Mais de um milhão de pessoas sofrem com doença de chagas » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 18-11-2019 » Ministro do STF | Gilmar diz que quer julgar ainda este ano condenações de Moro contra Lula 18-11-2019 » Jogo no DF | Seleção brasileira derrota o México por 2 a 1 e conquista o Mundial Sub-17 18-11-2019 » Maior desde 2008 | Amazônia teve entre 9 mil e 11 mil km² de desmatamento, indica dado anual 18-11-2019 » Queda de jatinho na BA | Corpo do ex-piloto Tuka Rocha será enterrado em São Paulo na terça-feira 18-11-2019 » Campeonato Brasileiro | Fla luta para repetir feito alcançado apenas pelo Santos de Pelé no Brasil 18-11-2019 » Tilt | Brasileira de 18 anos tem 34 medalhas e é superatleta das exatas 18-11-2019 » Perdeu 2 milhões desde 1980 | O país europeu que vê população minguar ano após ano 18-11-2019 » Ecoa | Iniciativa de Bill Gates transforma cocô em água limpa 18-11-2019 » "Dívida histórica" | Atriz Jéssica Ellen critica revisionismo e defende cotas 18-11-2019 » Representatividade e racismo | Mariana Xavier: "É necessário reconhecer meu privilégio branco" 18-11-2019 » Bebida doada na Cracolândia | SP: Homem seria 9ª vítima de intoxicação em Barueri 18-11-2019 » A Fazenda | Reality tem reclamação e tag de 1 milhão de tweets 18-11-2019 » Presidente do Tribunal | Josias: Toffoli e seu grupo acreditam em orquestração anti-STF 18-11-2019 » No Castelão | Fortaleza domina CSA e dá grande passo para ficar na 1ª divisão 18-11-2019 » Entenda como funciona | Por que é errado chamar o motor do avião de turbina? 18-11-2019 » Preocupação | Veneza está em alerta máximo com previsão de subida da água 18-11-2019 » Em Curitiba | Athletico vence e deixa Bota à beira da zona do rebaixamento 18-11-2019 » Opinião - Leo Dias | Saída do Brasil é mais uma decisão de Anitta após ano negativo 18-11-2019 » Líder do governo | Racha do PSL é melhor coisa que poderia ter ocorrido, diz Vitor Hugo 18-11-2019 » League of Legends | Veja os melhores momentos da CNB, time que vai deixar saudades
Publicidade
8 de outubro de 2019

Mais de um milhão de pessoas sofrem com doença de chagas

Foto: Ilustração

Mal-estar, acompanhado de febre e dor nos gânglios. Esses são alguns dos sintomas da doença de Chagas. Os sintomas podem mudar e nem sempre são perceptíveis, o que dificulta o diagnóstico da doença. De acordo com a mais recente edição do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), a estimativa é de que exista no Brasil mais de um milhão de pessoas vivendo com essa infecção, que é provocada por um protozoário parasita de nome Trypanosoma cruzi e cuja transmissão ocorre pelas fezes do inseto triatoma, popularmente conhecido como barbeiro. Segundo o levantamento mais recente da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), enviado à reportagem, somente este ano 266 pessoas morreram vítimas da doença, sendo 48 em Salvador. Em todo o ano de 2018, o número foi ainda maior: 581 mortes na Bahia, sendo 123 destas registradas em Salvador. A transmissão oral da doença, conforme consta no boletim da SVS, ocorre de forma acidental. Geralmente, pela ingestão de alimentos contaminados pelo próprio vetor infectado macerado e ingerido juntamente com os alimentos. Os surtos da doença, que acomete principalmente adultos e jovens, quase sempre está ligado a esse tipo de transmissão. “Atualmente, a forma de transmissão oral é a mais incidente, porém observa-se também a continuidade de registros de casos por transmissão vetorial nos últimos anos, sugerindo a ocupação do nicho deixado pelo Triatoma infestans, principal espécie vetora, por outras espécies de triatomíneos de importância epidemiológica. Ressalta-se que em 2006, a Organização Panamericana da Saúde concedeu ao Brasil a certificação de livre transmissão da doença pelo T. Infestans”, diz a pesquisa. Tendo em vista que a contaminação dos alimentos é um dos principais fatores de transmissão oral, o boletim aponta a necessidade de ampliar as ações de vigilância em saúde, “incorporando o acesso à rede de atenção à saúde para diagnóstico e tratamento dos casos identificados na fase crônica, considerando que menos de 1% das pessoas estimadas na forma indeterminada são tratadas”. Também são formas de transmissão a transfusão de sangue. No caso de gravidez, a mãe pode transmitir para o bebê. Também já foi identificado, no Brasil, caso de infecção transmitida por via oral a pessoas que tomaram caldo de cana. Mais informações sobre a doença, como formas de tratamento, constam no site do Ministério da Saúde.


VOLTAR