Petrobras é eleito 2º maior caso de corrupção, diz ONG » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 07-07-2020 » Presidente em tratamento | Bolsonaro diz que testou positivo para covid-19 07-07-2020 » Pandemia na política | Gielow: Infectado, Bolsonaro tenta usar coronavírus como aliado na crise 07-07-2020 » UOL Entrevista | Power Point com Lula poderia ter sido feito diferente, admite Dallagnol 07-07-2020 » Líder do governo na Câmara | Bolsonaro sonda Major Vitor Hugo para o Ministério da Educação 07-07-2020 » Sigla apoia PL das fake news | WhatsApp barra contas do PT por disparos em massa; partido vê 'interesse' 07-07-2020 » Educação | Nº de universidades brasileiras sobe de 6 para 7 em em top 10 da América Latina 07-07-2020 » Decisão da Taça Rio | Após aval da Globo, Flu anuncia que vai transmitir final contra o Fla pelo YouTube 07-07-2020 » 'Casa é minha' | Neymar 'humilhou' irmã? Brincadeira do craque gera debate 07-07-2020 » Inovação | Táxi voador usa motores elétricos e hidrogênio 07-07-2020 » Amor no isolamento | Cleo diz que está 'alimentando' os @s durante a quarentena 07-07-2020 » do Palmeiras | Raphael Veiga assume namoro com irmã de Luan Santana 07-07-2020 » Polêmica | Modelo diz que Aguiar a xavecou quando estava com Mayra 07-07-2020 » 'moleque' | Babu critica Daniel e fala em decepção com Marcela 07-07-2020 » Músico country tinha 83 | Cantor de 'Devil Went Down to Georgia', morre Charlie Daniels 07-07-2020 » Aviação | Acordo com Gol acirra disputa entre acionistas do programa Smiles 07-07-2020 » Carne bovina para o exterior | Exportação concentra metade do desmatamento em 2% dos municípios 07-07-2020 » Nomeado na última semana | DF: subsecretário de Esporte é preso por suspeita de racha 07-07-2020 » Nova fonte de renda | Cozinhar foi a virada profissional de muitas pessoas durante a pandemia 07-07-2020 » Novas colunistas de Universa | Ana Canosa: Ele transou com várias, mas gostou mesmo da que lhe disse não 07-07-2020 » Integração de conteúdos | UOL e Portal do Bitcoin anunciam parceria
Publicidade
12 de fevereiro de 2016

Petrobras é eleito 2º maior caso de corrupção, diz ONG

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O esquema de propinas instalado na Petrobras entre 2004 e 2014 foi eleito o segundo maior caso de corrupção do mundo, aponta pesquisa feita pela organização não governamental Transparência Internacional. Os desvios na estatal petrolífera brasileira despontam entre os maiores escândalos mundiais. A ONG Transparência promoveu uma votação de âmbito internacional pela internet sobre os episódios mais importantes da corrupção. Foram citados, ao todo, 400 casos. Com 11.900 votos, a Petrobras pegou o segundo posto, ficando atrás apenas de Viktor Yanukovych ex-presidente da Ucrânia (2010/2014), merecedor de 13.210 votos. O esquema na Petrobras, desmontado na Operação Lava Jato, supera na avaliação dos entrevistados, outros capítulos marcantes de fraudes, como o caso Fifa (1.844 votos) e o do ex-presidente panamenho Ricardo Martinelli (10.166 votos), acusado pelo desvio de US$ 100 milhões. Martinelli encerrou a votação da Transparência em terceiro lugar. Campanha brasileira. A lista faz parte da campanha “Desmascare os corruptos”, da ONG sediada em Berlim que, em janeiro, declarou apoio a uma outra campanha, “10 Medidas contra a Corrupção”.Idealizado pelo Ministério Público Federal brasileiro a partir do combate ao esquema de propinas e desvios na Petrobras, o projeto 10 Medidas contra a Corrupção já conta 1,3 milhão de assinaturas e será levado ao Congresso quando atingir 1,5 milhão de adesões. A Petrobras informou que não vai comentar a pesquisa divulgada ontem pela Transparência Internacional.


VOLTAR