Igreja na Alemanha retira sino em homenagem a Hitler » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 12-07-2020 » Coronavírus pelo país | Brasil registra média diária de 1.018 mortes por covid-19 nesta semana 12-07-2020 » UFC | Amanda Ribas dá show e vence Paige no 1º round; Bate-Estaca perde revanche 12-07-2020 » Meio Ambiente | Para empresários, governo mudou discurso sobre desmatamento 12-07-2020 » Ao meio-dia deste domingo | Ao vivo no UOL, Zeca Camargo faz hambúrguer e recebe Mariana Godoy 12-07-2020 » Ciência na pandemia | Maior acelerador de partículas do Brasil revela detalhes do coronavírus 12-07-2020 » Atriz de 'Glee' | Polícia mostra vídeo feito dentro de lago onde Naya Rivera desapareceu 12-07-2020 » Pandemia de coronavírus | Sábado com quarentena frouxa tem bares cheios em SP e praia agitada no Rio 12-07-2020 » Fórmula 1 na pandemia | Com Ferrari a caminho de vexame, o que esperar do GP da Estíria neste domingo 12-07-2020 » Cassia Moraes - Opinião | Visionário e aberto, Sirkis lutou por mundo sustentável até o seu último dia 12-07-2020 » Histórias da pandemia | 'Perdi minha avó para a covid-19. No dia seguinte, perdi meu pai também' 12-07-2020 » Ecoa | Série revela beleza da costa atlântica brasileira; veja imagens exclusivas 12-07-2020 » Tilt | Igual ou diferente? A ilusão de ótica que levou mais de 100 anos para ser explicada 12-07-2020 » Folha de São Paulo | SP mantém remoções e vê nascer favela de desabrigados da quarentena 12-07-2020 » Jornalista britânico Paul Mason | 'Alternativa para os próximos 20 anos é uma forma sustentável de capitalismo' 12-07-2020 » Caso na França | Morre motorista agredido por pedir uso da máscara 12-07-2020 » US$ 6,07 bilhões | Elon Musk supera Buffett e se torna 7ª pessoa mais rica 12-07-2020 » Tony Marlon - Opinião | Existe uma imprensa negra? História pouco contada por ela mesmo 12-07-2020 » Julián Fuks - Opinião | Reféns do presente: por que nos submetemos tanto ao tema da vez? 12-07-2020 » Em sábado de sol | Gabigol e Renato Gaúcho são flagrados sem máscara no Rio 12-07-2020 » Litoral de São Paulo | Polícia prende suspeito de matar jovem que fazia trilha em Maresias
Publicidade
26 de julho de 2019

Igreja na Alemanha retira sino em homenagem a Hitler

Foto: Ronald Wittek/EFE

No último domingo (21) a igreja de São Vendelino, na cidade de Essingen, ao sul da Alemanha, retirou de sua torre um sino de 1936, colocado em homenagem ao ditador sanguinário Adolf Hitler. Além de inscrições glorificando o tirano, também havia uma suástica nazista gravada no sino. A retirada aconteceu durante um evento na igreja, que incluiu a colocação de um novo sino no lugar daquele que recordava o autor do Holocausto. No lugar da frase homenageando Hitler e a suástica nazista, foi gravado no novo sino uma frase do Evangelho de Mateus. Segundo a emissora de televisão pública regional SWR, a frase atual é a mesma inscrita no primeiro sino do templo, construído no século XIII, que acabou sendo substituído durante o avanço do nazismo. O objeto em homenagem a Hitler só foi descoberto graças a uma inspeção do Conselho da Igreja. Em busca de vestígios do nazismo, o conselho decidiu inspecionar há dois anos as igrejas debaixo de sua autoridade na região, descobrindo que ao menos cinco sinos do período nazista estavam em uso. Dois destes sinos, incluindo de Essingen, foram retirados. A substituição dos outros sinos tem encontrado resistência de autoridades locais, mesmo com o desejo da população. Enquanto o embate não chega ao fim, campanhas são promovidas pedindo a retirada dos objetos.


VOLTAR