04-06-2016

Lenda do boxe, Muhammad Ali morre aos 74 anos nos EUA

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O ex-boxeador americano Muhammad Ali, 74, morreu na madrugada de sábado (4), nos Estados Unidos. Seu porta-voz, Bob Gunnell, havia anunciado na quinta (2) que o ex-atleta estava hospitalizado por causa de problemas respiratórios. Ali foi campeão olímpico, participou da “Luta do Século” original, venceu o combate mais famoso, foi o primeiro tricampeão mundial dos pesados, dominou o boxe no período mais competitivo entre os grandalhões dos ringues e se tornou a primeira estrela globalizada do esporte, com duelos em países do Terceiro Mundo. Poderia ter conquistado mais como atleta, muito mais, não tivesse sido forçado a ficar inativo durante mais de três dos anos mais produtivos da carreira de um esportista. Mas, graças a esse sacrifício, transcendeu o esporte e influenciou a sociedade americana em questões sociais, políticas e religiosas. Nascido Cassius Marcellus Clay Jr. em 1942, na cidade de Louisville, oriundo de uma família humilde, Ali descobriu o boxe na infância por acaso. Aos 12 anos, quando roubaram sua bicicleta, procurou Joe Martin, um policial que dava aulas em um centro de recreação, para reclamar do roubo. Nunca mais viu a bicicleta, mas logo estava calçando as luvas de boxe. Rapidamente ele conquistou títulos amadores que lhe abriram caminho até a Olimpíada de Roma, em 1960. Lá, aquele jovem tagarela ganhou a medalha de ouro entre os meio-pesados (categoria de peso imediatamente inferior à dos pesados no amadorismo). Ao retornar aos Estados Unidos, foi acolhido como herói, homenageado por autoridades e assinou contrato com um grupo de Leia mais »

03-06-2016

Usar wi-fi alheio sem permissão vira crime na Arábia Saudita

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Usar o wi-fi de uma outra pessoa sem sua permissão, na Arábia Saudita, pode ser considerado crime. É o que determina uma nova fatwa, pronunciamento legal sempre emitido por um jurista religioso (o mufti) em países islâmicos, expedida recentemente por um intelectual saudita. Segundo Ali Al Hakami, responsável pela “opinião legal”, usar a conexão de internet privada de alguém sem a autorização tem que ser extremamente proibido já que, de acordo com as leis islâmicas, roubo não pode ser tolerado. “Tirar vantagem do serviço wi-fi ilegalmente ou sem que os outros beneficiários ou proprietários saibam não é permitido”, disse o saudita, que ainda explicou que usar a conexão de internet pública de locais como parques, cafeterias e hotéis não tem problema. A medida pareceu, para muitas pessoas, inclusive religiosos que moram no país, como exagerada e desnecessária. No entanto, a emissão de fatwas semelhantes a essas já é comum na Arábia Saudita e em outras nações islâmicas. Na Indonésia, por exemplo, alguns emojis que eram LGBT-friendly foram proibidos de serem usados por um grupo religioso local. (Ansa)

03-06-2016

Misericórdia não faz photoshop, diz papa

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

A misericórdia não faz Photoshop, na realidade, promove uma mudança no coração e não na aparência, defendeu o papa Francisco nesta quinta-feira. Segundo o líder religioso, a “misericórdia não nos maquia por fora com cara de bons, não faz “photoshop”. Mas com os fios de nossas misérias e pecados, entrelaçados com o amor do Pai, nos tece de tal maneira que a nossa alma se renova, recuperando a sua verdadeira imagem, a de Jesus”. Declaração foi feita pelo religioso na Basílica de Santa Maria Maior, no Vaticano, aos religiosos reunidos nesta quinta-feira em ocasião do Jubileu dos Sacerdotes. O Pontífice também ressaltou que “Deus não se cansa de perdoar, mesmo quando vê que a sua graça não consegue criar raízes fortes no terreno do nosso coração, que é caminho duro, agreste e pedregoso. Ele volta a semear a sua misericórdia e o seu perdão. O nosso coração se torna ‘misericordiado’ e misericordioso”.

03-06-2016

Arroba do boi gordo pode ultrapassar a marca dos R$ 170, aponta consultor

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

A arroba do boi gordo no mercado futuro pode alcançar maior valorização, ultrapassando a marca de R$ 170. A previsão é de Maurício Nogueira, analista de mercado da Agroconsult. “O preço tende a crescer em função da falta de animais no mercado e do aumento do volume de exportações”, explicou, durante o Rally da Pecuária, em entrevista ao site Compre Rural. Na última sexta-feira (29), a arroba estava cotada a R$ 162,74 no mercado futuro da BM&F Bovespa, para entrega em dezembro. Nogueira explica, porém, que a elevação dos preços não está livre de oscilações. “O produtor tem que estar atento e ver o melhor momento de fazer o hedge [proteção contra mudanças de preços em investimentos]. No ano passado muitos pensavam que a arroba subiria mais e acabaram perdendo a chance de fazer um bom caixa, pois isso não aconteceu. Basta uma notícia positiva ou negativa para o preço subir ou cair”, aponta. Os confinadores, que trabalham com gado de corte, tem enfrentado um cenário difícil este ano, interessados no travamento do preço na bolsa de valores. A estimativa é de que os custos de produção tenham crescido 30%, sendo que o milho, principal insumo para alimentação, apresentou elevação de mais de 50% em algumas praças. “Nas últimas semanas acompanhei alguns produtores que pagaram R$ 35 na saca de sorgo, valor bem acima do mercado”, afirma o consultor. (BN)

03-06-2016

Esquemas da Petrobras pagaram itens pessoais da presidente Dilma, diz colunista

FOTO: COQUISTA ACONTECE

FOTO: REDE ACONTECE

Os esquemas que desviaram recursos da Petrobras foram usados para custear itens pessoais da presidente Dilma Rousseff. Segundo informações do colunista Merval Pereira, de O Globo, mensagens em posse da Procuradoria-Geral da República indicam que o cabeleireiro Celso Kamura viajava para Brasília às custas do grupo, a R$ 5 mil. Um teleprompter especial teria sido comprado para Dilma sem ser por meios oficiais, para escapar da burocracia da aquisição. De acordo com o colunista, também estão em posse da PGR mensagens que mostram conhecimento de Dilma sobre os termos de negociação da refinaria de Pasadena, antes da reunião do Conselho de Administração da Petrobras que aprovou o negócio. Os envolvidos na venda trocavam mensagens em uma rede de e-mails do Gmail que não era rastreável, já que as mensagens ficavam em uma nuvem de dados, sem serem enviadas. Uma dessas mensagens diz que “a ministra” já sabia dos arranjos dos advogados.

03-06-2016

MPF diz que quase dez mil mortos receberam Bolsa Família em PE

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) suspeita que a União pagou mais de R$ 16,7 milhões do Bolsa Família para quase dez mil mortos, entre 2013 a 2014, em Pernambuco. Com um repasse no valor de R$ 369,2 milhões, o órgão também aponta que Pernambuco é o segundo estado no ranking nacional em número de beneficiários investigados por não se enquadrar nos critérios do programa. E não para por aí. O Recife, de acordo com o MPF, ocupa o quinto lugar na relação de municípios que estão sob suspeita. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife, mas ainda não obteve retorno. Procurada pela reportagem, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude do estado informou que não tem nenhum controle do Bolsa Família já que, segundo a pasta, cada município tem sua administração própria. E as irregularidades não param. Dos mais de R$ 4 bilhões pagos em Pernambuco, 89.658 mil servidores públicos receberam total de R$ 248,7 milhões do programa. Além disso, pouco mais de dois mil doadores de campanha ganharam R$ 6,5 milhões. O estado também contabiliza 45,538 mil empresários embolsando quase R$ 117 milhões. O órgão não informou quantas pessoas têm o direito de receber o benefício no estado. O ministério ressalta que o somatório dos valores não corresponde ao número total de irregularidades. Já que MPF identificou beneficiários com mais de um CPF cadastrado. Por isso, um mesmo beneficiário pode ser enquadrado como doador e servidor, por exemplo. Leia mais »

03-06-2016

Enem tem 8,6 milhões de estudantes inscritos

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

8.627.194 milhões de candidatos confirmaram a inscrição para fazer as provas da edição de 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o ministro, o número é o segundo maior da história do exame, atrás apenas de 2014. O prazo de inscrição terminou no último dia 20. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, esse número pode aumentar em 100 mil nos próximos dias, com a confirmação dos pagamentos pelo banco. O ministro garantiu ainda que não haverá qualquer mudança na aplicação das provas em relação ao procedimento adotado no ano passado. “Tenho procurado tranquilizar os estudantes. O calendário está mantido e nada será alterado. Queremos ter um Enem com sucesso e transparência e segurança, para dar tranquilidade a todos os envolvidos no processo”, disse o ministro. As provas estão marcadas para ocorrer entre os dias 6 e 7 de novembro. Como no ano passado, os portões serão abertos ao meio dia e fecham às 13h. Os exames começarão a ser aplicados às 13h30. O cartão de confirmação das inscrições será enviado por e-mail aos candidatos. O resultado do exame é usado como critério em processos seletivos para o ensino superior, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa de Universidade para todos (Prouni). Também é usada para concessão do Financiamento Estudantil (Fies).

03-06-2016

Renan critica redução de prazos da defesa de Dilma na comissão do impeachment

 REDE ACONTECE

REDE ACONTECE

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse ver “com preocupação as iniciativas para comprimir prazos” na comissão do impeachment da Casa, em referência à questão de ordem apresentada pela senadora Simone Tebet (PMDB-MS) e acatada pelo presidente do colegiado, Raimundo Lira (PMDB-PB), nesta quinta-feira (2), que reduziu em 20 dias o período para apresentação das alegações finais da acusação e da defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT). O posicionamento contrário a membros do mesmo partido foi divulgado em nota na manhã desta sexta-feira (3). “Apesar de não conduzir o processo e não integrar a Comissão Processante, como presidente do Congresso Nacional, vejo com preocupação as iniciativas para comprimir prazos. Mais ainda se a pretensão possa sugerir supressão de direitos da defesa, que são sagrados”, afirmou Calheiros. “É imperioso agilizar o processo para que não se arraste indefinidamente. Para tal, é possível reduzir formalidades burocráticas, mas sem restringir o devido processo legal e principalmente o direito de defesa. Dez dias na história não pagam o ônus de suprimi-los”, completou o senador. Segundo o presidente do Congresso Nacional, “não devemos lançar mão de expedientes de discutível caráter democrático, ainda que respaldados em interpretações razoáveis”. A decisão de Lira provocou intensos debates e a indignação do advogado de Dilma, o ex-ministro José Eduardo Cardozo, e de senadores que defendem a presidente afastada. Leia mais »

03-06-2016

Risco de câncer de próstata é maior para homens com cintura mais larga

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O risco de desenvolver uma forma mais agressiva de câncer de próstata pode ser maior para homens com cinturas mais largas, apontou uma pesquisa da Universidade de Oxford, no Reino Unido. Após análise de 140 mil indivíduos do gênero masculino na Europa, concluiu-se que aqueles com cintura de 94 cm de circunferência têm chance 13% maior de apresentar a doença, quando comparado a homens com cintura de 84 cm. Segundo o jornal O Globo, a pesquisa foi focada na relação entre as medidas de homens com mais de 50 anos e o risco de desenvolver a doença nos próximos 14 anos. No total, houve 7 mil casos de câncer de próstata, dos quais 934 foram fatais. Os pesquisadores afirmaram que a descoberta reforça a importância de alimentação saudável e exercícios físicos regulares.

03-06-2016

Secretário da Fazenda do RJ criticado por cortes ganha R$ 65 mil

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O secretário estadual de Fazenda do RJ, Júlio Bueno, responsável por elaborar um ajuste fiscal nas contas do Rio, ganha na prática quatro vezes o salário do cargo, cerca de R$ 65 mil. O rendimento supera o teto contitucional do Estado. Pela Petrobrás, ele recebe mensalmente R$ 49 mil, já pelo estado o secretário ganha R$ 16,6 mil, ambos valores brutos. Segundo informações da Folha de S.Paulo, o governo do Rio, contudo, é o responsável pelos dois pagamentos, pois reembolsa a estatal e quita o contracheque do secretário. De acordo com a publicação, bueno tem sido alvo de sindicatos e até da base do PMDB na Assembleia Legislativa por causa do pacote fiscal que tenta implementar. As medidas preveem limite no reajuste de servidores, revisão de benefícios e maior contribuição à Previdência. A Constituição afirma que o vencimento de ocupante de cargo público não pode superar o salário do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), atualmente R$ 33.763. Em nota, a Fazenda afirma que o caso de Bueno é distinto por ele ser funcionário da Petrobras, não submetida ao teto constitucional. Especialistas afirmam que a dupla remuneração não é ilegal, mas pode ser regulamentada. “Ainda que seja legal, vai contra a lógica da Constituição. O servidor poderia até optar pelo maior salário, mas não acumular os dois trabalhando só em um lugar. A função pública não é para enriquecer ninguém”, disse Paulo Corval, professor de Direito financeiro e tributário da Universidade Federal Fluminense, que comentou sem saber de quem tratava a reportagem.

AQUIVO ACONTECE