Milton Nascimento abre oficialmente o Festival da Virada » Rede Acontece
Últimas
26-03-2019 » Solto por decisão do TRF-2 | Ex-presidente Michel Temer é solto no Rio após 4 dias de prisão 26-03-2019 » Encontro em Boston | Mourão vai se reunir com imigrantes brasileiros nos EUA 26-03-2019 » Nego Ney | Como funkeiro mirim embala o Fla em fase decisiva da temporada 26-03-2019 » SP e Curitiba | Justiça nega entrada de menores de 10 anos em show de P. McCartney 26-03-2019 » Aposentadoria | Brasileiro vive quase tanto quanto alemão e para 10 anos antes 26-03-2019 » Governador do Rio | Witzel é intimado por dívida de R$ 115 mil com ex-sogra 26-03-2019 » Tríplex do Guarujá (SP) | Lula pede que STJ anule condenação e envie caso à Justiça Eleitoral 26-03-2019 » Conflito pela reforma | Líder do PSL critica articulação do governo na Previdência 26-03-2019 » Ministro da Casa Civil | Onyx encomenda extinção de conselhos participativos do Meio Ambiente 26-03-2019 » Ele diz que vai recorrer | Tribunal afasta ex-ministro Carlos Marun do Conselho de Itaipu 26-03-2019 » Baixa no alto escalão da pasta | Secretária de Educação Básica pede demissão do MEC 26-03-2019 » Chef duas estrelas Michelin | O sonho do restaurante normalmente vira pesadelo, diz Ivan Ralston 26-03-2019 » Barragem da Vale em alerta | Moradores de Barão de Cocais (MG) relatam noites sem sono 26-03-2019 » 'Ele era meu melhor amigo' | Jovem revela como usou o Facebook para avô confessar abuso 26-03-2019 » Amistoso em Praga nesta 3ª | Mauro Cezar: Crédito popular pré-Copa de Tite acabou, e Brasil precisa "performar" 26-03-2019 » Celebração em 31 de março | Bolsonaro determinou "comemorações devidas" do golpe de 1964, diz porta-voz
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
29 de dezembro de 2018

Milton Nascimento abre oficialmente o Festival da Virada

Foto Reprodução

Ecoando voz e coração durante cinco décadas percorrendo as estradas do Brasil, Milton Nascimento segue à risca a máxima de que todo artista tem de ir aonde o povo está. O compositor mineiro já subiu ao palco na primeira noite do Festival Virada Salvador, que acontece até terça-feira (01), na Arena Daniela Mercury, em frente ao mar da Boca do Rio. Criador de sucessos que atravessaram gerações, como “Coração de estudante”, “Nos bares da vida”, “Travessia”, “Para Lennon e McCartney” e “Maria, Maria”, Milton traz para o Réveillon da capital baiana o encerramento da turnê “Semente da Terra”, que percorreu os palcos brasileiros nos últimos dois anos – estando, inclusive, duas vezes em Salvador. O carioca criado no sul de Minas Gerais estava longe dos palcos desde fevereiro de 2016. “Essa apresentação em Salvador, neste festival, quase no fim de ano, é um acontecimento especial, pois é o encerramento da turnê, e isso por si só é uma coisa que tá mexendo muito com a gente. A emoção é muito grande. Ainda mais que isso vai acontecer exatamente em uma das cidades que mais me emocionou nesses dois anos na estrada. Estivemos duas vezes em Salvador, e vivemos coisas inesquecíveis nas duas ocasiões. Então, pode esperar, que esse nosso show no festival vai ser só coração”, afirmou Milton. Questionado sobre a emoção de se apresentar para um público tão grande e heterogêneo, Milton disse que é um elemento emocional a mais no espetáculo. “Não imaginava um público desse tamanho. Fazer esse show para um público de meio milhão de pessoas em Salvador vai ser uma coisa muito forte. Meus concertos preferidos para cantar são aqueles em que a entrada é livre, gosto de ver o povo todo na praça. Isso sim me deixa muito feliz”, destaca.


VOLTAR