Nome de Bruno Reis na chapa não faz PSC recuar da vaga ao Senado » Rede Acontece
Últimas
22-09-2018 » Aéreas facilitam stopover | Saiba como viajar mais sem perder muito tempo no aeroporto 22-09-2018 » Candidata à Câmara | PM que matou ladrão diz: quem é de bem não mata a rodo 22-09-2018 » Atividade física | Após 40, foque na musculação e nos exercícios funcionais 22-09-2018 » Avaliação | Novo VW Jetta fica mais "tiozão" para enfrentar Corolla 22-09-2018 » Por carreira | Mais brasileiras congelam óvulo para adiar maternidade 22-09-2018 » Segundo estudo | Não existe nível seguro de consumo de álcool 22-09-2018 » Carlos Fernando dos Santos | Para procurador, Lava Jato teve mais apoio enquanto o PT era o principal alvo 22-09-2018 » Presidenciável pelo PSL | Na 1ª entrevista após o atentado, Jair Bolsonaro defende Paulo Guedes 22-09-2018 » Quadro inverso ao de 2014 | Recursos públicos bancam 82% das campanhas eleitorais 22-09-2018 » Ibope | Sartori lidera com 31% para o governo do RS; Leite, em 2º, tem 26% 22-09-2018 » Corrida presidencial | Alckmin elogia a carta de FHC, mas diz que não seguirá sugestão 22-09-2018 » Checagem de informações | Jean Wyllys não tem convite para ser ministro de Haddad 22-09-2018 » Mais eleições | Democracia deve ser protegida em qualquer resultado, diz Barroso 21-09-2018 » Em Campinas (SP) | Acelerador de partícula terá R$ 70 milhões para '1ª volta' de elétrons 21-09-2018 » Antes da fama | Youtubers de finanças pessoais contam como já perderam dinheiro 21-09-2018 » Dúvida de muitos | 11 razões que explicam por que urna eletrônica não mudará seu voto 21-09-2018 » Cultura pop abraçou | Tesla caiu nas graças de rappers e isso é bom para os carros elétricos 21-09-2018 » Presidente do Real | 'Ninguém deu mais de 100 milhões de euros por CR7', diz Florentino 21-09-2018 » Rechaço a ação de neopentecostais | Contra apoio a Bolsonaro, evangélicos lançam carta defendendo Estado laico 21-09-2018 » Cortado do Itamaraty por agressão | Ele não parará enquanto não matar alguém, diz ex de diplomata demitido
Publicidade
4 de julho de 2018

Nome de Bruno Reis na chapa não faz PSC recuar da vaga ao Senado

Foto Rede Acontece

O presidente estadual do PSC na Bahia, deputado Heber Santana comentou sobre a possibilidade do vice-prefeito Bruno Reis (DEM) ocupar a vaga ao Senado na chapa majoritária do candidato de oposição Zé Ronaldo (DEM), como está sendo especulado. Apesar de elogiar a história política do vice-prefeito, Heber deixou claro que o partido não vai abrir mão de Lázaro na chapa.

“O nome de Bruno é um nome consolidado em nosso estado, foi deputado duas vezes, hoje é vice prefeito e é um nome que , sempre será lembrado pela qualidade. Do campo da oposição é um dos grandes nomes que temos, jovem, promissor, mas com experiência e que demonstra sua capacidade de articulação. Dentro do projeto que o PSC, o que estamos fazendo é construir isso em unidade com esse campo de oposição. Contribui muito a candidatura de Lázaro como Senador dentro do projeto de candidatura ao governo de Zé Ronaldo. Para o PSC a candidatura de Irmão Lázaro a Senado é uma prioridade”, afirmou.

Questionado se não houver espaço na majoritária, ainda assim o partido bancaria a candidatura de Irmão Lázaro, Heber deixou aberto outras possibilidades. “tentar viabilizar a candidatura dele de outra forma. Ou lançando o nome dele e se outro partido tiver interesse em se aproximar a esse projeto, não terá problema”.

No próximo sábado (7), p PSC fará o Encontro estadual do partido. Na ocasião a expectativa é que já haja definição sobre a chapa. Segundo Heber, as conversas com Zé Ronaldo não se esgotaram. “Há mais de um ano a gente vem estudando isso […] Não abro mão do Senado”, cravou. “Por causa de sua de história de vida, seu testemunho, a candidatura do irmão Lázaro acaba ocupando espaço diferenciado no processo”, defendeu.


VOLTAR