Rede Acontece » Página 199 de 968 » Um novo jeito de ver notícia
Últimas
24-03-2019 » Começou com ex-pastor evangélico | Islã ganha seguidores e muda cara de cidade no interior nordestino 24-03-2019 » Profissionais não deixaram o Brasil | Cubanos que ficaram após fim do Mais Médicos relatam dificuldades 24-03-2019 » Para alunos de medicina e odontologia | Alckmin ressurge como professor Geraldo em 'aulas-discurso' em SP 24-03-2019 » Reforma da Previdência | Partidos saem em defesa de Maia após crise com governo 24-03-2019 » Aos 82 anos | Morre no Rio de Janeiro o ator e diretor Domingos de Oliveira 24-03-2019 » Presidente do STF | Toffoli: 'Solução' para o país virá pelo diálogo, não pelo Judiciário ou militares 24-03-2019 » Campeonato Paulista | Federação revela ângulo usado no VAR e vê 'gol legal'; Palmeiras rebate 24-03-2019 » Brasil 1 x 1 Panamá | Tite se preocupa com criatividade, mas não vê Brasil abaixo do esperado 24-03-2019 » Cruzeiro no mar da Noruega | Vídeos mostram tensão de passageiros à espera de resgate em navio à deriva 24-03-2019 » Na Infraestrutura | Ministro Tarcísio de Freitas vira 'queridinho' de Bolsonaro 24-03-2019 » Assista aos gols | Bangu vira nos acréscimos e vence Vasco em São Januário 24-03-2019 » IR 2019 | Pague menos imposto com deduções de dependente e saúde 24-03-2019 » Ajuda de apps | Quer gravar as ligações que faz no celular? Saiba como fazer 24-03-2019 » Reclamação | Colecionadores: Placa Mercosul não tem o 'charme da placa preta' 24-03-2019 » Quartas do Paulistão | Santos tem gol anulado pelo VAR, mas vence Red Bull e abre vantagem 24-03-2019 » Prisão do ex-presidente | Anônimo tentou depositar R$ 20 mi em dinheiro para empresa de amigo de Temer

Publicidade
corretora de seguros
INTERSORFT 100 MEGA
2 de agosto de 2018
» Região

Foto: Reprodução

Duas pessoas morreram em um acidente nesta manhã de quinta-feira (02), na BR-030 em Guanambi. Segundo informações, o acidente foi no trecho da Serra dos Brindes. O motorista teria perdido o controle da direção do caminhão carregado com canos e capotado na rodovia. O Departamento de Polícia Técnica (DPT), esteve no local do acidente para realizar o levantamento cadavérico e encaminharam os corpos para o Instituto Medico Legal-IML de Guanambi.


Tags:
2 de agosto de 2018
» Brasil

Foto Rede Acontece

O número de jovens eleitores entre 16 e 17 anos caiu, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral divulgados hoje (1°). Em 2014, eram 1.638.751 jovens votantes e neste ano serão 1.400.617 – uma redução de 14,53%.

Durante a apresentação dos dados, técnicos do TSE informaram que compararam as informações com dados da população do IBGE e que o total de brasileiros na faixa etária diminuiu 7%.

“O ritmo de diminuição da população jovem foi menor que o eleitorado. Foram feitas campanhas, mas não podemos afirmar qual foi o motivo dessa redução”, informou a área técnica do tribunal, segundo o G1.

Os técnicos explicaram também que a população de 16 e 17 anos, conforme o IBGE em 2014, era de 7.024.770, enquanto 1.638.751 eram eleitores – 23% dos jovens optaram por tirar o título.


Tags:
Informe Publicitário
» Informe Publicitário

Foto Divulgação

Você já parou para pensar que quando algo não vai bem, te incomoda, causa tristeza, persiste e você não encontra recursos suficientes em você mesmos para compreender e enfrentar as situações que afetam sua vida, pode ser um sinal que você necessita buscar auxilio psicológico? Pois é, a psicologia vai te ajudar a buscar um ponto de equilíbrio entre suas emoções, razões, pensamentos, sentimentos e comportamentos para gerar mais segurança e bem estar em sua vida.
As sessões são desenvolvidas em parceria, paciente/psicólogo onde buscam elaborar juntos questões sobre o universo do paciente, inclusive com estratégias simples e eficazes para serem colocadas em prática com o objetivo de fornecer cada vez mais ferramentas que faz sentido para você, permitindo que você tenha mais consciente de si, melhore suas escolhas e realize suas ações.
Agende já a sua avaliação (77) 3441 5396, (77) 99991-5396 e (77) 99126-1903.
Clinica Master, prazer em cuidar de voce!


2 de agosto de 2018
» Brasil

Foto: Reprodução

O homem chegou”. Não precisava nem falar nem o nome para que moças desfalecessem, cabras-macho saíssem em disparada e a correria tomasse conta das pequenas cidades do Nordeste nos anos 1920 e 1930. O homem era o mata-sete, o facínora, o Robin Hood sertanejo, amigo dos coronéis, bandido dos bandidos, governador do sertão Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião. Morto numa emboscada na gruta de Angicos em Poço Redondo (SE) em julho de 1938, Lampião deixa um legado controverso no Nordeste brasileiro 80 após sua morte. De um lado, há quem defenda o cangaceiro como uma resposta violenta à própria violência do Estado. De outro, há quem o veja apenas como um homem cruel e sanguinário. Como a Folha publicou nesta semana, oito décadas após sua morte, em 28 de julho de 1938, o fantasma de Lampião continua a assombrar Cansanção, Queimadas e outras cidades do Nordeste. Desta vez, por meio de bandos armados que invadem cidades e assaltam bancos, numa modalidade de crime que ficou conhecida como “novo Cangaço”. Lampião não foi o primeiro dos cangaceiros do Nordeste. Antes dele, foras da lei como José Gomes, o Cabeleira, Jesuíno Brilhante, Lucas da Feira, Antônio Silvino e Sinhô Pereira marcaram história e banharam de sangue cidades do sertão. Mas foi Virgulino quem inaugura um novo ciclo do cangaço no período em que o banditismo atingiu o seu auge nas pequenas cidades e vilas nordestinas. “Costumo dizer que Lampião inaugurou o Cangaço S/A. Ele criou uma rede de apoio político e logístico que lhe produzia lucros e garantia a sobrevivência”, conta o historiador Manoel Neto, coordenador do Centro de Estudos Euclides da Cunha da da Uneb (Universidade do Estado da Bahia). O apoio dos coronéis, afirma, foi fundamental para que Lampião conseguisse sobreviver por quase 17 anos no Cangaço, passando por quase todos os estados nordestinos, quase sempre com tropas da polícia em seu encalço. “Ele servia e se servia dos grupos hegemônicos”, diz. Manoel Neto considera o Cangaço como a “gênese de um processo civilizatório que se implantou por meio da violência” para fazer frente a violência histórica dos coronéis do sertão. E o equipara a movimentos messiânicos como Canudos e Pau de Colher, na Bahia, e Caldeirão de Santa Cruz do Deserto, no Ceará. “São manifestações dos subalternos por meio da violência contra o status quo. Se a linguagem do Cangaço é a violência, é uma violência combate a do estado”, diz. Autor do livro “Lampião na Bahia”, o historiador Oleone Coelho Fontes tem uma visão menos lisonjeira do cangaceiro: “Não se pode esquecer por um minuto sequer que ele foi um bandido, um facínora um sanguinário. Não fez outra coisa da vida a não ser matar ou destruir”, afirma. Ele ainda desdenha da versão dada por Lampião do porquê ele entrou na Cangaço – vingança pela morte do pai por forças policiais de Pernambuco em 1921. “Desde antes da morte do pai ele já era criador de caso, semeador de crueldade. Era uma delinquente”. Esta visão é a mais recorrente entre os moradores de Queimadas, cidade de 26 mil do nordeste da Bahia, que ainda hoje respira a história da passagem de Lampião por aquelas bandas. Foi lá que cangaceiro, friamente, matou sete policiais da guarda local nas vésperas do Natal de 1927 – massacre lendário que lhe rendeu a alcunha de “o mata sete”. “Muita gente menciona o lado positivo dele, mas o lado negativo supera milhares de vezes. Ele foi terrível para os sertanejos”, afirma o aposentado Elias Marques, 67, morador de Queimadas cujo avô presenciou a chegada do cangaceiro na cidade. Por décadas, as marcas de sangue ainda podiam ser vistas na calçada acinzentada em frente ao antigo quartel, hoje sede da prefeitura e guarda municipal. A ação durou pouco mais de um dia: depois de atravessar o rio Itapicuru, ele entrou na cidade com outros 15 homens. Raptou o juiz, prendeu os policiais, soltou os presos e ordenou que fizessem uma festa em sua homenagem. No dia seguinte, matou os sete soldados e poupou o comandante da tropa, atendendo ao pedido de uma senhora religiosa que pediu pela vida do sargento, que também era da igreja.

Lampião foi embora com 22 contos de réis e ficou na história não só de Queimadas, mas no imaginário do Nordeste. Oito décadas após sua morte, sua história segue sendo contada e recontada nos livros, nos cordéis, no artesanato, nos filmes e nas cantigas dos violeiros. Está presente em símbolos que vão chapéu de cangaceiro a danças como o xaxado. Diz Manoel Neto: “Esse é o legado que ninguém questiona. Lampião e o Cangaço seguem forte no imaginário popular do sertão. É parte da nossa história”.


2 de agosto de 2018
» Saúde

Foto: Reprodução

Melhorar o funcionamento do organismo a ponto de prevenir o envelhecimentoprecoce e ajudar a combater problemas da cabeça aos pés é possível com o consumo de alimentos ricos em antioxidantes. A substância combate os radicais livres, protegendo as células de doenças, melhorando o aspecto da pele e prevenindo o acúmulo de toxinas no organismo. Não deixe os itens a seguir de fora da sua próxima lista de supermercado!

1. Açafrão (ou cúrcuma)
A especiaria é lotada de curcuminoides, compostos com ação anti-inflamatória e anti-idade. A cúrcuma é a raiz e o açafrão é a cúrcuma torrada, em pó. Se almoça fora, leve um potinho com o tempero e salpique sobre o arroz com feijão.
2. Aveia
Fonte importante de silício, a aveia auxilia na estruturação da pele, minimizando o aspecto da celulite. Tem betaglucana, molécula que melhora a circulação sanguínea e dificulta a absorção da gordura pelo intestino. De quebra, ainda ajuda a eliminar toxinas.

3. Azeite de oliva
Rico em gorduras monoinsaturadas, tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Dê preferência ao azeite extravirgem, que tem taxa de acidez inferior a 1%. Consuma, no máximo, 2 colheres de sopa por dia.

4. Chá de cavalinha, centelha asiática e dente-de-leão
A cavalinha apresenta bom teor de silício e funciona como diurético natural, desintoxicando o organismo e reduzindo, assim, o inchaço. A centelha asiática estimula a circulação sanguínea. Já o dente-de-leão ajuda a eliminar as toxinas.

5. Linhaça
Rica em ômega-3, anti-inflamatório natural, a linhaça auxilia na regulação hormonal. Também faz uma faxina interna, graças ao alto teor de fibras, contribuindo para evitar o acúmulo de impurezas que dificultam a irrigação sanguínea e favorecem a celulite. Sugestão: leve de casa a linhaça triturada para salpicar sobre a salada, de preferência batida no liquidificador pouco antes de sair para o trabalho. Isso porque as sementes oxidam e perdem boas doses de ômega-3.

6. Frutas vermelhas
Morango e uvas vermelhas e roxas possuem protoantocianidina, substância que fortalece os vasos sanguíneos e linfáticos, melhorando a circulação.

7. Melão
Superimportante na alcalinização do pH sanguíneo (é anti-inflamatório), sobretudo se ingerido com as sementes – que podem ser trituradas, garantindo maior fornecimento de fibras.

8. Mamão e abacaxi
Ambas as frutas têm propriedades antiedema, além de enzimas proteolíticas, que ajudam a digerir proteínas que, para algumas pessoas, podem detonar alergias capazes de estimular a formação de adipócitos (células de gordura).

9. Frutas cítricas
Limão, lima-da-pérsia, laranja e goiaba contêm a poderosa vitamina C, além de bioflavonoides, que aumentam o tônus das veias, favorecendo a microcirculação.

10. Óleo de gergelim
Grande fonte de vitaminas, em especial a E, que atua como antioxidante e, assim, protege as células da ação dos radicais livres. Também tem ação anti-inflamatória.

11. Peixes
Salmão, atum, sardinha e arenque são ótimas fontes de ômega-3, gordura que também entra na tropa de choque contra a osteoporose.

12. Pepino
Diurético natural, alcalinizante e anti-inflamatório, o pepino ajuda a eliminar as toxinas, é rico em vitaminas A e C, além de sais minerais.

13. Sálvia
Ajuda a regular os hormônios femininos, sobretudo o estrogênio, intimamente relacionado à celulite.

14. Semente de abóbora
Ajuda a tornar o pH do sangue mais alcalino, o que afasta as inflamações. A semente de girassol, outro poderoso antioxidante, também pode fazer parte do seu cardápio.

15. Suco de uva integral
Além de antioxidante, também tem ação anti-inflamatória.


2 de agosto de 2018
» Brumado

Foto Divulgação

Faleceu na quarta-feira (01) a professora Edilce Prates Ribeiro, esposa do José Ribeiro de Souza, mais conhecido como Seu Zuzu do Cinema. A educadora estava em tratamento de saúde em Salvador, quando veio a óbito. De acordo com familiares, o sepultamento de Edilce, acontecerá em sua residência, na cidade de Brumado. O sepultamento está marcado para às 16h desta quinta-feira (02), no cemitério Jardim Santa Inês.


Tags:
2 de agosto de 2018
» Bahia, Polícia

Foto Rede Acontece

Pouco mais de três mil pessoas foram vítimas de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte entre janeiro e junho de 2018 na Bahia. O balanço foi divulgado, junto com outros números, pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) na manhã desta quarta-feira (1/8). O alento é que houve uma redução dessas mortes (-6,8%) em relação ao mesmo período do ano passado. Esse número está acima da meta de 6% estipulada pelo programa Pacto pela Vida (PPV). A estatística deste ano dos CVLIs, diz a SSP, corresponde a 224 vidas preservadas. Foram 3.073 casos em 2018, contra 3.297 em 2. Separando os dados pelas macrorregiões, Salvador teve queda de 12,4%, com 603 registros contra 688. Na Região Metropolitana, o decréscimo foi de 12,9%, com 371 casos, contra 426. Por último, no interior, o número caiu 3,8%, com 2.099 ocorrências, contra 2.183.
Violência contra a mulher

Em Salvador e Região Metropolitana os feminicídios tiveram queda de 55,5%, com quatro casos em 2018, contra nove, no ano passado. As ameaças também reduziram, no mesmo período. A polícia baiana contabilizou 4.578 registros, contra 5.043. Os dados do interior ainda não estão consolidados. O trabalho da Operação Ronda Maria da Penha, unidade que acompanha mulheres com medidas protetivas, fechou o semestre com 30 agressores presos, 594 vítimas acompanhadas e 2.312 ações de fiscalizações das medidas.

Bancos, veículos e ônibus

Entrou ainda na estatística da SSP, os casos contra o patrimônio. De acordo com a pasta, pelo terceiro ano consecutivo, a Bahia segue com queda, nos ataques a instituições financeiras. No semestre foram 38 casos, contra 47 do mesmo período de 2017, resultando na diminuição de 19,1%. Já o índice de roubo de veículos se manteve estável com aumento de 1,8%. São 2.949 ocorrências em 2018, contra 2.898, no ano passado. Os números de roubos a coletivos, por sua vez, fecharam os seis primeiros meses com redução de 37,9%. Foram 587 casos a menos. Este ano a polícia contabilizou 963 ações criminosas, contra 1.550. (Aratu online


2 de agosto de 2018
» Justiça

Foto: Reprodução

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Luiz Fux, rejeitou o pedido de um advogado para declarar o ex-presidente Lula inelegível desde já, mas ajustou o texto de sua decisão para incluir nele a expressão “inelegibilidade chapada”, em referência ao petista.

O despacho do ministro é de terça (31) e foi inicialmente noticiado pelo portal UOL. Depois que o teor da decisão foi tornado público, mas antes de o texto ser oficialmente publicado no Diário da Justiça Eletrônico, Fux fez o retoque.

“Não obstante vislumbrar a inelegibilidade chapada do requerido [Lula], o vício processual apontado impõe a extinção do processo”, acrescentou o ministro à sua decisão.

O vício processual a que Fux se referiu é que o pedido foi apresentado ao TSE por um cidadão comum, “despido de legitimidade ativa amparada na lei”, como o seria o caso de um partido, por exemplo.

“A decisão que dei foi meramente formal. Uma pessoa do povo promoveu um pedido de inelegibilidade do presidente. Certamente essa pessoa tem uma ideia que vários outros brasileiros têm, e entendeu que sozinha poderia promover essa ação. Eu julguei extinto o processo”, disse Fux a jornalistas na noite desta quarta (1º), em evento no TSE.

“Depois que saiu essa notícia [no UOL], eu fui verificar se a decisão tinha sido publicada [no Diário da Justiça]. Então, peguei a decisão, para não deixar dúvida, e fiz questão de colocar nela a ilegitimidade do cidadão [que fez o pedido] e, ao mesmo tempo, ser coerente com tudo aquilo que tenho defendido publicamente, que é a inelegibilidade de candidatos que já incidiram em uma condenação em segunda instância”, explicou o ministro.

Lula está preso em Curitiba desde abril, depois de ter sido condenado em segunda instância no caso do tríplex de Guarujá (SP). O PT tem dito que vai pedir ao TSE o registro de candidatura do ex-presidente -que, para Fux, é ficha-suja.

O pedido de registro de candidatura pode ser feito até o próximo dia 15.


2 de agosto de 2018
» Mundo

Foto: Reprodução

A cidade de El Coyolar, em Honduras, ficou chocada com um caso de falsa gravidez. Uma mulher identificada como Rosa Castellanos resolveu fingir para o marido que estava grávida de gêmeos para tentar evitar um divórcio. No nono mês, ela saiu da cidade e foi para Tegucigalpa, capital do país.

Quando Castellanos retornou, ela disse ao marido, Melvin Mendoza, que um dos filhos morreu no parto e o outro bebê estava mal de saúde e ficou no hospital. A criança que morta foi trazida por ela em caixão fechado. Além disso, ela impediu o caixão de ser aberto.

De acordo com o jornal “El Heraldo”, alguns amigos do marido desconfiaram do peso do caixão durante o velório. A dúvida fez com que o pai voltasse ao cemitério depois e abrisse o caixão.

Ao jornal “El Heraldo”, um amigo do marido Ismael Mejia relatou como foi a segunda ida ao cemitério.

“Tudo parecia estar errado. Então, na calada da noite, voltamos ao cemitério e cavamos a cova. Quando tiramos o caixão e abrimos, para nossa surpresa, lá estava uma boneca, vestida como uma criança”, contou.

O marido preferiu não registrar queixa à polícia, que não pode fazer nada. Vale ressaltar que o outro bebê também era uma farsa.


2 de agosto de 2018
» Bahia, Política

Foto Rede Acontece

Ao que tudo indica, o PT quer “bagunçar o baba” já organizando pelos partidos da base aliada do governador Rui Costa (PT). Até o próximo sábado (4) quando ocorre a convenção partidária, o governador terá que reorganizar o time. Isso porque a legenda do governador teria combinado a composição de um chapão, mas nas últimas semanas mudou de ideia e agora quer se dividir em duas chapinhas.

A movimentação petista tem causado um “curto-circuito” no grupo. Questionado sobre o assunto, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD) confirmou o acordo do chapão. “Foi combinado anteriormente que todos os partidos que compunham a base fariam parte do chapão, a exceção do PCdoB que sempre saiu só. Esperamos que essa premissa que foi acordada há meses se mantenha até o dia da convenção. Porque não se pode mudar a regra do jogo praticamente no seu último minuto. Existem correntes que são contrárias ao chapão, mas a maioria quer o chapão. Vamos trabalhar para que isso aconteça”, ressaltou.

Por outro lado, para o PT tanto faz. Segundo fontes do BNews, os petistas acreditam que no chapão ou chapinhas, ou saindo sozinhos, a sigla fará um número desejável de deputados estaduais e federais.

O governador Rui Costa se reúne com o conselho político nesta quarta-feira (1º) para resolver a escalação.


2 de agosto de 2018
» Bahia, Educação

Foto Rede Acontece

A Desembargadora do Tribunal de Justiça, Carmem Lúcia Santos Pinheiro, em despacho publicado na tarde desta quarta-feira (1), atendendo ao pedido da Prefeitura de Guanambi, através do seu assessor jurídico Gabriel Carvalho, alegando os graves prejuízos dos alunos e famílias guanambieses pela paralisação das aulas no segundo semestre do ano letivo, declarou como abusiva a greve deflagrada pelos professores da rede municipal de ensino, representados pelo Sispumur, sindicato dos servidores públicos municipais de Guanambi e região, e concedeu liminar ao município, determinando que o sindicato restabeleça o retorno às aulas no prazo de 24 horas, sob pena de multa diária no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

No pedido, a Prefeitura de Guanambi alegou que o município vinha buscando um entendimento com a categoria, e demonstrou através de documentos a impossibilidade do reajuste, visto que o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) já está sendo totalmente provido para o pagamento dos professores da rede municipal, que detém o melhor salário da região sudoeste e um dos maiores da Bahia e recebem de 100% a 400% acima do piso nacional.

“Com efeito, a presente demanda, encontra-se atrelada ao direito da educação, garantido constitucionalmente através do quanto disposto no art 6º, da CRFB, bem como do artigo 205 e 206, da Carta Magna, sobressaindo-se, inclusive, de outros interesses individuais dos cidadãos, dada a sua relevância. Neste contexto, forçoso reconhecer que direito de greve, embora incorporado ao patrimônio jurídico, dos servidores públicos, não se trata de direito absoluto, sendo necessário observar a natureza da atividade exercida, e a sua relevância social, (Rcl 6568, Rel Min Eros Grau, tribunal Pleno, julgado em 21/05/2009)” – diz um dos trechos do documento.

Em Guanambi, mais de 35 unidades de ensino estão paralisadas e quase 12 mil alunos estão sem aula, e no seu despacho, a Desembargadora alegou que “é claro o impacto na vida de toda a população local, especialmente dos trabalhadores mais carentes, que dependem do serviço para deixarem os seus filhos aprendendo e se educando, bem como em segurança enquanto trabalham”, frisou a magistrada.

Ainda no seu despacho, a desembargadora reafirmou a alegação da Prefeitura de Guanambi, de que o reajuste do piso somente se aplica aos professores que não ganham o piso nacional, o que não é o caso dos educadores da cidade. “Ademais, o que se pese o fato dos servidores terem paralisado as atividades reivindicando melhorias salariais, mostra-se verossímil a argumentação autoral, de que o reajuste previsto na Portaria do MEC nº 1.595/2017, somente se aplica aos entes que remuneram os seus servidores abaixo ou no valor equivalente ao piso salarial, o que, levando-se em conta a documentação acostada, não parece ser o caso do município acionante” – diz trecho do documento.

A Desembargadora ainda utilizou de jurisprudências do Tribunal de Justiça que tem entendido de forma semelhante: “Se é dado o servidor público o direito de exercer o direito de greve, também não pode ele se furtar de arcar com as conseqüências legais decorrentes deste direito, sendo permitido à administração pública, de acordo com a regra a no caput do artigo 7º, da Lei 7.783/89, promover o corte dos vencimentos dos servidores que aderem a greve” – se embasou a magistrada.

Após utilizar de ampla jurisprudência do Tribunal de Justiça, a desembargadora deferiu a liminar a favor do município de Guanambi:

“Considerando a supremacia do Interesse Público, bem como salientando a relevância do direito em discussão, DEFIRO A LIMINAR, inaudita altera pars, determinando o restabelecimento de todo o serviço paralisado, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, sob a pena de incidência de multa diária no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), independente de outras cominações legais. Notifique-se o réu do teor da decisão, restando na oportunidade citado para, querendo, contestar o efeito no prazo legal”, – conclui.


2 de agosto de 2018
» Bahia

Foto Rede Acontece

O mês de junho registrou 1.326 ações protocoladas no Tribunal de Justiça baiano por falta de pagamento de condomínios, segundo o Sindicato da Habitação da Bahia.

O número representa uma redução de 5,7% em comparação com o mês de maio deste ano, porém, com relação ao mesmo período de 2017, o aumento foi de 57,5%, fechando o primeiro semestre de 2018 com alta de 12,6%.

Rio de Janeiro e São Paulo também sofreram com o aumento de inadimplência condominial. A capital fluminense registrou, segundo o TJ-RJ, até o mês de junho, 7.170 ações, o que resultou em um aumento de 3,59% comparado ao mesmo período de 2017, que fechou com 6.921 casos.


2 de agosto de 2018
» TV, Rádio e Cinema

Foto: Reprodução

O filme “O Nome da Morte” leva Hannah Arendt para as franjas do Araguaia. É ali, entre casebres de tijolo aparente e botecos fincados em ruas barrentas, que o diretor Henrique Goldman e o roteirista George Moura querem tratar da banalidade do mal, isto é, do conceito da teórica alemã sobre atrocidades cometidas por homens comuns.

O homem comum, no caso, é interpretado pelo ex-global Marco Pigossi, que vive Júlio Santana, um jovem interiorano transformado em pistoleiro. O thriller, que chega agora aos cinemas, é inspirado no livro-reportagem homônimo de Klester Cavalcanti.

“Me intriga como um cidadão comum pode se tornar uma máquina de morte. Eu fiz questão de criar um universo coerente com essa dubiedade”, afirma Moura, responsável por imaginar os conflitos íntimos de Santana e suas relações familiares.

O livro, vencedor do Jabuti em 2007, é mais voltado a relatar a trajetória do matador de aluguel. A partir dos anos 1970, o mercenário nascido no Maranhão teria executado 492 pessoas em 13 estados, entre elas militantes da guerrilha do Araguaia, durante a ditadura. Jornalista pernambucano, Cavalcanti escreve que o assassino está “aposentado” hoje.

Levar o conceito arendtiano para os rincões brasileiros não é tarefa estranha a Moura, que escreveu, entre outras, “Onde Nascem os Fortes”, série da Globo sobre violência no sertão da Paraíba que também narra barbaridades cometidas por gente comum.

O Júlio de “O Nome da Morte” não é psicopata, segundo o roteirista. “É o vizinho pacato, a banda podre de um mecanismo perverso criado pela sociedade.” Aprendiz de borracheiro, o protagonista descamba para a pistolagem por promessas de ascensão social, que vêm sob a forma das pulseiras de ouro e da caminhonete do tio, seu “preceptor do mal”, nas palavras de Moura.

É sob as asas do parente, policial corrupto vivido por André Mattos, que Júlio dá o primeiro disparo; o primeiro por lealdade, os próximos por micro-ondas, por casa na cidade e por aí vai. Sua mulher, interpretada por Fabiula Nascimento, limpa as manchas de sangue da mochila do marido e personifica o “silêncio cúmplice”. “É o reflexo da nossa sociedade brasileira”, afirma o autor do roteiro.

Entre as vítimas, que o personagem vai anotando num caderninho, há devedores, rivais políticos, sindicalistas, lideranças indígenas e agitadores de movimentos sem-terra —ecos de Chico Mendes, Dorothy Stang e outras execuções no interior do país.

O protagonista, contudo, demonstra ter uma fagulha de consciência e expia seus crimes nos bancos da igreja.

“Como ele lida com a morte e com a vida o tempo todo, é natural que busque uma figura divina para entender o que não entende”, afirma Goldman, que diz não ter tido intenção de traçar associações entre denominações religiosas e os assassinatos.

“Ele é um homem, não é um monstro. Bem, é um homem que se comporta de forma monstruosa”, diz o diretor. “Se vivemos em um mundo tão corrupto, com parte da população segregada e um consumismo absurdo, quais são as consequências que recaem sobre o cara comum?”

Goldman também descarta a possibilidade de seu filme se restringir à realidade do Brasil profundo.

“Pense em Marielle. É um caso de pistolagem urbana”, diz ele, que retorna aos cinemas nove anos após seu “Jean Charles”, drama sobre o assassinato do imigrante brasileiro pela polícia britânica.

Em “O Nome da Morte”, o diretor tem por tarefa contar o brasileiríssimo arco dramático do sujeito preso à terra que se perde em meio a ilusões de uma ascensão ancorada no consumo. Mas usa as tintas de filmes hollywoodianos de gângster —armas mirando a câmera, poças de sangue ao léu, planos-sequência.

Esse maneirismo da direção por vezes turva um roteiro escorado numa trajetória narrativa clara e beira a glamorização do macho violento.

“Meu papel é o de contar as histórias, e não o de julgar as ações”, responde o diretor. “Não estou glamorizando, estou humanizando um personagem que é paradoxal.”


2 de agosto de 2018
» Brasil, Tecnologia

Foto: Reprodução

O Instituto Paraná Pesquisas divulgou nesta terça-feira (31/7) dados sobre os meios de comunicação mais utilizados pelos cidadãos para se informar sobre as eleições de 2018. De acordo com a estatística, 42,5% dos brasileiros pretendem usar os sites de notícias e redes sociais como ferramenta de informação. Apenas 36,7% revelaram fazê-lo pela televisão. Segundo o levantamento, jornais impressos e o rádio ficam para trás. A leitura impressa está na preferência de 6,3% das pessoas e as rádios na de 5,6%. Os brasileiros que não não tomaram posicionamento somam o total de 8,8%. O Paraná Pesquisas entrevistou 2.240 eleitores em todo o país entre os dias 25 e 30 de julho. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos.


Informe Publicitário
» Informe Publicitário

Foto Divulgação

Amamentação é a base da vida.  O mês de agosto ganhou o dourado como nova cor. Trata-se de uma referência ao alimento considerado padrão ouro para a promoção da saúde infantil: o leite materno. Segundo o Ministério da Saúde, o aleitamento materno pode evitar 13% das mortes em crianças menores de 5 anos por causas que poderiam ser prevenidas. Incentive a amamentação. O Centro Médico São Gabriel apoia essa campanha.

 


1 de agosto de 2018
» Brumado

Foto Rede Acontece

Foi publicado nesta quarta-feria (01), no Diário Oficial do Legislativo Brumadense, aportaria Nº 39/2018, que dispõe sobre a nomeação de Jorge Luiz Malaquias Filho, Secretario Geral da Câmara Municipal de Brumado. Jorge que é advogado deixa a assessoria jurídica do vereador Lek cabeleireiro para assumir a Secretaria Geral da Câmara.