.844 vagas formais de trabalho em abril, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho nesta quarta-feira. Foi o o décimo-terceiro mês seguido de fechamento de vagas com carteira assinada. O desempenho pior do que o esperado e levou para 378.481 o número de postos de trabalho formais fechados apenas em 2016. Em pesquisa da agência Reuters, analistas estimaram o fechamento de 40.000 vagas no mês. Em abril do ano passado, o país havia perdido 97.828 vagas, na série sem ajustes. As demissões líquidas (saldo entre contratações e cortes) ocorreram praticamente em todos os setores no mês passado. O pior resultado foi o do comércio, que fechou 30.507 empregos com carteira assinada. Também tiveram perdas os setores da construção civil (-16.036 postos), da indústria da transformação (-15.982 vagas) e de serviços (-9.937 empregos). A administração pública mostrou abertura líquida de vagas em abril, com 2.225 postos, e a agricultura também teve resultado positivo (+8.051 vagas). O mau resultado vem da economia em recessão, que afeta a confiança dos agentes econômicos. Ainda segundo a Caged, no acumulado em doze meses, o Brasil perdeu 1,82 milhão de postos com carteira assinada. A taxa de desemprego encerrou o primeiro trimestre em 10,9%, com 11,1 milhões de desempregados, de acordo com os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). (Reuters)

No Banner to display

Página 5 de 107« Primeira...34567...102030...Última »

No Banner to display

AQUIVO ACONTECE