MPF reabre investigações sobre morte de Vladimir Herzog » Rede Acontece
Últimas
18-01-2019 » Caso Daniel | Âncora acusado de fake news por família Brittes é chamado a depor 18-01-2019 » Questão de higiene | Tem problema ter lixo na pia ou aumenta risco de bactérias? 18-01-2019 » Jack estava internada | Ginasta brasileira que defendeu seleção morre aos 17 anos 18-01-2019 » Defensora dos animais | Luisa Mell: 'Pode ter mulher agredida onde tem bicho apanhando' 18-01-2019 » Acordo com pai dela | Felipe Neto pagará 'acompanhamento psicológico' a Melody 18-01-2019 » Exclusivo | Funcionária que disparou WhatsApp para Bolsonaro ganha cargo no Planalto 18-01-2019 » Investigação contra Queiroz | Ministro do STF afirma que pedido de Flávio foi 'confissão de culpa' 18-01-2019 » Ex-ministro de Temer | Bolsonaro escolhe general Silva e Luna para ser o diretor-geral de Itaipu 18-01-2019 » Medidas econômicas | Auxílio-reclusão e pensão por morte vão passar por pente-fino; entenda 18-01-2019 » Educação | Governo suspende nomeação de diretor para coordenar Enem 18-01-2019 » Relações com o país vizinho | Bolsonaro cita PT e diz que Brasil tem culpa em crise na Venezuela 18-01-2019 » Atacante do Santos | Fla encaminha acerto com Bruno Henrique por R$ 23 milhões 18-01-2019 » Copa São Paulo | SP bate Cruzeiro nos pênaltis e pega Guarani na semifinal 18-01-2019 » Ex-comandante do Exército | Símbolo de superação, Villas Bôas traz voz moderada ao Planalto 18-01-2019 » Para descobrir o que têm | Pessoas com doenças misteriosas buscam 'detetives' nos EUA 18-01-2019 » Salão de Detroit | Nissan revela que futuro Versa será 'surpreendente como o Kicks'
Publicidade
31 de julho de 2018

MPF reabre investigações sobre morte de Vladimir Herzog

Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal de São Paulo reabriu as investigações da ação que investiga a morte do jornalista Vladimir Herzog. A decisão acontece após a Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos ter condenado o Estado brasileiro no caso.

Segundo o procurador Sergio Suiama, convidado pelo Centro de Justiça e Direito Internacional para atuar como perito da Corte, a investigação foi novamente instaurada depois de o tribunal internacional ter decidido que os fatos ocorridos contra Herzog foram um crime contra a humanidade.

O procurador disse ainda que a reabertura só foi possível porque, na época, foi aberto um inquérito militar para justificar o ocorrido.


VOLTAR