Moro recebe oração de deputados evangélicos e se diz tranquilo » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 13-07-2020 » 'Lucifer' ganha novo trailer | Teaser da 5ª temporada da série tem romance e muita ação; assista 13-07-2020 » Ajuda na pandemia | Auxílio de R$ 600 negado? Você ainda pode reclamar, mesmo fora do prazo 13-07-2020 » Veja quem recebe | Caixa faz hoje novo pagamento de até R$ 1.045 do FGTS emergencial 13-07-2020 » Análise | Compartilhar dados da Lava Jato com a PGR pode ferir investigações 13-07-2020 » Universa Talks | 'Busca pela igualdade de gênero passa pelo fim do racismo', diz ativista e atriz 13-07-2020 » Alvos de mandados | Bolsonaro pede que Angola proteja membros da Universal 13-07-2020 » Esposa de Travolta | Kelly Preston, atriz de 'Jerry Maguire', morre aos 57 anos 13-07-2020 » Depoimento esperado | Estudante picado por cobra naja deixa UTI no Gama (DF) 13-07-2020 » Tinha 27 anos | Neto de Elvis Presley é achado morto na Califórnia, diz site 13-07-2020 » Anvisa não recomenda | Prefeitura baiana cria delivery de 'kit covid' com ivermectina 13-07-2020 » Isolada em Saquarema | 'Só me deu tesão pra valer depois dos 60', revela Angela Ro Ro 13-07-2020 » Volta do futebol | Clubes vão poder mandar jogos fora do país na Libertadores 13-07-2020 » Final do Carioca | SBT negocia cotas de R$ 7,9 mi por Fla-Flu e dividirá faturamento com Fla no 2º jogo 13-07-2020 » Ronnie Lessa | Acusado de matar Marielle é indiciado por tráfico internacional de armas 13-07-2020 » MP vê falha em investigação | Fez muita mãe chorar, diz para TV viúva de morto por Queiroz quando era PM 13-07-2020 » Cortes e atrasos | Corinthians acumula problemas financeiros durante a pandemia 13-07-2020 » Após derrota no UFC 251 | Spider sai em defesa de José Aldo e ataca críticos 13-07-2020 » Pandemia do coronavírus | Mortes têm alta em 2 de 7 estados que já planejam volta às aulas presenciais 13-07-2020 » Liberado pelo Palmeiras | Dudu tenta resolver questão pessoal para viajar ao Qatar 13-07-2020 » Tas reverteu punição ao clube | Gomes: Absolvição do City desmoraliza fair play da Uefa
Publicidade
13 de junho de 2019

Moro recebe oração de deputados evangélicos e se diz tranquilo

Foto: Isaac Amorim

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, recebeu nesta quarta-feira (12) cerca de 30 deputados da Frente Parlamentar Evangélica em seu gabinete em Brasília. Os políticos foram demonstrar apoio ao ministro após os ataques sofridos devido à divulgação de conversas entre o ex-juiz e o procurador Deltan Dallagnol, da Operação Lava Jato. A reunião durou pouco mais de 40 minutos, Moro mostrou-se tranquilo diante dos deputados, negando qualquer combinação na atuação com a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) no período em que, enquanto juiz, era responsável pelos processos relativos à Operação Lava Jato. Segundo relato dos parlamentares, Moro teria dito que o vazamento das conversas entre as autoridades envolvidas na Lava Jato foi criminoso, e que sequer pode confirmar até onde o conteúdo é verdadeiro, já que as conversas são antigas. O apoio demonstrado pelos parlamentares tem o objetivo de fortalecer a permanência do ministro no cargo, já que a oposição tem sugerido que ele deferia se afastar do Ministério da Justiça e ser investigado por, supostamente, ter combinado ação contra o ex-presidente Lula, condenado pelo ex-juiz. O deputado Silas Câmara (PRB-AM) aproveitou o encontro para oferecer ao ministro uma oração em seu favor, ele teria aceitado prontamente. Os parlamentares então levantaram a voz em oração por Moro, segundo O Globo. Moro esteve mais cedo, juntamente com o diretor da PF, Maurício Valeixo, em uma reunião no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro. A audiência não estava na agenda de nenhum dos dois e a pauta debatida não foi divulgada. Dados oficiais divulgados pelo ministro, sobre os índices de criminalidade, mostraram uma forte queda no primeiro bimestre do ano. Ao comemorar, Moro afirmou que nada vai impedi-lo de cumprir sua “missão”, nem mesmo “hackers de juízes”. Entre os dados destacados, está a queda de 23% no número de registro de homicídio, na comparação com o igual período do ano passado. Ele compartilhou o mérito com o governo federal e os governos estaduais e distritais.


VOLTAR