‘Operação Lábaro’ intensifica a fiscalização na região do extremo sul da Bahia » Rede Acontece
Publicidade
22 de agosto de 2019

‘Operação Lábaro’ intensifica a fiscalização na região do extremo sul da Bahia

Foto: Divulgação

Entre os dias 21 e 30 deste mês, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizará mais uma etapa da ‘Operação Lábaro’ que tem como principais objetivos reforçar a segurança viária nas rodovias, combater o crime organizado e reduzir a violência no trânsito. Neste período, as ações estarão concentradas em trechos da BR 101, 367 e 418. Equipes da PRF serão distribuídas em trechos dos municípios de Eunápolis, Porto Seguro e Teixeira de Freitas. A estratégia da instituição é oferecer reforço concentrado no policiamento preventivo e repressivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, a fim de resguardar a segurança dos usuários nas rodovias federais. A Delegacia em Eunápolis está localizada às margens da BR 101, da qual estão vinculadas as unidades operacionais de Porto Seguro, BR 367 (costa do descobrimento) e Teixeira de Freitas, na região da Costa das Baleias, localidades turísticas do estado da Bahia. A circunscrição da delegacia abrange 556 quilômetros de rodovias federais, englobando as BRs 101, 367, 418 e 498. Atualmente, a Nona Delegacia é chefiada pela PRF Neila Cardoso. A operação conta com reforço e apoio de policiais do Espírito Santo, além de agentes das delegacias da Bahia e da sede da PRF local. Os policiais envolvidos na operação realizaram atividades de nivelamento e treinamento, como técnicas de defesa policial, abordagem, fiscalização de trânsito.

Foto: Divulgação

Também fizeram o reconhecimento dos trechos a serem patrulhados. A operação Lábaro acontece em todo o país e visa ampliar o enfrentamento ao crime organizado, atuando nas divisas dos estados e nas regiões e corredores estratégicos, em consonância com conhecimentos de inteligência policial e análise criminal. Além disso, busca prevenir e reprimir as condutas que mais provocam mortes e lesões no trânsito, nos trechos críticos de acidentabilidade. Em cada etapa, são mobilizados policiais de diversas regionais para reforçar o efetivo local e atuar de acordo com as características de cada estado. A operação se estenderá até o final do ano e será conduzida pela Diretoria de Operações (DIROP), por intermédio do Comando de Operações Especializadas e de Fronteiras (COE) e da Coordenação de Segurança Viária (CSV).


VOLTAR