Pente-fino no INSS suspende 140 mil benefícios » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 16-12-2019 » 'Vilão' do UFC | Americano que chamou Brasil de chiqueiro sai quebrado e humilhado 16-12-2019 » Veja como foi | Festa? São Paulo x Bayern de lendas tem até expulsão 16-12-2019 » 1x1 no Espanhol | Courtois vai para área e ajuda o Real Madrid a empatar com o Valencia 16-12-2019 » Marido está internado | Grávida morre ao cair de deck de 10 metros no litoral de São Paulo 16-12-2019 » Campeonato Francês | Neymar perde pênalti, dá 2 assistências para Mbappé e PSG goleia 16-12-2019 » Acidente na BR-116 | Miss morta em acidente estudava jornalismo e se inspirava em Gisele 16-12-2019 » "Raquetadas contra o Fascismo" | Tênis de mesa é palco de novo caso de faixa antifascista proibida 16-12-2019 » 4 a 0 | Seleção feminina vence e encerra ano no top 10 16-12-2019 » Segurança no trânsito | Cinto de segurança exige manutenção: saiba quando trocar 16-12-2019 » MP aprovada na Câmara | Senado vota transferência do Coaf para o BC na próxima terça 16-12-2019 » Enfrentar a discriminação | Combate a racismo exige reconhecimento de privilégios da branquitude 16-12-2019 » Mundial de Clubes | Ex-rival que disse que Jorge Jesus estava na "pior liga" visita técnico em Doha 16-12-2019 » Chanceler | Em um ano, Ernesto promove guinada ideológica no Itamaraty 16-12-2019 » Novo técnico | Palmeiras acerta com Vanderlei Luxemburgo após busca frustrada por Sampaoli 16-12-2019 » Ao lado de Eduardo | Netanyahu diz que Bolsonaro prometeu mudar embaixada para Jerusalém em 2020 16-12-2019 » Consulta pública foi aberta | Brasil avança para regular uso de inteligência artificial 16-12-2019 » Professores do Objetivo | Confira a resolução do primeiro dia da 2ª fase da Unesp 16-12-2019 » Segue no comando | Tuma é reeleito na Câmara Municipal de São Paulo 16-12-2019 » Meio Ambiente | Após obstrução brasileira, Cúpula do Clima fracassa e adia decisões 16-12-2019 » Juiz de instrução | Moro defende veto, mas Lava Jato em Curitiba mantém juiz de garantias
Publicidade
22 de julho de 2019

Pente-fino no INSS suspende 140 mil benefícios

Foto Rede Acontece

No primeiro balanço sobre os efeitos da medida provisória (MP) que combate fraudes no INSS, foram anulados 140 mil benefícios considerados irregulares, o que vai resultar numa economia de R$ 177 milhões por mês ou R$ 2,1 bilhões por ano, informa reportagem do jornal O Globo. Segundo técnicos do governo, os problemas mais comuns foram pagamentos feitos após a morte do beneficiário, acúmulos indevidos e a obtenção de benefícios de forma criminosa, com apresentação de documentos falsos. O trabalho de revisão dos valores pagos envolve um total de três milhões de pagamentos com suspeita de fraude. De acordo com os técnicos, os primeiros resultados mostram que são comuns irregularidades envolvendo servidores estaduais e municipais. No pente-fino, foi detectado, por exemplo, o caso de um servidor estadual aposentado do Rio de Janeiro com renda mensal de R$ 13 mil que, conforme as apurações, recebia desde 2008 o Benefício de Prestação Continuada (BPC) — destinado a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. Entre 2008 e 2011, a concessão indevida do BPC a esse servidor resultou num prejuízo de R$ 115 mil aos cofres públicos.


VOLTAR