Mercadante anuncia 250 mil novas vagas no Fies » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 19-05-2019 » Evento Cultural em SP | Virada tem arrastões e denúncias de assédio durante a madrugada 19-05-2019 » Risco de rompimento em MG | Simulado em Barão de Cocais tem protesto contra Vale 19-05-2019 » Por causa de Hitler | O dia em que o Tottenham 'declarou guerra' à Inglaterra 19-05-2019 » Especulações | Coutinho, Hazard e mais 8 agitam mercado europeu; confira 19-05-2019 » Saiu! | Ouça Paula Fernandes e Luan cantando a versão de Shallow 19-05-2019 » Bolsonaro quer corte | F-1: Petrobras não gasta R$ 782 mi em publicidade na McLaren 19-05-2019 » Jovem volta a brilhar | Fluminense faz 4 e goleia Cruzeiro no Maracanã; veja os gols 19-05-2019 » Contestadas | 30 medidas do governo Bolsonaro já são alvo de ações no Supremo 19-05-2019 » Usou detector de metal | Italiano acha moedas históricas do Brasil em AL e é detido por tentar vendê-las 19-05-2019 » Katia Rubio | Educar tem capacidade de transformar 19-05-2019 » Daniel Buarque | Brasil tem imagem externa de ser ingovernável 19-05-2019 » Cozinha Bruta | Quem zomba da mortadela tem nojo de pobre 19-05-2019 » Rodrigo Zeidan | Inflação e recessão já estão virando a rua 19-05-2019 » Daniel Castro | Justus e diretor da Band disputam fofoqueiro 19-05-2019 » Renato S. de Lima | Vida de 5 milhões de pessoas feridas é ignorada 19-05-2019 » D. Magnoli | Prazo de validade de presidente é 2020 19-05-2019 » Paola Machado | Por que não avacalhar a dieta no fim de semana 19-05-2019 » Perrone | Carille paga por fraco desempenho de Boselli 19-05-2019 » Flávio Ricco | Prateleira de novos programas pesa na Band 19-05-2019 » Jean Wyllys | Deu esperança e orgulho ver os atos por educação
Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
27 de janeiro de 2016

Mercadante anuncia 250 mil novas vagas no Fies

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou nesta terça-feira (26/1), que o governo está ofertando 250.279 vagas novas no seu programa de financiamento estudantil, o Fies, para o primeiro semestre de 2016. Mercadante participa de entrevista coletiva em Brasília que apresenta os dados do programa para este ano. As cerca de 250 mil vagas estão em linha com o número esperado pelo setor de ensino superior privado. Representantes do setor vêm informando que esperam que, ao longo de todo este ano, a oferta de novas vagas do Fies seja semelhante à do ano passado, quando 313 mil vagas foram oferecidas, sendo 252 mil no primeiro semestre e 61 mil no segundo semestre. Mercadante disse que o MEC espera manter o patamar de novas vagas do ano passado. “Dissemos que iríamos assegurar o mesmo padrão de 2015 e estamos assegurando”, declarou. Questionado sobre o orçamento do Fies para o ano, Mercadante afirmou que o orçamento para as 250 mil vagas ofertadas no primeiro semestre está “assegurado”. Ele não deu uma projeção para a oferta no segundo semestre, declarando que o orçamento será discutido. O ministro informou que, do total de novas vagas do semestre, 41% estão no Sudeste.Neste processo do primeiro semestre de 2016, o MEC deixou de privilegiar na distribuição de vagas as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, como ocorreu no segundo semestre de 2015. Em vez disso, foi adotado um critério que privilegia microrregiões de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e leva em conta ainda a demanda por ensino superior em cada região. Com isso, as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste juntas atingiram 47% das vagas e os 12% estão na região Sul. Inadimplência: O ministro da Educação procurou diminuir as preocupações em torno do tema da inadimplência no Fies. Mercadante foi questionado sobre relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) que concluiu que a inadimplência acima de 360 dias nos contratos em fase de amortização do programa atingiu 23,66% ao final de 2014. Mercadante afirmou que esse indicador reflete um modelo antigo do Fies e que o programa foi reformulado “porque a inadimplência era alta”. O ministro disse ainda que o governo espera fazer um trabalho de repactuação dessas dívidas do Fies em conjunto com as instituições financeiras “para estimular o pagamento dessas dívidas, porque isso interessa ao Estado”.


Tags:
VOLTAR