PF fecha fronteira do Brasil com a Venezuela após decisão judicial » Rede Acontece
Últimas
17-08-2018 » Ao vivo | Veja debate da Band entre candidatos a governador 17-08-2018 » Corrida presidencial | O que candidatos propõem a seis temas prioritários para o país 17-08-2018 » Copa Sul-Americana | Botafogo vence Nacional-PAR e avança para as oitavas de final 17-08-2018 » Pelas ruas do Rio | Mulher Melão faz ensaio nu e diz que causou acidente 17-08-2018 » Questão existencial | Em Nova York, Maisa fica 'deprê' com pergunta de fã 17-08-2018 » Felipeh Campos | Ex-Fazenda, jornalista revela luta contra o câncer 17-08-2018 » Você provaria? | Pizza de sushi já é realidade e deixa a web com fome 17-08-2018 » Veja o gol da partida | Palmeiras vence Bahia e vai à semi da Copa do Brasil 17-08-2018 » Declaração | Patrimônio de Aécio aumenta 92%; bens de Dilma caem 13% 17-08-2018 » Ação está no TSE | Rosa confirma Barroso em ação de registro de Lula 17-08-2018 » Mulher controla a própria vida | Como Aretha Franklin transformou uma música sexista em hino feminista 17-08-2018 » Disputa invade as ruas do país | Em 1º dia de campanha, candidatos pedem voto nas redes sociais 17-08-2018 » Informação falsa e sem comprovação | Projeto Comprova: UE não pediu retaliação ao Brasil por prisão de Lula 17-08-2018 » Busca por uma vaga só aumenta | Quase 23% dos desempregados brasileiros são chefes de família 17-08-2018 » Objeto pode ser uma arma? | Satélite russo com comportamento "anormal" gera preocupação nos EUA 17-08-2018 » Alta taxa de mortalidade | Câncer que matou Aretha costuma ser agressivo; conheça os sintomas 16-08-2018 » Relíquias da TV | O que Otávio Mesquita faz com terno de Silvio Santos e bota de Elke? 16-08-2018 » Aniversário de 60 anos | Madonna aposta em look "all pink" étnico para arrasar em sua festa 16-08-2018 » Custa R$ 2 mil | Zenfone 5 ganha câmera e bateria superinteligentes; veja os detalhes 16-08-2018 » Ideia da Conmebol | São Paulo pode ter finais de Libertadores e Sul-Americana
Publicidade
clinica master centro medico sao gabriel lab laboratorio intersorft
7 de agosto de 2018

PF fecha fronteira do Brasil com a Venezuela após decisão judicial

Foto: Reprodução

A fronteira do Brasil com a Venezuela, no norte de Roraima, foi fechada pela Polícia Federal nesta segunda-feira, 6, após decisão liminar do juiz federal Helder Girão Barreto, que suspendeu a entrada de imigrantes venezuelanos no Brasil. A PF ainda não emitiu nota sobre o assunto, mas informou que a decisão seria cumprida até outra decisão em contrário. O Exército Brasileiro que também atua no policiamento da fronteira, informou por meio de sua assessoria de comunicação em Roraima que não foi notificado oficialmente da decisão. A governadora de Roraima, Suely Campos, disse que a decisão judicial respeita o sentimento de todo o Estado. “Somos nós que estamos lidando com as consequências de uma tragédia social em nossas fronteiras com a total omissão do governo federal”. Ela havia pedido o fechamento da fronteira ao governo federal e editado um decreto regulamentando a oferta de serviços a imigrantes além de fazer a solicitação de deportação de todos os estrangeiros envolvidos em crimes. “Estamos desde maio pedindo o fechamento da fronteira no STF e o auxílio financeiro para minimizar o impacto em nossos serviços públicos. Não vamos mais aceitar que Brasília trate esta crise migratória por procuração, porque ela bate à nossa porta, não a deles”. Após a decisão judicial pedindo o fechamento da fronteira, a advogada-geral da União, ministra Grace Mendonça, encaminhou à ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, uma reiteração do pedido para que seja suspenso o decreto do governo estadual em relação ao tratamento de imigrantes que chegam ao Estado. Segundo a AGU, a questão precisa ser analisada pelo STF com urgência para que não haja insegurança jurídica. A Operação Acolhida que atua em Roraima desde fevereiro sob a coordenação do Exército Brasileiro, mantém 10 abrigos em Boa Vista e em Pacaraima, com o atendimento a 4.076 venezuelanos. Contudo, as ruas de Roraima continuam tomadas por homens, mulheres e crianças, principalmente nos semáforos, onde pedem dinheiro e emprego. Os números oficiais da Polícia Federal são de que mais de 127 mil venezuelanos entraram pela fronteira em Roraima entre 2017 e 2018.


VOLTAR