Mastercard quer crescer acima do mercado de cartões e manter liderança » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 19-05-2019 » Ministro da Justiça | Indicação prematura de Moro ao STF abre debate sobre modelo de escolha 19-05-2019 » Último episódio vai ao ar hoje | O que Game of Thrones precisa responder no final 19-05-2019 » 24 horas de arte em SP | Virada Cultural: Anitta faz desfile de hits em Anhangabaú lotado 19-05-2019 » Líder do Brasileirão | Dudu mantém tradição e comanda Palmeiras em arrancada após Paulista 19-05-2019 » Coordenador na CBF | Juninho admite estudar eventual convite para vaga de Edu na seleção 19-05-2019 » Entrevista exclusiva | 'Padrão Globo é 90% fama e 10% dinheiro', diz Milton Neves 19-05-2019 » 'Seu primeiro projeto' | Lula está apaixonado e vai casar quando deixar prisão, diz ex-ministro 19-05-2019 » 0 a 0 pelo Brasileiro | SP pressiona, tem expulsão pelo VAR e fica no empate com o Bahia 19-05-2019 » PVC | Nenhum time se renovou tanto quanto o Brasil 19-05-2019 » Torres Freire | Congresso vai tentar isolar Bolsonaro 19-05-2019 » Flávio Ricco | Record mira profissionais da Band 19-05-2019 » R. A. Pereira | Idiotas úteis são o melhor tipo de idiota 19-05-2019 » Mauro Cezar | Abel, o problema do Fla é desempenho 19-05-2019 » Mariliz P. Jorge | Não fui criada para ir ao supermercado 19-05-2019 » Josias de Souza | 'Tática petista' de Bolsonaro inquieta aliados 19-05-2019 » Tostão | Neymar é a esperança de Brasil mais forte 19-05-2019 » F. Torres | No Brasil, a mudança se deu com os milicos 19-05-2019 » Mauricio Stycer | Nova temporada de O Mecanismo já nasceu velha 19-05-2019 » Clóvis Rossi | A Europa encara seus fantasmas 19-05-2019 » Paola Machado | Trocar hábitos é possivel. Que tal tentar?
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
6 de dezembro de 2018

Mastercard quer crescer acima do mercado de cartões e manter liderança

Foto Rede Acontece

Depois de galgar a liderança do mercado brasileiro de cartões pela primeira vez desde que desembarcou com seu primeiro escritório no País, há 22 anos, a Mastercard espera crescer acima do segmento e se manter no primeiro lugar, de acordo com o presidente da companhia, João Pedro Paro Neto. “Queremos crescer e manter a liderança. Mais do que ter a liderança, queremos crescer acima do mercado, trazer novos fluxos, fazer o mercado acontecer”, disse ele, a jornalistas, nesta tarde de quinta-feira, 6.

Na mira da Mastercard, segundo o executivo, está o segmento de transportes. A companhia mira expandir para mais regiões, conforme ele, o pagamento por aproximação. Atualmente, a Mastercard já opera no setor de transporte com esta tecnologia em Belo Horizonte, Porto Alegre, Jundiaí, Rio de Janeiro e Brasília, onde tem a maior operação.

“Queremos avançar nesta agenda em 2019, contaminar o Brasil com pagamentos de aproximação no setor de transportes”, destacou Paro.

As oportunidades, conforme ele, são grandes. No sistema de ônibus, por exemplo, metade dos pagamentos ainda é feita com dinheiro.

Além disso, a participação de pagamentos por aproximação no Brasil, incluindo cartão, celular, meios vestíveis, ainda é baixa, de acordo com Paro, somando algumas milhões de transações. No Chile, segundo o executivo, esse segmento já representa 30% do todo apesar de ter sido implementado há um ano e meio. Há mercados, contudo, ainda maiores, como na Austrália, onde os pagamentos por aproximação chegam a 90% no setor de transporte local.

A parceria da Mastercard, segundo o presidente da companhia, se dá com as empresas de software que operam as catracas no sistema de transportes. Presente no Brasil há mais de duas décadas, a empresa conquistou a liderança do mercado de cartões no ano passado e se manteve neste posto. Não abre, contudo, sua fatia no País, segundo mercado mais importante para a companhia no mundo.


VOLTAR