“Para governar, tem de ter aliança”, defende FHC » Rede Acontece
Últimas
22-04-2019 » Reta final da série | GoT se prepara para batalha com episódio melancólico 22-04-2019 » Mais de 500 feridos | Autoridades do Sri Lanka elevam para 290 número de mortos em atentados 22-04-2019 » Uso incorreto de capacete | Bolsonaro cometeu infração em passeio de moto, dizem especialistas 22-04-2019 » Renda versus espera | Saiba quando se deve adiar ou antecipar a aposentadoria 22-04-2019 » Campeonato Francês | PSG celebra título com retorno de Neymar e três de Mbappé 22-04-2019 » Ao criticar Bolsonaro | Confederação Israelita processará Ciro Gomes por fala sobre judeus 22-04-2019 » Veja lista | Avianca cancela mais de 1.000 voos até próximo domingo (28) 22-04-2019 » Patinação no Brasil | Garota trans de 11 anos busca na Justiça direito de disputar torneio 22-04-2019 » Paulista | Da incerteza ao Tri 22-04-2019 » Ficou pelo menos 20h no ar | Vídeo com ataques de Olavo a militares é deletado de canal de Bolsonaro 22-04-2019 » Tentativa de pacificação | Em meio à crise do inquérito de fake news, STF retoma julgamentos 22-04-2019 » Mais de 200 vítimas fatais | Chef, recém-casado, primos e policiais estão entre mortos no Sri Lanka 22-04-2019 » Impacta a democracia | Quatro consequências graves da estagnação das classes médias 22-04-2019 » Símbolos sagrados sujos de sangue | Duas imagens chocantes representam a violência de atentados no Sri Lanka 22-04-2019 » Campeonato Carioca | Fla é campeão sobre o Vasco e mantém tabu de 31 anos com rival 21-04-2019 » Veja resultados dos Estaduais | Fortaleza de Ceni é campeão no CE; Athletico leva título nos pênaltis 21-04-2019 » Auxiliar assume interinamente | Após perder título para Flamengo, Valentim é demitido pelo Vasco 21-04-2019 » Vice-campeão do Paulista | Cuca nega desrespeito e explica reação do SP: 'Tinha jogador chorando'
Publicidade
INTERSORFT 100 MEGA
corretora de seguros
6 de agosto de 2018

“Para governar, tem de ter aliança”, defende FHC

Foto: Reprodução

Em discurso na convenção nacional do PSDB que oficializou a candidatura de Geraldo Alckmin ao Planalto, o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso afirmou que o Brasil está avançando e que a confiança perdida sobre a classe política poderá ser restabelecida pela chapa tucana. A aliança com partidos que são associados a fisiologismo – do grupo chamado de Centrão, foi defendida pelo ex-presidente da República como necessária para governar. “Para governar, tem que ter aliança. A aliança na democracia faz parte da governabilidade e antecipa vitória. A vinda da Ana Amélia simboliza essa aliança e antecipa a vitória”, afirmou FHC sem citar o nome dos oito partidos que se coligaram com o PSDB: PP, DEM, PR, Solidariedade e PRB, que compõem o chamado “Centrão”, além de PSD, PTB e PPS. O ex-presidente disse, sem citar o atual presidente, Michel Temer, que o “Brasil está avançando, mas precisamos avançar mais”. Discursou que Alckmin e Ana Amélia foram “escolhidos para representar esse novo momento do Brasil”. “Geraldo e Ana Amélia, vocês expressão a confiança no Brasil. Eu confio em vocês porque conheço os dois”, disse. Fernando Henrique disse que o Brasil hoje tem medo e incerteza. “É um medo que tem base porque as pessoas sabem que a violência existe. É preciso botar na cadeia quem for necessário, seja por corrupção, seja por assaltos. Vamos fazer o futuro do Brasil dentro da lei, com ordem e respeito”, disse, em uma mensagem que pode ser lida como direcionada ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas também vale para aliados. O ex-presidente disse também que o período tucano no Planalto teve avanços também na área social e na saúde, não só na economia. “Demos saltos grande na saúde, com o ministro José Serra. Eu uso hospital que é do SUS. Nós que fizemos o SUS, foi o Serra que fez. Outros fizeram também, mas o principal foi o Serra.” “Temos que fazer o Brasil crescer sem megalomania. Para isso, é necessário restabelecer a confiança. Geraldo simboliza uma pessoa simples, o que é bom. A mordomia é a porta de entrada para a corrupção. Precisamos de gente simples, mas que creia e possa dizer o que é necessário. Brasil está avançando, mas precisamos avançar mais”, disse FHC. Do ponto de vista do sistema político-eleitoral, Fernando Henrique afirmou que é preciso diminuir o número de partidos. “Precisamos refazer a vida política, não desprezar a vida política. Para governar, é preciso ter competência, não boa vontade; boa vontade leva para o céu.”


VOLTAR