Maiquinique: Polícia Federal e CGU deflagra operação no combate de desvios de verbas públicas » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 26-01-2020 » Cantores sertanejos | Michel Teló tieta Leonardo: 'Você é um fenômeno' 26-01-2020 » Eleições de 2022 | Josias: Bolsonaro e Lula veem Moro como presidenciável 26-01-2020 » Campeonato Carioca | Flu goleia Bangu, chega à liderança do grupo B e complica o rival Vasco 26-01-2020 » Equipe pré-olímpica | Assista: raio cai perto de campo da seleção e paralisa treino 26-01-2020 » Interior de SP | Avó passa mal e morre ao receber a notícia da morte do neto 26-01-2020 » 'Nem sei como funciona' | Brad Pitt desmente que está no Tinder após piada sobre aplicativo 26-01-2020 » Análise | Justin Bieber, Lindsay Lohan e outros 26-01-2020 » Luz apagada e minuto de silêncio | Torcida e jogadores homenageiam Kobe em 1º jogo da NBA após tragédia 26-01-2020 » Morre astro do basquete | Além do basquete: Kobe ganhou Oscar, escreveu livro e tinha projeto social 26-01-2020 » Brasileiro brilha na vitória contra Lille | Neymar homenageia Kobe Bryant com número 24 após marcar pelo PSG 26-01-2020 » Carreira pública | Com menos vagas, concurseiros ainda sonham com cargo público 26-01-2020 » Queda na Califórnia | Kobe Bryant morre aos 41 anos em acidente de helicóptero nos EUA 26-01-2020 » Viagem oficial | Bolsonaro diz que 'jamais' pediria para Trump mudar trato com deportados 26-01-2020 » Deputado federal | Eduardo Bolsonaro defende fabricantes estrangeiros no Brasil por acesso a armas 26-01-2020 » Bloco de Carnaval | Rainha do Agrada Gregos, Gretchen abre segundo dia de festival em São Paulo 26-01-2020 » Premiação nos EUA | Michelle Obama ganha Grammy por audiolivro de Minha História 26-01-2020 » Corte de gastos | Globo corta festas de novelas, mas Grazi e Deborah bancam 26-01-2020 » Eterna Danny Bond | Há 5 anos, bunda de Paolla Oliveira quebrava a internet 26-01-2020 » Posta para adoção | 'Pior gata do mundo' bomba na web e vira celebridade nos EUA 26-01-2020 » Tá rolando? | Maraisa posa com empresário e mãe entrega: 'Namorado'
Publicidade
24 de julho de 2018

Maiquinique: Polícia Federal e CGU deflagra operação no combate de desvios de verbas públicas

Foto Rede Acontece

A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria Geral da União, deflagrou nesta terça-feira (24) a Operação Ciranda de Pedras, que visa combater crimes de desvio de recursos públicos destinados à área da infraestrutura na cidade de Maiquinique/BA nos anos de 2012 a 2017. Cerca de 60 Policiais Federais, acompanhados de nove auditores da Controladoria Geral da União, cumprem vinte mandados de busca e apreensão e catorze mandados de intimação nos municípios baianos de Maiquinique, Macarani, Itapetinga, Itamaraju, Teixeira de Freitas, Jequié, Mirante e Vitória da Conquista. A operação decorre de uma investigação iniciada em 2017, sobre obras inacabadas na pavimentação com bloquete sextavado que deveriam ter sido executadas nas ruas do município de Maiquinique, decorrentes de seis procedimentos licitatórios celebrados na gestão local, quadriênio 2013-2016, em convênio com o Ministério das Cidades. Além dos serviços não executados ou parcialmente executados, a investigação descobriu que um grupo de quatro empresas fazia revezamento nas licitações e parte dos recursos era destinada a pagamentos de parentes e pessoas ligadas à Administração Municipal. Apurou-se, ainda, que algumas dessas empresas, vencedoras de licitações recorrentes, serviam apenas de “fachada” e eram compostas por sócios “laranjas”. A organização criminosa obteve contratos da ordem de R$3.428.183,03 (três milhões, quatrocentos e vinte e oito mil, cento e oitenta e três reais e três centavos), dos quais R$1.587.619,76 (um milhão, quinhentos e oitenta e sete mil, seiscentos e dezenove reais e setenta e seis centavos) está estimado como o valor potencial do desvio com ordem de bloqueio judicial. O título ‘Ciranda de Pedra’ traduz uma fonte de múltiplos significados. No entanto, a ‘ciranda’ da obra de Lygia Fagundes Teles é formada por pedras, simbolicamente representando a sua dureza, a desintegração, o fechamento entre seus participantes e a não aceitação de novos membros. Os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos e fraude à licitação.


VOLTAR