Ministros se reúnem com fabricantes de repelentes contra Aedes aegypti » Rede Acontece
Últimas
22-06-2018 » Fugindo do ócio | Estádio candidato a "elefante russo" vai imitar Mané Garrincha 22-06-2018 » Rita se orgulha do camisa 9 | Professora pagava cópias de prova na escola de Gabriel Jesus 22-06-2018 » Espalhados pelo Mar Negro | A mando da Fifa, hotel da seleção tem quatro navios de patrulha 22-06-2018 » Político assassinado | Memorial de crítico ao Kremlin é confundido com comércio de flores 22-06-2018 » Opinião | Nina Lemos: Brasileiro sendo machista não é só na Copa do Mundo 22-06-2018 » Lá na Sibéria | Asteroide destruiu área maior que a de São Paulo há 110 anos 22-06-2018 » Mulher de peito | Dona da Hope prova todos os sutiãs e só vende aquilo que usaria 22-06-2018 » Vitória na acréscimos | Gol no fim alivia Neymar em dia de reclamação, broncas, VAR e choro 22-06-2018 » Ahmed Musa abre o placar para a Nigéria contra a Islândia 22-06-2018 » Situação complicou na Copa | Messi apagado? 4 questões podem explicar desempenho 22-06-2018 » Análise | Stycer: Galvão critica 'gesto artístico', mas se comove com choro de Neymar 22-06-2018 » Clima no estádio | Irritação com árbitro e sofrimento conectam torcida e seleção 22-06-2018 » 2 a 0 contra a Costa Rica | Tite vê 'aula' no 2º tempo 22-06-2018 » Laqueadura compulsória | Onde está o bebê da mulher esterelizada em Mococa (SP)? 22-06-2018 » Datafolha | Para eleitores, Lula é o mais preparado para aquecer economia 22-06-2018 » Assédio na Rússia | Russo que beijou repórter se desculpa: 'Brincadeira infeliz' 22-06-2018 » Imigração nos EUA | Menina de foto icônica não foi separada da mãe, conta pai 22-06-2018 » Luciana Gimenez "narra" jogo da seleção e diverte web com comentários 22-06-2018 » 'Meu pai fez um golaço que eu gostei demais', comemora David Lucca, filho de Neymar 22-06-2018 » Após vídeo ofensivo, colombianos se desculpam na embaixada do Japão
Publicidade
supermercado centrel grafica bandeirante lab laboratorio clinica master centro medico sao gabriel intersorft
28 de janeiro de 2016

Ministros se reúnem com fabricantes de repelentes contra Aedes aegypti

Foto: Urandi Acontece

Foto: Urandi Acontece

Os ministros Jaques Wagner (Casa Civil) e Marcelo Castro (Saúde) se reuniram na manhã desta quarta-feira (27) no Palácio do Planalto com fabricantes de repelentes que podem ser usados contra o mosquito Aedes aegypti. O mosquito transmite o vírus da dengue, da febre chikungunya e da Zika, responsável pelos casos de microcefalia que têm sido registrados no país desde o ano passado. Castro já havia anunciado que a reunião ocorreria nesta quarta após decisão do governo de distribuir repelentes contra o mosquito a grávidas que sejam beneficiárias do programa Bolsa Família. “Vamos distribuir [repelentes]. Na quarta, teremos encontro aqui no [Palácio do] Planalto com fabricantes de repelentes para ver a quantidade que eles podem fornecer. Vamos adquirir e distribuir para as pessoas que sejam gestantes e que estejam no Bolsa Familia. Às outras pessoas, recomendamos que usem os repelentes aprovados pela Anvisa”, disse Castro na ocasião. lém da decisão relacionada aos repelentes, o governo também deve propor que os estados adotem o mesmo sistema que Goiás vem utilizando, por meio do qual é possível monitorar em tempo real as casas, ruas e bairros visitados pelas equipes de vigilância. Na reunião de segunda, também foram discutidas campanhas publicitárias voltadas à conscientização da população sobre formas de combater o Aedes aegypti e impedir sua proliferação. Segundo o ministro da Saúde, na próxima sexta (29) a presidente Dilma participará de videoconferência com governadores para discutir medidas de combate ao Aedes aegypti, classificado pelo ministro de “inimigo número um do Brasil”. Para Marcelo Castro, o governo já está fazendo o “máximo que pode” para combater o mosquito, e é preciso que a sociedade se conscientize sobre as formas possíveis para evitar que o Aedes aegypti se prolifere.(Globo)


VOLTAR