Índices de aprovação de Dilma melhoram, mas avaliação negativa fica em 62,4% » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 21-05-2019 » A Dona do Pedaço | Opinião: Estreia fascina e constrange como as melhores novelas 21-05-2019 » Série da HBO | Fim de Game of Thrones deixa fãs tristes, bravos e ansiosos por mais 21-05-2019 » Reforma da Previdência | Bolsonaro muda o tom e diz que 'valoriza Parlamento' 21-05-2019 » Piloto austríaco | Morre aos 70 anos Niki Lauda, tricampeão mundial de Fórmula 1 21-05-2019 » Rui Costa, da Bahia | Mensalidade em universidade pública não deve ser tabu, diz governador do PT 21-05-2019 » Felipe Francischini (PSL-PR) | Presidente da CCJ da Câmara diz que reforma tributária será votada na quarta-feira 21-05-2019 » Em Barão de Cocais (MG) | Por temor de que trepidações afetem barragem, Vale paralisa trem de carga 21-05-2019 » 'Vocês estão cegos' | Janaina Paschoal diz que deixará bancada do PSL e questiona sanidade de Jair Bolsonaro 21-05-2019 » O dia nos esportes | Abel é alvo de protesto no Flamengo, e Liziero, do SP, tem lesão 21-05-2019 » Marca carioca nega | Loja Três é acusada de racismo, assédio moral e gordofobia 21-05-2019 » Em áudio de Bolsonaro | Chamado de 'inimigo', executivo da Globo vai a evento no Planalto 21-05-2019 » De Globo a Record | Frustradas com Jair Bolsonaro, redes de TV adiam novos projetos 21-05-2019 » Resumo da segunda | Fofoca entre Poderes, barragem ameaçada e mais notícias do dia 21-05-2019 » no Brasileirão | Vasco e Grêmio vão brigar para não cair? Blogueiros opinam 21-05-2019 » Nina Lemos | Namorado que não aceita fim pode te matar 21-05-2019 » Joyce | Onde estão nossas referências? 21-05-2019 » Jairo Bouer | Conhecer riscos não impede uso de anabolizantes 21-05-2019 » Sakamoto | Como governar em uma democracia? 21-05-2019 » Vilarinho | Noiva, veja cuidados para preparar a pele 21-05-2019 » Josias de Souza | E se uma bala perdida do capitão atingir Guedes?
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
25 de fevereiro de 2016

Índices de aprovação de Dilma melhoram, mas avaliação negativa fica em 62,4%

Foto: Rede Acontece

Foto: Rede Acontece

Os índices de aprovação de Dilma Rousseff melhoraram entre outubro do ano passado e fevereiro deste ano. No entanto, a avaliação negativa do governo da presidente segue alta, passando de 70% para 62,4%. A avaliação positiva da gestão apresentou crescimento de 2,4%, chegando a 11,4%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (24) em pesquisa feita pelo instituto MDA sob encomenda da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Quanto ao desempenho pessoal, 21,8% dos entrevistados aprovaram Dilma Rousseff, contra 15,9% em outubro de 2015. Já o índice de desaprovação do desempenho pessoal passou de 80,7% para 73,9%. O levantamento também indica que 67,8% das pessoas consideram a presidente culpada pelo esquema de corrupção na Petrobras, contra 69,2% na última pesquisa. A melhora no desempenho não se aplica para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre os entrevistados, 70,3% acreditam que ele é culpado pela corrupção na estatal, enquanto em outubro do ano passado o índice era de 68,4%. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas, em 136 municípios de 25 estados. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. (BN)


VOLTAR
24 de fevereiro de 2016

Índices de aprovação de Dilma melhoram, mas avaliação negativa fica em 62,4%

FOTO: BRUMADO ACONTECE

FOTO: BRUMADO ACONTECE

Os índices de aprovação de Dilma Rousseff melhoraram entre outubro do ano passado e fevereiro deste ano. No entanto, a avaliação negativa do governo da presidente segue alta, passando de 70% para 62,4%. A avaliação positiva da gestão apresentou crescimento de 2,4%, chegando a 11,4%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (24) em pesquisa feita pelo instituto MDA sob encomenda da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Quanto ao desempenho pessoal, 21,8% dos entrevistados aprovaram Dilma Rousseff, contra 15,9% em outubro de 2015. Já o índice de desaprovação do desempenho pessoal passou de 80,7% para 73,9%. O levantamento também indica que 67,8% das pessoas consideram a presidente culpada pelo esquema de corrupção na Petrobras, contra 69,2% na última pesquisa. A melhora no desempenho não se aplica para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre os entrevistados, 70,3% acreditam que ele é culpado pela corrupção na estatal, enquanto em outubro do ano passado o índice era de 68,4%. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas, em 136 municípios de 25 estados. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais


VOLTAR