Jovem que viveu em abrigo desde bebê é adotada pouco antes de fazer 18 » Rede Acontece
Últimas
16-01-2019 » Se diz explorada | Rihanna abre processo contra o próprio pai, Ronald Fenty; entenda 16-01-2019 » Contas | Veja 7 dicas para economizar na compra de material escolar 16-01-2019 » Loterias | Mega acumula e pode pagar R$ 27 milhões na quinta; veja dezenas 16-01-2019 » Copa São Paulo | Figueirense elimina Palmeiras, que mantém jejum na competição 16-01-2019 » Fim de contrato | Acusado de assédio, José Mayer deixa a Globo após 35 anos 16-01-2019 » Medida é considerada ilegal | Sindicatos querem tirar reajuste salarial de quem não pagar contribuição 16-01-2019 » Italiano preso | Bolívia descarta atuação brasileira em captura de Battisti 16-01-2019 » Querem implantar no Brasil | Bancada do PSL vai à China importar sistema que reconhece rostos 16-01-2019 » Ministro da Justiça | Para Moro, críticas indicam que decreto de posse de arma foi "ponderado" 16-01-2019 » Presidência da Câmara | Esquerda não chega a acordo e pode liberar voto de deputados 16-01-2019 » Assinado por Bolsonaro | Decreto frustra defensores de acesso a armas; indústria aprova 16-01-2019 » 1ª visita de chefe de Estado | Macri vem ao Brasil e discute com Bolsonaro Mercosul e Venezuela 16-01-2019 » Antes de tomar posse | Bolsonaro recebeu R$ 33,7 mil de auxílio-mudança da Câmara 16-01-2019 » Combustível feito em um único local | Parada em refinaria da Petrobras deixa aviões agrícolas sem gasolina 16-01-2019 » 'Frankenstein' de 2018 | Misturamos modelos de celulares para criar o 'aparelho dos sonhos' 16-01-2019 » Interpretação de mapa astral | Para de ser doida! Sense Márcia analisa a vida da youtuber Evelyn Regly
Publicidade
11 de julho de 2018

Jovem que viveu em abrigo desde bebê é adotada pouco antes de fazer 18

Foto: Reprodução

Após viver em abrigos por 15 anos, a adolescente Mariana Rocha foi adotada duas semanas antes de completar a maioridade e ter de deixar o orfanato onde morava, no Entorno do Distrito Federal.

A jovem contou ao G1 que não tinha muitos planos até que conheceu a cabeleireira Lucélia Rocha e o pintor Laurentino Rocha. “[A adoção] mudou tudo. Eu não tinha sonhos, era muito presa. Agora me sinto livre. Comecei a enxergar um futuro”, disse Mariana.

De acordo com a publicação, o processo de adoção foi concluído no dia 3 de julho, duas semanas antes da adolescente completar 18 anos. A irmã biológica de Mariana, Maiara, passou por isso e teve de deixar o orfanato e aprender a se virar sozinha.

A mãe decidiu pela adoção após saber da história de Maiara por meio do ex-diretor do orfanato. Ele contou que ela, hoje com 20 anos, estava morando nas ruas. A cabeleireira a procurou e acolheu e foi em busca de Mariana.

“O ex-diretor do orfanato falou que todas as crianças da época que eu fiz um trabalho lá tinham sido adotadas, menos ela e a irmã. Preocupado, ele me perguntou se eu podia ajudar e que ela precisava de uma casa. Eu falei: uma casa eu tenho”, contou Lucélia.

Mariana conta que ficou muito feliz e foi se aproximando da família aos poucos. O casal conseguiu uma autorização judicial para que a adolescente passasse o Natal e uma parte das férias com eles. Depois desse período, ela pediu para não ter de voltar para o orfanato.

“Ela pediu pra ficar conosco e foi um momento de muita emoção alguém escolher andar com a gente, não temos vida boêmia, moramos em área rural. Ela que nos escolheu”, lembrou a mãe.

Segundo Mariana, agora as expectativas mudaram. “Hoje eu quero estudar aviação e ser aeromoça igual à minha irmã [adotiva] mais velha”, disse ela.


Tags:
VOLTAR