Maiquinique: Polícia Federal e CGU deflagra operação no combate de desvios de verbas públicas » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 16-09-2019 » Área de proteção ambiental | Incêndio em Alter do Chão se agrava, e Pará pede ajuda da Força Nacional 16-09-2019 » Em Angra dos Reis (RJ) | Vida de luxo e lancha de R$ 6 mi levaram polícia à prisão de líder do PCC 16-09-2019 » Brasileirão | São Paulo arranca empate no fim contra o CSA no Morumbi 16-09-2019 » Causa não divulgada | Filho de Benito Di Paula morre aos 36 anos de idade no Rio 16-09-2019 » Área de floresta do DF | Bombeira morre eletrocutada ao combater incêndio 16-09-2019 » Tem Frota, Joice e Moro | Com tuíte polêmico, Carlos abre capítulo de brigas da direita 16-09-2019 » Previdência | Policiais recorrem à lei de 1985 para obter aposentadoria mais alta 16-09-2019 » Senador já recorreu | Romário é condenado a pagar R$ 408 mil por dívida de aluguel 16-09-2019 » Em Brasília | Fluminense bate Corinthians por 1 a 0 com frango do goleiro Cássio; veja o gol 16-09-2019 » Grêmio | Renato diz que conversou com André sobre BO por distúrbio 16-09-2019 » Em São Paulo | Moro visita Bolsonaro em hospital e diz que "o homem é forte" 16-09-2019 » Morreu aos 67 anos | Roberto Leal lembrou 'quase morte' em última aparição na TV 15-09-2019 » Ruy Castro | A realização que veio só após se livrar do marido 15-09-2019 » Antônio Prata | Há anos que eu não sei o que concluir disso tudo 15-09-2019 » Siga o copo | Vinho 'salgadinho' guardado no mar chega ao Brasil 15-09-2019 » Renato S. de Lima | Moro adota a tática do "Rei Afogado" 15-09-2019 » PVC | Ganso e Cássio fizeram o que não é normal 15-09-2019 » Mauricio Stycer | 2020 será o ano da guerra global de streaming 15-09-2019 » Vecchioli | "Nosso Pacaembu" deixa de ser municipal 15-09-2019 » Marcos Lisboa | Teto de gastos será atingindo no ano que vem
Publicidade
24 de julho de 2018

Maiquinique: Polícia Federal e CGU deflagra operação no combate de desvios de verbas públicas

Foto Rede Acontece

A Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria Geral da União, deflagrou nesta terça-feira (24) a Operação Ciranda de Pedras, que visa combater crimes de desvio de recursos públicos destinados à área da infraestrutura na cidade de Maiquinique/BA nos anos de 2012 a 2017. Cerca de 60 Policiais Federais, acompanhados de nove auditores da Controladoria Geral da União, cumprem vinte mandados de busca e apreensão e catorze mandados de intimação nos municípios baianos de Maiquinique, Macarani, Itapetinga, Itamaraju, Teixeira de Freitas, Jequié, Mirante e Vitória da Conquista. A operação decorre de uma investigação iniciada em 2017, sobre obras inacabadas na pavimentação com bloquete sextavado que deveriam ter sido executadas nas ruas do município de Maiquinique, decorrentes de seis procedimentos licitatórios celebrados na gestão local, quadriênio 2013-2016, em convênio com o Ministério das Cidades. Além dos serviços não executados ou parcialmente executados, a investigação descobriu que um grupo de quatro empresas fazia revezamento nas licitações e parte dos recursos era destinada a pagamentos de parentes e pessoas ligadas à Administração Municipal. Apurou-se, ainda, que algumas dessas empresas, vencedoras de licitações recorrentes, serviam apenas de “fachada” e eram compostas por sócios “laranjas”. A organização criminosa obteve contratos da ordem de R$3.428.183,03 (três milhões, quatrocentos e vinte e oito mil, cento e oitenta e três reais e três centavos), dos quais R$1.587.619,76 (um milhão, quinhentos e oitenta e sete mil, seiscentos e dezenove reais e setenta e seis centavos) está estimado como o valor potencial do desvio com ordem de bloqueio judicial. O título ‘Ciranda de Pedra’ traduz uma fonte de múltiplos significados. No entanto, a ‘ciranda’ da obra de Lygia Fagundes Teles é formada por pedras, simbolicamente representando a sua dureza, a desintegração, o fechamento entre seus participantes e a não aceitação de novos membros. Os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos e fraude à licitação.


VOLTAR