José Ronaldo é acionado pelo MP por improbidade administrativa » Rede Acontece
Últimas
16-02-2019 » Crise no governo | Após reunião, Bolsonaro avisa Bebianno que ele está fora do governo 16-02-2019 » Tragédia em Minas Gerais | Qual é a responsabilidade dos 8 presos da Vale por Brumadinho, segundo juiz 16-02-2019 » Roberto Sadovski | Por que os heróis de The Umbrella Academy precisam de terapia 16-02-2019 » Foto com Bolsonaro viralizou | Análise: Masturbação em obra de Di Cavalcanti no Alvorada é fantasiosa 16-02-2019 » Autoridades temem reação | PCC aguarda ordem para agir, diz promotor que transferiu cúpula 16-02-2019 » Veja datas dos confrontos | Corinthians, Santos e Flu jogam em casa na 2ª fase da Copa do Brasil 16-02-2019 » Tereza Cristina e Salles | Ministros visitaram plantio ilegal em área embargada pelo Ibama em MT 16-02-2019 » Acontece neste sábado em SP | 'Tem surpresa no meu set', promete Alok para apresentação no Festival CarnaUOL 16-02-2019 » Pedido de habeas coletivo | 2ª Turma do STF nega recurso para libertar preso em 2ª instância 15-02-2019 » Escreveu ao Senado | Futuro chefe do BC priorizará banco digital, mas não fala de juros 15-02-2019 » Na Câmara do RJ | Carlos Bolsonaro apoia medalha a Mourão após crítica a 'discussão' 15-02-2019 » Após acidente aéreo | Laudo do IML: Boechat morreu em decorrência de politraumatismo 15-02-2019 » Começará em Jujuy | Argentina adota modelo uruguaio para produção de maconha medicinal 15-02-2019 » Será no Fantástico | Dueto com Anitta marcará aposentadoria de João Carlos Martins 15-02-2019 » Valor não foi revelado | Cirurgia de Bolsonaro exigirá pagamento inédito por hospital militar 15-02-2019 » R$ 250 mil em firma de eventos | Presidente do PSL, Bivar contratou empresa de filho com fundo eleitoral 15-02-2019 » Leonardo Sakamoto | Opinião: Brasil é segurança de mercado que sufoca e mata jovens negros 15-02-2019 » Tragédia em Brumadinho (MG) | MP: Emails da Vale indicam laudo de estabilidade de barragem manipulado
Publicidade
9 de fevereiro de 2019

José Ronaldo é acionado pelo MP por improbidade administrativa

Foto Rede Acontece

O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM); a ex-secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas; o ex-subprocurador do Município, Cleudson Santos Almeida; e o então presidente da comissão de licitação no Município, Antônio Rosa de Assis, foram acionados pelo Ministério Público estadual por dispensa indevida de licitação realizada no ano de 2013, quando José Ronaldo era prefeito. O ato de improbidade causou ao erário um dano de R$ 6.379.495,62. Na ação, o promotor de Justiça Tiago de Almeida Quadros pede o ressarcimento integral do valor, a perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio dos acionados, bem como a suspensão dos seus direitos políticos de cinco a oito anos, além da proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios. De acordo com Tiago Quadros, a dispensa de licitação autorizou a contratação da Cooperativa de Serviços Profissionais Especializados em Saúde (Coopersade) no período compreendido entre 03 de abril e 02 de outubro de 2013. O promotor de Justiça relata que quando o então prefeito reassumiu a gestão de Feira de Santana, no dia 1º de janeiro e 2013, a Coopersade já possuía um contrato emergencial com o Município referente a prestação de serviços com profissionais da área de saúde e correlatos. Como esse tipo de contrato não pode ser prorrogado, “com o objetivo de manter a empresa, os acionados simularam um processo de dispensa de licitação”, afirmou Tiago Quadros. “Na prática o MP tem apurado a ocorrência de um loteamento de mercado, burlando a competitividade para beneficiar uma cooperativa, gerando contratações prejudiciais ao interesse público”, afirmou o promotor de Justiça.


VOLTAR