Ipiaú: Polícia Civil desmonta fábricas clandestinas de água sanitária » Rede Acontece
Últimas
23-09-2018 » Renda mínima ajuda a empreender | Autor holandês defende a utopia do dinheiro de graça para todos 23-09-2018 » Lança livro no Brasil | 'Melhor jeito de se rebelar é ser conservador', diz paladino gay de Trump 23-09-2018 » Os mascates do Rio | Periferia sem crédito mantém vendedor de porta em porta 23-09-2018 » Brasileirão | SP empata com América-MG; veja gols 23-09-2018 » Reta final | Presidenciáveis intensificam campanha perto do 1º turno 23-09-2018 » Associação com PT | Doria ataca Márcio França com imagem do governador obeso 23-09-2018 » "Mesmo comportamento" | Ciro compara parte do PT a "fascistas de direita" 23-09-2018 » Incendiário | Conheça o homem que tentou parar a Renascença 23-09-2018 » Mudança comportamental | Síndrome do Pequeno Poder: veja como lidar com o problema 23-09-2018 » Abalo mental | Discriminação na infância influencia saúde de jovens 23-09-2018 » Saiba como | Latam ajuda cliente saber se mala tem tamanho certo 23-09-2018 » Venda recorde | Carro popular evolui e atende pessoas com deficiência 23-09-2018 » Alexandra Gurgel | 'Homens querem a gorda na cama, mas ninguém pode saber' 23-09-2018 » Ex-ministro de Itamar | Eleição não acabará com crise, diz Ricupero 23-09-2018 » Intervenção federal | Rio tenta gastar melhor R$ 1 bi em material da polícia 23-09-2018 » Educação | Ensino ruim piora desigualdade e violência 23-09-2018 » Resposta a Bolsonaro | Alckmin: "Covardia é desrespeitar mulher, negro, pobre" 22-09-2018 » Viagem de filho | Bolsonaro mobilizou Itamaraty para resolver assunto pessoal em 2011 22-09-2018 » Não é só fast-food | Shoppings de São Paulo ganham restaurantes famosos 22-09-2018 » Espanhol | Real vence Espanyol com VAR e Marcelo e Bale poupados
Publicidade
29 de junho de 2018

Ipiaú: Polícia Civil desmonta fábricas clandestinas de água sanitária

Imagem Divulgação

A Polícia Civil localizou e fechou nos bairros Santa Rita e Aloísio Conrado duas fábricas clandestinas de água sanitária em Ipiaú. Conforme informou o delegado titular de Ipiaú, Dr. Rodrigo Fernando, as empresas Q Melhor (representada por Ladislau Ramos) e a Rio de Contas (representada por Milton dos Santos), produziam o material de forma ilegal e utilizavam vasilhames e rótulos de outras marcas famosas na região. “Foi constatado que as respectivas marcas estavam utilizando frascos e tampas de fabricação e usos exclusivos da empresa Teiú Indústria e Comércio LTDA, bem como os resultados encontrados nos produtos. Após análise de um químico, o material aponta níveis que não atendem às especificações exigidas pela Anvisa. Os produtos também são vendidos sem expedição das respectivas notas fiscais. Assim, a Polícia Civil de Ipiaú trabalha com o intuito de proteger o cidadão que adquire um produto em desacordo com o exigido, no caso em tela, com risco seríssimo de infecções, pois não são aptos ao que se propõe”, destacou o delegado. Os proprietários das duas empresas clandestinas responderão pelo crime de contra a ordem econômica e as relações de consumo. O material apreendido na operação policial foi encaminhado para a delegacia local.


VOLTAR