Rede Acontece » Página 250 de 1107 » Um novo jeito de ver notícia
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 06-12-2019 » Chegou ao clube em outubro | Valentim tem multa milionária e pode seguir no Botafogo em 2020 06-12-2019 » Mais vendido do país | VW T-Cross: qual versão levou SUV à liderança e qual 'micou' 06-12-2019 » Fora de Hora | Sucessor do Tá no Ar vai rir do jornalismo da Globo e concorrência 06-12-2019 » Fórmula 1 | Hamilton na Ferrari? Incerteza da Mercedes explica especulação 06-12-2019 » Depoimento | 'Como consegui ser dispensado do serviço militar obrigatório' 06-12-2019 » Alvinegro quer meia | Corinthians aguarda R. Gaúcho para emplacar trocas por Luan 06-12-2019 » Vagas definidas | PVC: Os riscos e as chances dos brasileiros na Libertadores 2020 06-12-2019 » E o Brasil? | Por que a startup bilionária Loggi terá polo tec em Portugal 06-12-2019 » Com Veron e Dracena | Palmeiras dá esperança para o futuro e aplaude o passado em vitória 06-12-2019 » Fenômeno da música eletrônica | Vintage Culture: como o jovem de 26 anos se tornou um DJ superstar 06-12-2019 » Volta completa vai durar 18 minutos | Rio inaugura maior roda-gigante da América Latina, com 88 m de altura 06-12-2019 » Ecoa | A riqueza da favela: Paraisópolis tem balé, feijoada, orquestra e horta na laje 06-12-2019 » Esporte | Única árbitra mulher na Série A treina 7 dias na semana e não tira folgas 06-12-2019 » Planejamento para 2020 | Santos quer vender Soteldo para fazer caixa e reforçar o elenco 06-12-2019 » Equilíbrio | Saiba como lidar com as cobranças e impedir que elas nos sabotem 06-12-2019 » 2019 gordo | Fla ultrapassa R$ 100 mi com rendas de jogos 06-12-2019 » A Fazenda 11 | 'Vai ser o maior saco', diz Lucas sobre festa final 06-12-2019 » Alta nos preços | Carne sobe 8%, e inflação registra pior mês de novembro em 4 anos, diz IBGE 06-12-2019 » Ministro sofre desgaste | Alvo de pressão, cúpula da pasta de Minas e Energia deve ser substituída 06-12-2019 » Entrevista com ministro | Não é um debate antipartido, afirma Barroso sobre aval a candidaturas avulsas

Publicidade
6 de novembro de 2018
» Bahia, Justiça

Foto Divulgação

A Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA promoverá o julgamento de uma lei, através da série Júri Simulado – Releitura do Direito na História, dia 6 de novembro, no auditório do Irdeb, às 8h30 da manhã. O evento faz parte da quarta edição da série, que dessa vez terá no banco dos réus a centenária Lei Áurea, que completou 130 anos em 2018. O julgamento é gratuito e aberto ao público.

Os jurados sorteados na plateia julgarão a efetividade da lei que determinou a abolição da escravatura no Brasil e será promovida uma discussão sobre o que é ser liberto e se a liberdade de fato foi concretizada ao longo desses anos. A Lei Áurea foi responsável por extinguir a escravidão em 13 de maio de 1888. Uma curiosidade foi o tempo recorde de aprovação da Lei, pois tramitou em apenas cinco dias pela Câmara e Senado, para depois ser levada à sanção da princesa regente do Brasil, Dona Isabel.

Assim como em um júri popular real, os jurados irão ouvir a argumentação da defesa e da acusação (interpretadas por defensores públicos) e votar para a absolvição ou a condenação da lei em julgamento. Os resultados do Júri Popular são imprevisíveis, pela característica democrática e de livre convencimento dos jurados. Embora apresentado dinamicamente e com características teatrais, o evento traz com seriedade um debate atual sobre o Estado de Direito. A ideia é educar o cidadão baiano sobre os direitos, proporcionando maior nível de autoconhecimento e de capacidade de análise dos aspectos sociais e dos atores envolvidos na construção do direito e dos julgamentos.


GRAFICAS
6 de novembro de 2018
» Brumado, Justiça

Foto Rede Acontece

O Promotor de Justiça Tarcísio Robslei França, falou com o Site Rede Acontece, logo após o término do Júri Popular que ocorreu no Fórum juíza Leonor da Silva Abreu, nessa última segunda-feira (05), onde o Tribunal do Júri absolveu Edileusa de Jesus Oliveira, de 42 anos, do assassinato do marido com golpe de faca, fato que ocorreu em dezembro de 2000, no Bairro Urbis 2 em Brumado. Segundo o Promotor, “A absolvição partiu do Ministério Público, o processo penal segue regras e neste processo infelizmente não tinha provas para uma condenação. As provas eram no sentido que ocorreu uma provável legítima defesa e o artigo 386 do Código do Processo Penal é claro, se houver dúvidas de uma ocorrência de legítima defesa, o réu tem que ser absolvido porque nós não podemos querer transformar a dor da perda de um ente querido em uma vingança. O processo segue uma regra técnica e foi feito um trabalho técnico. O Ministério Público em momento algum deixaria de seguir a postura isenta dos fatos, até porque como foi dito em plenário o Ministério Público é fiscal do cumprimento da lei. A gente entende a irresignação daqueles que tiveram a perda de um familiar, só que também os autos não indicavam que houve intenção de matar, mas uma provável legítima defesa e no caso de dúvidas não se pode condenar alguém, não se pode colocar alguém não prisão sem que tenha provas concretas e seguras que cometeu esses fatos”.

O julgamento aconteceu a 18 anos após o homicídio.

“A questão do tempo fica naquele segundo sentido se não foi feito determinadas diligências na época eu não consigo fazer elas agora. Estou aqui na comarca a poucos meses e eu acabo pegando o processo no estado em que ele se encontra já pronto para júri. Então acabo tendo que trabalhar com aquelas provas lá até porque não tem como voltar no tempo. O tempo dificulta para novas diligências, tem diligências que só podem fazer na hora, a exemplo de lesões corporais na ré que não foi feito, então isso dai seria uma prova ao meu ver que daria uma linha corroborando tanto legítima defesa ou se realmente não houve, mas essa prova não foi produzida e infelizmente não tem como voltar no tempo”.

Dos sete jurados quatro eram mulheres.

Acredito que não, todos ali estavam com um objetivo só, analisar fatos e proferir uma decisão justa. E é da natureza do tribunal do júri que seja mesclada essa composição por pessoas da sociedade escolhidas em determinados critérios e sorteados duas vezes. Então é normal, não posso escolher para predominar sexo durante o plenário não. Tem que ser mesclado sim, até para que seja um julgamento justo e democrático”.

Sobre o inquérito

O inquérito não tinha testemunhas presenciais, sem testemunhas presencias não tem como que aquela versão trazida pela ré é mentira. Eu tenho que ter provas que ocorreu do modo diferente. Tanto é que a denuncia narrava justamente o que a ré falou, muitas vezes o crime ocorre de modo oculto, só tem duas pessoas, então não tem como adivinhar, não pode fazer achismos. Então não vou dizer que nesse ponto o inquérito foi mal feito, mas, que o fato ali não tinha mais testemunhas que pudesse colaborar, só ouviram a briga que teve o casal. Uma mulher gravida que corrobora a tese dela que estava ocorrendo uma briga que nesse contexto foi dada uma facada. Então as provas eram mais voltadas para se conhecer a legítima defesa pelo próprio contexto de como ocorreu, o local, horário, só os dois naquela circunstancias”, concluiu o promotor.


NOVA SEGURADORAAA
6 de novembro de 2018
» Mundo, Religião

Foto Reprodução

A comunidade cristã copta no Egito manifestou-se fortemente neste sábado durante os funerais de sete pessoas que foram mortas por militantes islâmicos na última sexta-feira (2).

O ataque terrorista de jihadistas ligados ao Estado Islâmico deixou outras 20 pessoas feridas, algumas gravemente. Os cristãos voltavam de uma cerimônia de batismo no mosteiro de São Samuel, na província de Minya, quando os dois ônibus que viajavam foram metralhados.

Agências de notícia internacionais identificaram uma das vítimas como uma obreira anglicana. Os seis cristãos coptas foram enterrados em caixões brancos por centenas de pessoas que prantearam seus mortos. Em determinado momento, ecoaram gritos na multidão que acompanhava a cerimônia. “Defenderemos a cruz com nossas almas e com nosso sangue”.

O bispo Makarios, da igreja copta de Minya, disse, segundo o The National, após os funerais que eles aguardam o cumprimento das promessas do governo, incluindo do presidente da república, de que eles seriam protegidos.

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelo massacre. A polícia egípcia disse ter identificado e matado 19 militantes islâmicos em um tiroteio numa área desértica horas algumas horas depois.

Durante os funerais de sábado, os amigos e familiares lamentaram as mortes. “O que esses terroristas querem? Eles querem que odiemos os muçulmanos?”, perguntou um dos enlutados, identificado apenas como Michael.

O padre copta Rad Noseer Mitri, responsável pela Igreja de Mar Girgis, enfatizou que o perdão é possível mesmo em tal situação.

“Gostaríamos de dizer a eles [os assassinos] que ainda os amamos apesar do que aconteceu. Mas temos uma pergunta – por que vocês estão fazendo isso conosco? Não fizemos mal contra ninguém”, disse Mitri.


GRAFICAS
6 de novembro de 2018
» Bahia, Política

Foto Rede Acontece

O senador Otto Alencar (PSD-BA) comentou a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República e afirmou que mantém esperança de que ele fará uma boa gestão para o país. No entanto, o parlamentar declarou que não terá participação no governo.

“Eu quero acreditar sempre que vai dar certo. Mas eu não participo de governo que não constitua ele com meu voto, eu não vou ter nenhuma participação com cargos. Até de Dilma que apoiei, eu não tive participação dentro da estrutura do governo”, afirmou, em entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole hoje (5).

Para Otto, há indicativos de que Bolsonaro adote um tom mais pacificador após a eleição. “O discurso dele de campanha já mudou muito depois de ele ganhou as eleições. Ontem, ele não no culto evangélico já falou em ser o pacificador. A nossa esperança é de que ele investido no cargo possa governar para todos os brasileiros sem procurar fazer nenhum tipo de discriminação”, declarou.


GRAFICAS
6 de novembro de 2018
» Economia, Mundo

Foto Reprodução

O Rio de Janeiro recebeu nesta segunda-feira (5) o primeiro voo low cost [de baixo custo] vindo de Santiago, no Chile, pela companhia chilena Sky Airline, que passará a operar, a partir desta segunda-feira, seis voos semanais no Aeroporto Internacional Galeão/Antonio Carlos Jobim, na zona norte da cidade, durante toda a temporada de verão até março.

Do Chile, os aviões do modelo Airbus A320 Neo, com capacidade para 186 passageiros, saem do Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, na região metropolitana de Santiago.

Nessa terça-feira (6) será inaugurado o voo para Florianópolis e no dia 3 de dezembro para São Paulo, ligando essas cidades a Santiago.

Presidente da empresa, Holger Paulmann explica que as tarifas para o Rio e São Paulo partem do equivalente a US$50 por trecho. “Mas vamos buscar com o tempo a forma de poder seguir baixando o preço”, disse acrescentando que para Florianópolis como é o trajeto é mais curto o valor partirá de US$ 39 cada trecho.

Entre as características da empresa aérea de baixo custo estão o espaço menor para bagagens de mão e entre as poltronas, além da não oferta de refeição.


NOVO SEGURO
6 de novembro de 2018
» Brasil, Economia

Foto Reprodução

A Bolsa brasileira voltou a renovar a máxima histórica nesta segunda-feira (5) ainda na esteira do otimismo com a formação do novo governo e expectativa com a divulgação de resultados da Petrobras.

O dólar também fechou em alta. O Ibovespa, o principal índice acionário do país, subiu 1,33%, a 89.598 pontos, no maior nível histórico. O giro financeiro do pregão foi de R$ 14,810 bilhões, acima da média mensal do ano, mas abaixo do volume registrado em outubro.

Nesta segunda, a valorização foi puxada pelas ações da Petrobras em meio à expectativa de investidores pela divulgação dos resultados da empresa no terceiro trimestre. Os números serão conhecidos amanhã, antes da abertura do mercado. Os papéis preferenciais da estatal saltaram 3,07% no pregão.

O Ibovespa também foi sustentado pela disparada de 11,45% nas ações ordinárias da Cosan, reflexo do anúncio da empresa de que ela cancelará a operação de incorporação da Cosan Logística, citando “preocupações demonstradas” por acionistas e investidores.

“O Ibovespa saiu sem escalas de 83 mil para 89 mil pontos. Diria que tem espaço para alguma realização, mas o mercado continua mantendo otimismo de curto prazo”, diz Alvaro Bandeira, economista-chefe da Modalmais.

Bandeira faz referência à sequência de quatro pregões de alta na Bolsa desde a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência. No primeiro dia após a confirmação da vitória do capitão reformado do Exército (29 de outubro), a Bolsa despencou. Desde então, no entanto, acumula alta de mais de 6%.

Dados da B3 mostram que investidores estrangeiros sacaram R$ 6,2 bilhões da Bolsa em outubro. É o segundo maior volume de saques do ano e indica que a euforia com o cenário eleitoral foi alimentada por investidores locais, entre eles gestores de fundos e pessoa física, e não pela confiança de estrangeiros no país.

A retirada de recursos ajuda a explicar o movimento recente de alta do dólar no mercado local -a moeda americana avançou 0,89%, a R$ 3,7270. Considerada uma cesta de 24 divisas emergentes, o dólar ganhou força sobre 14 delas nesta segunda.

No exterior, o dia foi de sinais trocados para os mercados de risco. As Bolsas asiáticas tiveram perdas expressivas, enquanto as europeias operaram sem direção única. Nos Estados Unidos, o índice de tecnologia Nasdaq voltou ao campo negativo.

Por lá, investidores adotam postura cautelosa à espera do resultado das eleições legislativas de meio de mandato (conhecida como midterms), que serão realizadas nesta terça-feira (6).

A expectativa maior era sobre a capacidade dos Republicanos, partido do presidente Donald Trump, em manter o controle sobre a Câmara e o Senado.

Segundo o site FiveThirthyEight, havia mais chance dos Democratas (sete em oito) assumirem o controle da Câmara. No Senado, a chance estimada era de apenas uma em seis.


NOVA SEGURADORAAA
6 de novembro de 2018
» Bahia

Foto Divulgação

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) abriu seleção para contratar 70 estagiários em 11 cidades da Bahia. As inscrições para o Programa de Estágio 2019 foram abertas nesta segunda-feira (05) e podem ser realizadas até o dia 5 de dezembro no link da seleção. As vagas estão disponíveis para Salvador, Juazeiro, Feira de Santana, Eunápolis, Itabuna, Teixeira de Freitas, Valença, Santo Antônio de Jesus, Brumado, Irecê e Vitória da Conquista. Conforme a Coelba, o processo de seleção é dividido em cinco etapas e as primeiras contratações serão realizadas no mês de fevereiro de 2019. Os pré-requisitos para participar do processo seletivo são: ter a previsão de conclusão do curso entre dezembro/2019 e dezembro/2021 e ter disponibilidade de 24 ou 30 horas semanais – com o máximo de seis horas por dia de estágio. Os selecionados terão direito a bolsa-auxílio e benefícios.


CCCC
6 de novembro de 2018
» Bahia, Polícia

Foto Divulgação

A Polícia Federal deflagra na manhã desta terça-feira (06), simultaneamente as Operações Sombra e Escuridão e Elymas Magus, objetivando desarticular duas organizações criminosas especializadas em fraudes a licitações e desvio de recursos públicos que atuavam em diversos municípios da região sul da Bahia. Estão sendo cumpridos 13 mandados de prisão preventiva e 50 mandados de busca em diversas cidades baianas, dentre as quais Aurelino Leal, Camamu, Ibirapitanga, Igrapiúna, Ilhéus, Itabela, Itabuna, Ituberá, Santo Antônio de Jesus, Ubaitaba e Ubatã. Cerca de 115 policiais federais e mais 24 auditores da Controladoria Geral da União participam da ação. As investigações referentes à Operação Sombra e Escuridão tiveram início há pouco mais de um ano, a partir de suspeitas envolvendo os sócios de duas empresas sediadas em Igrapiúna, que, não obstante haverem participado de licitações e recebido vultosos pagamentos de diversos municípios – em contratos de obras, locação de veículos e transporte escolar – eram também beneficiários do programa Bolsa Família, do Governo Federal. Logo se constatou tratar-se de organização criminosa bem estruturada, que operava com pelo menos quatro empresas constituídas em nome de “laranjas” com a finalidade de fraudar licitações. Através dos levantamentos realizados, com o apoio do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia – TCM/BA e também da Controladoria Geral da União – CGU, foi possível comprovar que essas empresas não possuíam a mínima capacidade para a execução dos serviços e obras contratadas, os quais eram terceirizados mediante a cobrança de um percentual sobre o valor pago pelas prefeituras.
Muitas dessas obras não foram concluídas, a exemplo de creches, unidades básicas de saúde e quadras de esportes.
Foi possível identificar, também, que uma outra organização criminosa, com liderança e integrantes diversos, agia em conluio com a primeira, para, da mesma forma, fraudar licitações em prefeituras do interior do Estado. Tal descoberta deu origem à segunda operação, Elymas Magus, na qual se verificou que essa outra organização atuava de forma a “tumultuar” os processos licitatórios, ora participando dos certames para exigir propina das empresas concorrentes para que desistisse, ora fazendo ajustes prévios e combinações para vencer as licitações e posteriormente abandonar os contratos.
Conforme apurado pela CGU, os valores repassados pelas prefeituras às empresas investigadas entre 2015 e 2017 chegam a 34 milhões de reais.
Os investigados responderão pelos crimes participação em organização criminosa (artigo 2o, §§ 3o e 4o, II e IV, Lei 12.850), fraude a licitação (artigos 90, 92 e 93, Lei 8.666/93), falsidade ideológica (artigo 299, CP), corrupção passiva (artigo 317, CP) e corrupção ativa (artigo 333, CP).
A Operação Sombra e Escuridão foi assim batizada em uma alusão aos leões de Tsavo, os quais teriam aterrorizado os operários de uma ferrovia que estava sendo construída na região de mesmo nome, no Quênia, atrasando sobremaneira a conclusão da obra e, por conseguinte, o desenvolvimento de toda a região. Elymas Magus, por sua vez, significa “feiticeiro” em latim e foi escolhido porque o líder da organização criminosa agia como um ilusionista, fraudando licitações e tumultuando os processos com a utilização de pelo menos dez empresas.


NOVA SEGURADORAAA
5 de novembro de 2018
» Economia

Foto Rede Acontece

A Petrobras anunciou, nesta segunda (5), um reajuste no preço do gás de cozinha comercializado em botijões de 13 quilos, usados em residências.

O novo preço de R$ 25,07 representa um aumento médio de 8,5% em relação ao valor vigente desde julho. Trata-se de uma média nacional, sem tributos, nas refinarias da companhia. O aumento, portando, poderá ou não ser repassado ao consumidor pelas distribuidoras.

“A desvalorização do real frente ao dólar e as elevações nas cotações internacionais do GLP [Gás Liquefeito de Petróleo] foram os principais fatores para a alta”, afirmou a estatal em comunicado à imprensa.

O novo valor passa a valer nesta terça (6). O reajuste varia, a depender do polo de suprimento. A alta oscila entre 8,2% e 9%, segundo nota do Sindigás (sindicato das distribuidoras).

O preço do botijão passou a sofrer reajustes trimestrais em janeiro deste ano. Deste então, o preço sofreu um aumento acumulado de 2,8%.

O reajuste não se aplica aos botijões industriais, cujo valor é 52,4% mais alto do que o gás vendido a residências. Desde 2012, a estatal adota políticas de preços diferentes para os dois destinos do gás, política que foi iniciada com o objetivo de garantir menores valores para consumidores residenciais.


CCCC
5 de novembro de 2018
» Região

Foto Reprodução

Uma jovem de 21 anos morreu e um rapaz de 20 ficou ferido após uma batida entre a moto em que eles estavam e um ônibus de uma empresa de turismo, ocorrida na noite de domingo (4), na BR-430, trecho da cidade de Igaporã, sudoeste da Bahia. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois voltavam para casa após fazerem a prova do Enem. Ainda de acordo com informações da PRE, a jovem de 21 anos, identificada como Suzélia Martins Neves Carmo, morreu no local. O piloto da moto, identificado como Romilson de Jesus Silva, foi arremessado do veículo e ficou ferido. O jovem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico (Samu) e levado para o Hospital Municipal Carlos Santana, em Igaporã. Não há informações sobre o estado de saúde dele. A PRF contou que Romilson tentou fazer uma curva para entrar em uma estrada vicinal, quando colidiu com o ônibus que retornava de uma viagem em Bom Jesus da Lapa. De acordo com a PRF, o motorista do ônibus informou que tentou desviar da moto, mas não conseguiu. Ainda segundo a Polícia Rodoviária Federal, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Guanambi foi acionado e realizou a perícia no local. O corpo de Suzélia foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde será periciado. Não há informações sobre o sepultamento da jovem


CCCCCCCC
5 de novembro de 2018
» TV, Rádio e Cinema

Foto Reprodução

Cinebiografia do cantor Freddie Mercury teve 501 mil espectadores neste último fim de semana
‘Bohemian Rhapsody’ lidera bilheterias nos cinemas brasileiros.

O longa “Bohemian Rhapsody”, cinebiografia do saudoso cantor Freddie Mercury e da banda inglesa Queen, liderou as bilheterias nos cinemas brasileiros neste último fim de semana.

De acordo com dados da comScore, avançados pelo colunista Lauro Jardim, de “O Globo”, o filme teve 501 mil espectadores e arrecadou R$ 9,6 milhões entre quinta-feira (1º) e domingo (4).

Em segundo lugar, ficou “O Quebra-nozes e os quatro reinos”, com 347 mil pessoas. “Halloween” ficou em terceiro, com 279 mil espectadores.


GRAFICAS
5 de novembro de 2018
» Brumado

Foto Rede Acontece

O Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) informa que ao longo das próximas 24 horas as condições atmosféricas permanecem favoráveis à ocorrência de chuvas na faixa centro-sul e oeste da Bahia. Ao longo desse período são esperados eventos de chuvas moderada a forte em algumas áreas desta faixa, podendo vir acompanhadas de descargas elétricas, o que caracteriza uma situação de Atenção. Dentre esses municípios estão Brumado, Livramento de Nossa Senhora, Dom Basílio, Barra da Estiva, Caturama, Érico Cardoso, Guajeru, Igaporã, Jussiape, Piripá, Malhada de Pedras, Presidente Jânio Quadros, Riacho de Santana, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Tanhaçu, Ituaçu, Ibiassucê, Caculé, Caetité e Guanambi.


GRAFICAS
5 de novembro de 2018
» Brumado, Justiça

Foto Rede Acontece

Os familiares de Lucindo Ferreira Azevedo, morto com uma facada pela esposa em 2000, protestaram diante a sentença de absorvição dada pelo tribunal do juri nesta segunda-feria (05), após 18 anos dos fatos.

Foto Rede Acontece

Uma faixa pendurada na grade do fórum pedia justiça após os 18 anos da morte de Lucindo. Segundo a sobrinha da vítima, Carla ferreira, “A gente pode matar, a gente só não pode morrer, porquê quem morre perde a vida e fica o crime fica impune. Não acredito na justiça dos homens, só na de Deus”. Declarou Carla que ainda disse “Foi briga de casal, sabemos que casal tem suas divergência, mas o que levou a morte dele foi a falta de socorro, ela trancou meu tio e deixou ele morrer”.


NOVO SEGURO
5 de novembro de 2018
» Brumado, Justiça

Foto Rede Acontece

Edileusa de Jesus Oliveira, de 42 anos, foi absolvida em Júri Popular realizado no Fórum Juíza Leonor da Silva Abreu, em Brumado, nesta segunda-feira (05), pela prática do delito previsto no art. 121, caput, do CP, fato em tese ocorrido em 30 de dezembro de 2000, por volta de 22h30min, no interior de sua residência situada no caminho 16, casa 22, Urbis II, nesta cidade, figurando como vítima seu Companheiro Lucindo Ferreira Azevedo, que recebeu golpe de faca na região lombar esquerda, sofrendo as lesões descritas no laudo de exame cadavérico. Ao primeiro, segundo, terceiro e quarto quesitos os jurados responderam afirmativamente, reconhecendo a materialidade, o nexo causal e a autoria, mas absolvendo a acusada. Em virtude da deliberação do Conselho de Sentença, que absolveu a acusada e estando a ré em liberdade, determino que após o trânsito em julgado sejam feitas as anotações de estilo e arquivados os autos. Essa sentença está publicada em Plenário do Tribunal do Júri, às 11h40, e as partes intimadas.


GRAFICAS
5 de novembro de 2018
» Brasil, Justiça

Foto Reprodução

O juiz Sérgio Moro vai levar para o Ministério da Justiça integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato, informa reportagem do jornal o Estado de S. Paulo.
De acordo com a publicação, o magistrado já avalia nomes ligados à Polícia Federal, que voltará a ficar sob o comando da pasta, e à Receita Federal.

Para colocar em prática a promessa de uma “agenda anticorrupção e anticrime”, Moro terá o maior orçamento da pasta nesta década. Serão R$ 4,798 bilhões em 2019, 47% a mais do que a dotação autorizada para este ano. Ao mesmo tempo, herdará um déficit de pessoal em órgãos como a Polícia Rodoviária Federal.

Na quinta (1º), o magistrado aceitou o convite do presidente eleito, Jair Bolsonaro, para integrar o futuro governo. Antes da oficialização do seu nome, Moro e Bolsonaro conversaram na sala da casa do deputado na Barra da Tijuca, no Rio.

Por meia hora, a discussão teve a participação do economista Paulo Guedes, que vai comandar o novo Ministério da Economia. Depois, por 40 minutos, Bolsonaro e Moro ficaram sozinhos discutindo pontos prioritários do governo. Após o encontro, em coletiva, Bolsonaro disse que eles estavam alinhados: “Chegamos a um acordo de 100% em tudo”.

Segundo o diário paulista, além de nomes da Polícia Federal e da Receita, o juiz tem afirmado a interlocutores que gostaria de contar com “um ou dois nomes” ligados ao Ministério Público Federal, mas admite que a participação de representantes desse braço da Lava Jato é “mais complicada” porque dependeria de exoneração de cargos.

Ainda conforme o jornal, Moro deve começar a analisar a estrutura do ministério assim que a equipe de transição começar a repassar os dados. Na terça-feira, ele concede a primeira entrevista coletiva para falar dos seus planos à frente da pasta.


GRAFICAS
5 de novembro de 2018
» Brumado, Polícia

Foto Rede Acontece

Na noite do último domingo (04), uma guarnição do PETO foi informada através do CICOM que um condutor de um Fiat Palio teria desembarcado e arremessado um invólucro em direção ao teto da carceragem da delegacia de Brumado. Ao realizar a diligência, a guarnição visualizou o carro suspeito e procedeu com a abordagem ao elemento, pelo que foram encontrados 9 (nove) aparelhos celulares sem nota fiscal ou qualquer outro documento que atestasse a propriedade. Na parte externa da carceragem foi localizado o pacote de substância análoga à maconha, tendo o homem confessado ter arremessado, afirmando que havia recebido dinheiro para realizar a entrega da droga. Por essa razão, o indivíduo foi detido e apresentado à ao delegado plantonista na sede da 20ª COORPIN, onde o fato foi registrado.


NOVA SEGURADORAAA