Juca Kfouri: Lula disse que petistas precisam fazer ‘pregação diária’, como pastores » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 20-05-2019 » Movimento xamânico | Indígenas usam turismo e ayahuasca por dinheiro e segurança na mata 20-05-2019 » Plano do governo Bolsonaro | Reserva que seria 'nova Cancún' tem golfinho isolado e área pequena 20-05-2019 » Reconhece sozinho o seu rosto | Com reconhecimento facial, vigia estilo anime ganha 'vida' no Japão 20-05-2019 » Relações exteriores | Apesar da promessa de Trump, Brasil não espera apoio formal à entrada na OCDE 20-05-2019 » Nível máximo de alerta em MG | Barragem em risco de desmoronamento cria 'terrorismo psicológico' 20-05-2019 » Brasileiro | Carille valoriza vitória fora de casa e minimiza pressão do Athletico 20-05-2019 » Acabou neste domingo | Game of Thrones tem final agridoce; saiba como a série termina 20-05-2019 » Confirmou oferta | Drogba explica por que não fechou com o Corinthians em 2017 20-05-2019 » Assista aos gols | Ceará faz 2 a 1 e mantém Grêmio na zona de rebaixamento 20-05-2019 » PM diz apurar o caso | Vídeo mostra PM dando voadora em moradores da Brasilândia, em SP 20-05-2019 » Está fazendo 'drama' | Janaina Paschoal se diz contra manifestações de apoio a Bolsonaro 20-05-2019 » Estreia de Luxemburgo | Com gol aos 49 min do 2º tempo, Avaí empata com Vasco por 1 a 1 20-05-2019 » Josias de Souza | Gestão da guerra, pela guerra e para a guerra 20-05-2019 » Mauricio Stycer | Globo e Record usam novelas contra crises 20-05-2019 » H. Schwartsman | Críticas de Bolsonaro servem para seu governo 20-05-2019 » Flávio Ricco | Record mira profissionais da Band 20-05-2019 » F. Torres | No Brasil, a mudança se deu com os milicos 20-05-2019 » Flávio Prado | Enquanto Sampaoli vai mal, Diniz vai bem 20-05-2019 » Mariliz P. Jorge | Não fui criada para ir ao supermercado 20-05-2019 » R. A. Pereira | Idiotas úteis são o melhor tipo de idiota
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
5 de abril de 2019

Juca Kfouri: Lula disse que petistas precisam fazer ‘pregação diária’, como pastores

Foto Reprodução

O jornalista Juca Kfouri disse que ficou surpreso ao encontrar o ex-presidente Lula nesta quinta-feira (4), na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, a três dias da prisão do petista completar um ano. “Eu imaginava encontrá-lo muito mais debilitado fisicamente. Mas o Lula é o Lula. Só fala em projeto do Brasil, em quando sair daqui, naquilo que o PT precisa fazer”, afirmou Kfouri. O jornalista relatou o que ouviu do ex-presidente na visita: “Os petistas têm que ser igual aos pastores. Repetir todo dia as coisas para ensinar o que o Brasil precisa ser amanhã. Não adianta ter uma ideia brilhante e só manifestar a cada 40 dias, na reunião do partido. Tem que ser uma pregação diária”. Kfouri afirmou que o objetivo da visita foi prestar solidariedade pelo falecimento do neto do ex-presidente, Arthur Lula da Silva, no começo de março. “Tenho duas netas e sou perfeitamente capaz de imaginar a dor que sente o presidente Lula pela perda que teve”, declarou. De acordo com o jornalista, há um “sentimento ambíguo” ao deixar a superintendência da PF. “Que não é possível que esse cara seja mantido ali por quase um ano. Mas também otimista, porque não dá para encontrar com ele e não estar otimista”, completou. Quem também visitou Lula nesta quinta foi Afrânio Jardim, procurador de Justiça aposentado do Ministério Público do Rio de Janeiro. O tom do seu discurso, entretanto, foi diferente daquele feito pelo jornalista. “Diferente do Juca, eu só saio daqui perplexo, indignado. Eu fico perplexo como ele [Lula] e nós, da sociedade, aceitamos isso. […] Qual o sentido disso, a não ser evitar que ele possa fazer política aqui fora? Eu não tenho essa grandeza que o Lula tem. Eu me revolto”, disse Jardim. “Não vou pregar revolução infantil, nem ser um esquerdista inconsequente, mas acho que a gente tem que ficar mais indignado, não pode ficar aqui só gritando ‘boa tarde’, ‘boa noite’, ‘Lula livre’ […] Eu não teria medo de colocar em risco alguma coisa, até a própria vida, para mudar essa situação que está aí. Não sei o que fazer, o que falar”, acrescentou o procurador aposentado. Ainda conforme Jardim, “juridicamente, é um absurdo o que estão fazendo”. “Leciono processo penal há 39 anos e estudei o caso dele”, disse.


VOLTAR