PF fecha fronteira do Brasil com a Venezuela após decisão judicial » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 05-08-2020 » Pode ir para o Butantan | Naja que estava com estudante pode ser transferida para SP 05-08-2020 » Avião comercial | Projeto de supersônico promete voar a 3.700 km/h e fazer São Paulo-Miami em 1h45 05-08-2020 » Detran-DF | Leilão terá Porsche e outros carrões a partir de R$ 9 mil 05-08-2020 » Descomplique | Como investir no exterior mesmo sem sair do Brasil 05-08-2020 » Companhia aérea | Virgin Atlantic entra com pedido de falência nos Estados Unidos 05-08-2020 » Rio de Janeiro | Polícia investiga post expondo advogada que fazia ioga 05-08-2020 » Campanha invicta | Ceará vence o Bahia outra vez e é campeão da Copa do Nordeste 05-08-2020 » Política internacional | Iván Duque defende ex-presidente após ordem de captura na Colômbia 05-08-2020 » Homem ficou ferido | Caminhão-cegonha carregado com carros de luxo tomba no PR 05-08-2020 » Opinião - Feltrin | Chaves abre um buraco na grade do SBT e no coração dos fãs 05-08-2020 » Linhas móveis crescem | Brasileiros trocam o telefone fixo pelo celular pós-pago, diz pesquisa 05-08-2020 » Mercado financeiro | Por que dólar segue acima de R$ 5 mesmo ao perder força no mundo? 05-08-2020 » Tênis | Nadal cita covid-19 fora de controle ao desistir do Aberto dos EUA 05-08-2020 » Capital do Líbano | Explosão em Beirute pode ter sido causada por nitrato de amônio 05-08-2020 » Futebol na pandemia | Hospital diz que erro em testes do Red Bull foi replicado em 44 amostras 05-08-2020 » MP perderá validade | Relator diz que saque de R$ 1.045 do FGTS será suspenso; Caixa nega 05-08-2020 » Reunião fechada | Ministro da Justiça falará ao Congresso sobre dossiê de 'antifascistas' 05-08-2020 » Vendeu sementes de feijão | MPF aciona pastor Valdemiro Santiago por prometer cura da covid 05-08-2020 » Ação deixou um morto | Assaltantes levaram R$ 2 mi de banco em Botucatu, diz polícia 05-08-2020 » Futebol gaúcho | Benfica avança por Everton e se dispõe a pagar R$ 137,5 mi
Publicidade
7 de agosto de 2018

PF fecha fronteira do Brasil com a Venezuela após decisão judicial

Foto: Reprodução

A fronteira do Brasil com a Venezuela, no norte de Roraima, foi fechada pela Polícia Federal nesta segunda-feira, 6, após decisão liminar do juiz federal Helder Girão Barreto, que suspendeu a entrada de imigrantes venezuelanos no Brasil. A PF ainda não emitiu nota sobre o assunto, mas informou que a decisão seria cumprida até outra decisão em contrário. O Exército Brasileiro que também atua no policiamento da fronteira, informou por meio de sua assessoria de comunicação em Roraima que não foi notificado oficialmente da decisão. A governadora de Roraima, Suely Campos, disse que a decisão judicial respeita o sentimento de todo o Estado. “Somos nós que estamos lidando com as consequências de uma tragédia social em nossas fronteiras com a total omissão do governo federal”. Ela havia pedido o fechamento da fronteira ao governo federal e editado um decreto regulamentando a oferta de serviços a imigrantes além de fazer a solicitação de deportação de todos os estrangeiros envolvidos em crimes. “Estamos desde maio pedindo o fechamento da fronteira no STF e o auxílio financeiro para minimizar o impacto em nossos serviços públicos. Não vamos mais aceitar que Brasília trate esta crise migratória por procuração, porque ela bate à nossa porta, não a deles”. Após a decisão judicial pedindo o fechamento da fronteira, a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça, encaminhou à ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, uma reiteração do pedido para que seja suspenso o decreto do governo estadual em relação ao tratamento de imigrantes que chegam ao Estado. Segundo a AGU, a questão precisa ser analisada pelo STF com urgência para que não haja insegurança jurídica. A Operação Acolhida que atua em Roraima desde fevereiro sob a coordenação do Exército Brasileiro, mantém 10 abrigos em Boa Vista e em Pacaraima, com o atendimento a 4.076 venezuelanos. Contudo, as ruas de Roraima continuam tomadas por homens, mulheres e crianças, principalmente nos semáforos, onde pedem dinheiro e emprego. Os números oficiais da Polícia Federal são de que mais de 127 mil venezuelanos entraram pela fronteira em Roraima entre 2017 e 2018.


VOLTAR