Petrobras é eleito 2º maior caso de corrupção, diz ONG » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 19-08-2019 » Filme estreia dia 29 | Com retrato de Brasil opressor, Bacurau deve 'sair da bolha', diz diretor 19-08-2019 » Conselho de Direitos Humanos | Por vaga na ONU, Bolsonaro enfrentará seu primeiro teste internacional 19-08-2019 » A partir das 22h | UOL transmite hoje Roda Viva com Alexandre Frota após filiação ao PSDB 19-08-2019 » País em crise | Tensão na fronteira obriga chefe da ONU a cancelar visita a Pacaraima (RR) 19-08-2019 » Veja como funciona | Saque do fundo PIS/Pasep começa para quem tem conta na Caixa ou no BB 19-08-2019 » Revés em casa | Fluminense anuncia demissão de Fernando Diniz após derrota para o CSA 19-08-2019 » Previdência | Para 27% dos homens e 17% das mulheres, reforma pode ser benéfica 19-08-2019 » Interferência | Para auditores, pressão de governo sobre a Receita visa proteger políticos 19-08-2019 » Chega até o fim do ano | Perto da estreia, novo Chevrolet Onix ainda roda com disfarces 19-08-2019 » Caça de Baleias | Bolsonaro divulga vídeo gravado na Dinamarca para criticar Noruega 19-08-2019 » Exclusivo | Dybala conversa com PSG e vira peça-chave para saída de Neymar 19-08-2019 » Condecorações | Em meio a bloqueios, governo gasta R$ 1,6 mi com medalhas 19-08-2019 » Não tem tempo? | Dá para faturar com ações sem acompanhar o sobe e desce diário 19-08-2019 » Vilã da Novela | 'Josiane é uma pedra de gelo', diz Agatha Moreira de A Dona 19-08-2019 » Copia, cola e cria | Entenda a técnica que criou bebês chinesas geneticamente editadas 19-08-2019 » Minha História - Verônica Hipólito | 'Sou muito mais do que tumores, quatro cirurgias e um AVC' 19-08-2019 » Motorista por um dia | Trabalhar para apps me rendeu R$ 211,79, dores e 2 coxinhas 19-08-2019 » Josias de Souza | Capitão troca versículo por Lei de Murphy 19-08-2019 » Reinaldo Azevedo | Salles deveria ser titular do Ministério da Riqueza 19-08-2019 » Paola Machado | Por que é fácil engordar e difícil emagrecer?
Publicidade
12 de fevereiro de 2016

Petrobras é eleito 2º maior caso de corrupção, diz ONG

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O esquema de propinas instalado na Petrobras entre 2004 e 2014 foi eleito o segundo maior caso de corrupção do mundo, aponta pesquisa feita pela organização não governamental Transparência Internacional. Os desvios na estatal petrolífera brasileira despontam entre os maiores escândalos mundiais. A ONG Transparência promoveu uma votação de âmbito internacional pela internet sobre os episódios mais importantes da corrupção. Foram citados, ao todo, 400 casos. Com 11.900 votos, a Petrobras pegou o segundo posto, ficando atrás apenas de Viktor Yanukovych ex-presidente da Ucrânia (2010/2014), merecedor de 13.210 votos. O esquema na Petrobras, desmontado na Operação Lava Jato, supera na avaliação dos entrevistados, outros capítulos marcantes de fraudes, como o caso Fifa (1.844 votos) e o do ex-presidente panamenho Ricardo Martinelli (10.166 votos), acusado pelo desvio de US$ 100 milhões. Martinelli encerrou a votação da Transparência em terceiro lugar. Campanha brasileira. A lista faz parte da campanha “Desmascare os corruptos”, da ONG sediada em Berlim que, em janeiro, declarou apoio a uma outra campanha, “10 Medidas contra a Corrupção”.Idealizado pelo Ministério Público Federal brasileiro a partir do combate ao esquema de propinas e desvios na Petrobras, o projeto 10 Medidas contra a Corrupção já conta 1,3 milhão de assinaturas e será levado ao Congresso quando atingir 1,5 milhão de adesões. A Petrobras informou que não vai comentar a pesquisa divulgada ontem pela Transparência Internacional.


VOLTAR