O que você precisa saber sobre o horário eleitoral de 2018 no rádio e na TV » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 29-05-2020 » Os Canalhas | Silvio Luiz cita J. Jesus e cobra mais humildade do futebol brasileiro 29-05-2020 » Bruno Guimarães endossa Neymar | Assim como o menino da vila, o meio-campista achou futebol francês 'duro' 29-05-2020 » Análise - Lei em Campo | Clubes que acabarem com time feminino podem não disputar a Libertadores 29-05-2020 » Assista a partir das 19h | Hoje tem pré-estreia da nova série 'Drauzio em Campo: Amazônia' 29-05-2020 » Durante ditadura | Documento derruba suspeita de que Raul teria delatado P. Coelho 29-05-2020 » Música hoje na web | Lives de sexta: Matheus e Kauan, Felipe Araújo, Salgadinho, Ret e mais 29-05-2020 » Telejornalismo | Gottino se demite da CNN Brasil e volta à Record como estrela 29-05-2020 » Quarentena | Justiça suspende liminar que reabriria loja da Havan em SP 29-05-2020 » Sem luvas | Tyson vai receber US$ 20 milhões por volta; compare lutas 29-05-2020 » Hoje, a partir das 17h | Estúdio UOL em Casa: 5 fatos que você não sabia sobre Melim 29-05-2020 » Jogo contra Juventus | Por que título de 51 do Palmeiras não passa na TV e como ver imagens 29-05-2020 » Com Steve Carell | 'Space Force' não é 'The Office no espaço', mas vai te divertir 29-05-2020 » Caso Bilynskyj, em SP | Secretaria: Polícia errou ao contar fuzil a mais em casa de delegado 29-05-2020 » Carlos Affonso | Opinião: Brasil não precisa importar nova regra de Trump sobre redes sociais 29-05-2020 » Mercado de videogames | Preço do Switch mais do que dobra desde janeiro, e situação pode ficar muito pior 29-05-2020 » Mercado financeiro | Investe em fundos? O imposto come-cotas tirará um pouco do seu ganho hoje 29-05-2020 » Sevilla x Betis dia 11 | Espanhol oficializa retorno com clássico e jogos em quase todos os dias 29-05-2020 » Coronel vai chefiar a Funasa | Governo dá a partido do centrão presidência de órgão bilionário da Saúde 29-05-2020 » Entrevista ao UOL | Blefando, Bolsonaro acha que vai fazer o Supremo se ajoelhar, diz Dirceu 29-05-2020 » Tratava um câncer | Jornalista e escritor Gilberto Dimenstein morre aos 63 anos em São Paulo
Publicidade
30 de agosto de 2018

O que você precisa saber sobre o horário eleitoral de 2018 no rádio e na TV

Foto Rede Acontece

Começa nesta sexta-feira (31) a propaganda eleitoral que será exibida em emissoras de rádio e televisão por 30 dias até o primeiro turno da eleição. O horário obrigatório, gratuito para os partidos, mas com custos para o Governo Federal (entenda mais abaixo), é menor do que foi em eleições anteriores. Serão dois blocos diários de 25 minutos na TV e no rádio, além de inserções durante a programação das emissoras.

Quando começa?
O horário eleitoral no rádio e na televisão começa nesta sexta-feira (31) e vai até o dia 4 de outubro, antes do primeiro turno da eleição, que acontece no dia 6 de outubro. Serão exibidos de segunda a sábado.

Como será?
O horário eleitoral é dividido em blocos de programas, com horários definidos, e em inserções que entram ao longo da programação das emissoras. São dois blocos por dia, cada um com 25 minutos.
Na TV, o primeiro bloco começa às 13h e o segundo às 20h30. No rádio, há um bloco às 7h e outro às 12h. As inserções de 30 segundos são distribuídas ao longo da programação das emissoras de televisão e rádios. A ordem é definida pelo TSE e a exibição precisa ocorrer dentro de três faixas de horários ( 5h às 11h, 11h às 18h e 18h às 24h).

Quanto tempo dura?
Serão 30 dias com propagandas na TV e no rádio até a eleição no primeiro turno, que acontecerá no dia 6 de outubro, um domingo. A propaganda vai ao ar até dois dias antes do pleito.

Como é feita a divisão?
Nas terças, quintas e sábados serão exibidos os blocos com horário dos candidatos a presidente e deputado federal. Os programas duram 25 minutos. Postulantes à Presidência terão 12 minutos e 30 segundos. A outra metade do tempo é dividida entre as chapas de quem concorre a uma vaga na Câmara Federal.
Nas segundas, quartas e sextas, candidatos ao Senado, Assembléia Legislativa e Governo do Estado. São 7 minutos para campanha ao senado, 9 para deputados estaduais e 9 para o Governo do Estado.

O horário é gratuito?
Para os partidos, sim. Mas há um custo para a União. A lei prevê que as emissoras de televisão podem pedir ressarcimento do horário disponibilizado. A restituição é feita com compensação fiscal, elas deixam de pagar impostos para compensar o horário cedido.


VOLTAR