Lúcio cobra execução de obras estaduais que já possuem recursos: ‘Nosso trabalho a gente faz’ » Rede Acontece
Últimas
21-08-2018 » Cotação em alta | Mercado especula com eleição, e dólar opera perto de R$ 3,97 21-08-2018 » Ex-presidente é candidato | Para acelerar caso Lula, Barroso pode abrir mão de prazos no TSE 21-08-2018 » Chove, mas continua seco | Imagens de satélite mostram que estiagem impera na maioria do NE 21-08-2018 » Uma alternativa pouco conhecida | Não tem fiador? Título de capitalização pode servir para garantir aluguel 21-08-2018 » Ideia é repetir Donald Trump | Bolsonaro diz que cometeu ato falho e que jamais pensou em sair da ONU 21-08-2018 » O craque de 13 patrocinadores | Por contrato, Neymar destina 85% do lucro com publicidade aos pais 21-08-2018 » Nova Blazer, Argo 'Cross' e mais | Confira os carros que serão lançados no Salão de São Paulo 2018 21-08-2018 » Jornalismo | Morre aos 61 anos Otavio Frias Filho, diretor de Redação da Folha 21-08-2018 » Pesquisa Ibope | Suplicy tem 28%, Covas, 17%, e Olimpio, 15% para Senado em SP 21-08-2018 » Caso Letícia Almeida | Ex-cunhada fala sobre traição de atriz e cita perdão 21-08-2018 » TV cita 'renovação' | Domingão do Faustão tem cinco bailarinas demitidas 21-08-2018 » Após oito anos | Narrador do SporTV é dispensado: 'Fui pego de surpresa' 21-08-2018 » Reality volta hoje | 5 participantes que se rebelaram contra o MasterChef 21-08-2018 » Pirâmide de sucessos | Como Goiânia virou o mais importante mercado do sertanejo 21-08-2018 » Multa e saída gratuita | Leila fala em prejuízo de R$ 100 mi com Barrios no Palmeiras 21-08-2018 » Seu corpo | Por que sentimos mais fome quando está frio? 21-08-2018 » Guerra contra a hora extra | Japão está pedindo que trabalhadores tirem uma manhã de 2ª de folga 21-08-2018 » Luto além do jornalismo | Como dramaturgo, Otavio teve sucessos e fracassos 21-08-2018 » Trajetória | Otavio esteve à frente da campanha pelas Diretas Já 21-08-2018 » Refrigerante importado? | Sem subsídio na Zona Franca, Coca-Cola ameaça deixar Brasil
Publicidade
centro medico sao gabriel intersorft clinica master lab laboratorio
30 de janeiro de 2016

Lúcio cobra execução de obras estaduais que já possuem recursos: ‘Nosso trabalho a gente faz’

FOTO: GUANAMBI ACONTECE

FOTO: GUANAMBI ACONTECE

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) cobrou do governo do estado, nesta sexta-feira (29), a execução de obras baianas que já possuem recursos disponíveis. Entre os projetos estão a requalificação da Praça Castro Alves e do seu entorno, em Salvador; a revitalização da Passarela do Descobrimento (atual Passarela do Álcool), em Porto Seguro; e a construção da Via Expressa do Barradão. “Estou cobrando porque nosso trabalho a gente faz. A inflação como está e o dólar como subiu, não dá para fazer nada. Depois pede aditivo e começa, as pessoas cobram dos parlamentares. Isso é um caso típico”, afirmou o parlamentar. Segundo Lúcio, o contrato para requalificação da Praça Castro Alves foi assinado em 31 de dezembro de 2012, no valor de R$ 10.264.000,00, cujo repasse seria R$ 9.750.000,00. No mesmo dia foi assinada a revitalização da Passarela do Descobrimento, cujo valor de repasse seria R$ 1.706.250,00, diante de R$ 1.881.250,00 do valor do contrato. “Recurso para Via Expressa do Barradão, trabalho nosso junto a Fábio Mota [na época secretário nacional do Ministério do Turismo] e Gastão [Vieira, então ministro do Turismo]e a obra está paralisada. Só fez 2%. Isso é uma manobra para não perder o contrato. Se está licitada, por que não começa?”, questiona o peemedebista, em referência ao contrato assinado no mesmo dia em que os dois já citados, no valor de R$ 18.013.975,00. “Estou cobrando isso, pois não quero que Rui Costa (PT), governador do estado] seja chamado de ‘Ruileza’, como Wagner Moura era chamado de ‘Wagareza’”, finalizou.


VOLTAR