‘O PT tinha diálogo com nóis cabuloso’, diz líder do PCC em grampo da PF » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 13-07-2020 » 'Lucifer' ganha novo trailer | Teaser da 5ª temporada da série tem romance e muita ação; assista 13-07-2020 » Ajuda na pandemia | Auxílio de R$ 600 negado? Você ainda pode reclamar, mesmo fora do prazo 13-07-2020 » Veja quem recebe | Caixa faz hoje novo pagamento de até R$ 1.045 do FGTS emergencial 13-07-2020 » Análise | Compartilhar dados da Lava Jato com a PGR pode ferir investigações 13-07-2020 » Universa Talks | 'Busca pela igualdade de gênero passa pelo fim do racismo', diz ativista e atriz 13-07-2020 » Alvos de mandados | Bolsonaro pede que Angola proteja membros da Universal 13-07-2020 » Esposa de Travolta | Kelly Preston, atriz de 'Jerry Maguire', morre aos 57 anos 13-07-2020 » Depoimento esperado | Estudante picado por cobra naja deixa UTI no Gama (DF) 13-07-2020 » Tinha 27 anos | Neto de Elvis Presley é achado morto na Califórnia, diz site 13-07-2020 » Anvisa não recomenda | Prefeitura baiana cria delivery de 'kit covid' com ivermectina 13-07-2020 » Isolada em Saquarema | 'Só me deu tesão pra valer depois dos 60', revela Angela Ro Ro 13-07-2020 » Volta do futebol | Clubes vão poder mandar jogos fora do país na Libertadores 13-07-2020 » Final do Carioca | SBT negocia cotas de R$ 7,9 mi por Fla-Flu e dividirá faturamento com Fla no 2º jogo 13-07-2020 » Ronnie Lessa | Acusado de matar Marielle é indiciado por tráfico internacional de armas 13-07-2020 » MP vê falha em investigação | Fez muita mãe chorar, diz para TV viúva de morto por Queiroz quando era PM 13-07-2020 » Cortes e atrasos | Corinthians acumula problemas financeiros durante a pandemia 13-07-2020 » Após derrota no UFC 251 | Spider sai em defesa de José Aldo e ataca críticos 13-07-2020 » Pandemia do coronavírus | Mortes têm alta em 2 de 7 estados que já planejam volta às aulas presenciais 13-07-2020 » Liberado pelo Palmeiras | Dudu tenta resolver questão pessoal para viajar ao Qatar 13-07-2020 » Tas reverteu punição ao clube | Gomes: Absolvição do City desmoraliza fair play da Uefa
Publicidade
9 de agosto de 2019

‘O PT tinha diálogo com nóis cabuloso’, diz líder do PCC em grampo da PF


Foto: Reprodução/ Reuters

A Polícia Federal interceptou uma liderança da facção criminosa do Primeiro Comando da Capital (PCC) que declarou que o grupo tinha um ‘diálogo cabuloso’ com o PT e criticou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, de acordo com o Estadão. De abril deste ano, os telefonemas foram obtidos pela reportagem e captados pela Operação Cravada, que mira o núcleo financeiro da organização. Na última quarta-feira (7), a PF deflagrou a operação em sete estados, em uma investida contra a facção, que terminou com 28 presos e com o bloqueio de 400 ligadas ao PCC. No relatório de interceptações telefônicas, a PF diz que os indicativos de vínculos da facção com com partidos políticos não estão dentro dos objetivos da investigação e, por conta disso, teria a necessidade de “encerrar a chamada fase sigilosa da investigação”. Um dos alvos da PF é Alexsandro Roberto Pereira, conhecido como “Elias” ou “Veio”, que conversa com André Luiz de Oliveira, o “Salim”. Em uma das conversas, Elias diz a Salim: “Com nois já não tem diálogo, não, mano. Se vocês estava tendo diálogo com outros, que tava na frente, com nois já não vai ter diálogo, não. Esse MORO aí, esse cara é um filha da puta, mano. Esse cara aí é um filha da puta mesmo, mano. Ele veio pra atrasar”. “Ele começou a atrasar quando foi pra cima do PT. Pra você ver, o PT com nois tinha diálogo. O PT tinha diálogo com nois cabuloso, mano, porque… situação que nem dá pra nois ficar conversado a caminhada aqui pelo telefone, mano. Mas o PT, ele tinha uma linha de diálogo com nois cabulosa, mano….”, diz Elias. Em resposta, a assessoria de imprensa do PT afirmou que “esta é mais uma armação como tantas outras forjadas contra o PT, e vem no momento em que a Polícia Federal está subordinada a um ministro acuado pela revelação de suas condutas criminosas”. “Quem dialogou e fez transações milionárias com criminosos confessos não foi o PT, foi o ex-juiz Sergio Moro, para montar uma farsa judicial contra o ex-presidente Lula com delações mentirosas e sem provas. É Moro que deve se explicar à Justiça e ao país pelas graves acusações que pesam contra ele”, defendeu.


VOLTAR