Juíza decide Mandado de Segurança e Câmara Municipal tem 48 horas reempossar Girson Ledo vereador de Brumado » Rede Acontece
Últimas
16-12-2018 » Programa Mais Médicos | Saída de cubanos deixa bairro pobre do Rio sem médicos: Agora, só Jesus 16-12-2018 » Não passe perrengue | Bebidas, remédios, bichos? Veja o que pode trazer do exterior na mala 16-12-2018 » 50 anos de trabalho na Amazônia | 'Perdoei o índio isolado que me flechou no rosto', conta ex-sertanista 16-12-2018 » Alvos da facção em SP | PCC planeja matar deputado da bancada da bala e secretário, diz Gaeco 16-12-2018 » Consumidor é quem ganha | Maior concorrência de fintechs com bancos ajudará juro a cair, diz entidade 16-12-2018 » Novo técnico | Sampaoli cita gringos, brasileiros e pede para Santos 'segurar' saídas 16-12-2018 » Troca de acusações | Jovens pedem comida após sonho frustrado de jogar na Europa 16-12-2018 » 'Nunca tinha apanhado' | Apresentadora lembra de agressões em La Bombonera 16-12-2018 » Questão de identidade | Após saída de Gentil, Globo freia mudanças no Esporte Espetacular 16-12-2018 » Estreia antecipada | Por que Aquaman faz tanto sucesso nos cinemas da China? 16-12-2018 » Citado em relatório do Coaf | Ex-assessor de Flávio Bolsonaro, PM ganhou bônus por coragem 16-12-2018 » Novo governo | Futuro chanceler diz que Maduro não foi convidado para posse de Bolsonaro 16-12-2018 » UOL esteve na cidade | Em Abadiânia (GO), ninguém fala sobre o caso João de Deus 16-12-2018 » 50 anos do Ato Institucional | Produto do AI-5, DOI-Codi foi símbolo da repressão e da tortura na ditadura 16-12-2018 » Impacto da crise econômica no país | Número de passageiros em voos cai ao patamar do início da década
Publicidade
6 de dezembro de 2018

Juíza decide Mandado de Segurança e Câmara Municipal tem 48 horas reempossar Girson Ledo vereador de Brumado

Foto Rede Acontece

Mandado de Segurança impetrado por Girson Ledo Silva (PSDB) em Brumado foi julgado procedente na tarde desta quinta-feira (6) pela juíza Dra. Adriana Pastoreles Silva Quirino Couto, titular da Vara dos Feitos Relativos às Relações de Consumo, Cíveis e Comerciais da Comarca do município.

Nos autos sustenta o impetrante que fora diplomado na condição de 1º suplente de Vereador de Brumado-BA, eleito com 873 votos preferenciais do total de 36.854 válidos. Ocorre que Eduardo Cunha Vasconcelos, vereador titular da Câmara de Vereadores de Brumado apresentou atestado médico para gozo de licença para tratamento de saúde pelo período de 120 (cento e vinte) dias a partir do mês de agosto de 2018. Não havendo convocação de ofício, Girson alega que teria tentado solucionar o fato pela via administrativa, mas não lograra êxito e entrou na justiça reivindicando seu direito por ser 1ª suplente eleito. Na sentença a magistrada diz que “Este juízo entende que, no presente caso, a certeza jurídica consubstancia-se no fato de o pleito do impetrante encontrar fundamento no art. 49, §1º da Lei orgânica municipal e nos arts 76 e 77 do Regimento Interno do Poder Legislativo de Brumado”. Isto posto, sentenciou “Concedo a Segurança pleiteada, determinando à autoridade impetrada que convoque o impetrante, no prazo de 48 horas, para ocupar o cargo de vereador, vago devido à licença do titular, com fundamento no Art. 48 da Lei Orgânica do Município de Brumado – BA e dos Arts. 76 e 77 do Regimento Interno do Poder Legislativo correspondente”. Ver sentença na integra


VOLTAR