PF realiza operação de combate a fraudes em Lafaiete Coutinho » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 16-07-2019 » Cúpula na Argentina | Araújo chama Venezuela de pedra no caminho do Mercosul 16-07-2019 » Hospital e advogados | Justiça penhora salário de Luxa para pagar credores de Marcelinho 16-07-2019 » Tomou posse hoje | BNDES vai vender R$ 100 bi em fatias de empresas, diz presidente do banco 16-07-2019 » Não me perturbe | Em 12 horas, 240 mil consumidores bloqueiam ligações de telemarketing 16-07-2019 » Muitas opções... | Para onde Daniel Alves vai? Veja os possíveis destinos do lateral 16-07-2019 » A Divisão | Série do Globoplay parou tiroteio para ensaiar em morro no RJ 16-07-2019 » Registrou B.O. | 'Foi muito violento mesmo não sendo eu no vídeo', diz Paolla 16-07-2019 » Fique atento | Fraude pode causar cobrança indevida na sua aposentadoria 16-07-2019 » Vítima de crime | Brasileiro que fazia intercâmbio na China é encontrado morto 16-07-2019 » Quer voltar ao Barça | Neymar aceita viajar com PSG à China, mas insiste em saída 16-07-2019 » João P. Coutinho | Nem as histórias infantis escapam de hiperpolitização 16-07-2019 » Menon | Fluminense é sempre divertido; para os outros 16-07-2019 » Josias | Bolsonaro se aborrece com tom de Rodrigo Maia 16-07-2019 » Claudia Costin | Crianças merecem um presente e um futuro dignos 16-07-2019 » M. Cantuaria | Idealizar macho alfa não é tarefa para amadores 16-07-2019 » Ivan Marsiglia | O que striptease de Dallagnol tem a nos mostrar 16-07-2019 » Cláudia Collucci | Saúde pública deteriorada e sem recursos 16-07-2019 » Suzana H. Houzel | Por que é importante estudar doença rara? 16-07-2019 » Alvaro C. e Silva | Burle e os artistas que salvam a imagem do Brasil 16-07-2019 » Marcos Nogueira | A melhor pizza do mundo fica no Japão
Publicidade
16 de abril de 2019

PF realiza operação de combate a fraudes em Lafaiete Coutinho

Foto Rede Acontece

A Polícia Federal deflagra na manhã desta terça-feira (16), a Operação Three Hills, que visa à repressão de fraudes em licitações e desvio de verbas públicas no município de Lafaiete Coutinho, localizado a cerca de 35km de Jequié, no sudoeste baiano. As investigações que deram origem à Operação Three Hills se iniciaram em 2016, após o recebimento de denúncia de que a pessoa jurídica que havia vencido todas as licitações para o fornecimento de combustível para o município de Lafaiete Coutinho, no período de 2010 a 2016, na verdade pertenceria ao então Prefeito daquele município, mas estaria em nome de “laranjas”. Com as investigações encetadas no Inquérito, comprovou-se que o posto de combustíveis na verdade era administrado por um servidor da Prefeitura de Lafaiete Coutinho, o qual chegou a ser responsável pela conferência do recebimento do material (combustíveis) em relação a dois procedimentos licitatórios, além de Presidente da Comissão Permanente de Licitação em um certame e Pregoeiro designado pelo Prefeito Municipal em outro certame. Da documentação relativa às aludidas licitações, verifica-se que, até 2013, os editais dos certames eram publicados apenas no Diário Oficial do Município de Lafaiete Coutinho e, consequentemente, somente comparecia aos Pregões Presenciais a empresa investigada. E mesmo após a publicação do edital em jornal com circulação no Estado da Bahia (Correio da Bahia ou A Tarde), embora se tratasse de modalidade que deve garantir a ampla concorrência, com a participação de no mínimo três participantes, nos Pregões Presenciais promovidos pelo município de Lafaiete Coutinho somente comparecia a aludida empresa. Há também fortes indícios de superfaturamento com relação ao preço do combustível comercializado pelo Posto para o município de Lafaiete Coutinho. O pagamento dos valores definidos nos contratos celebrados entre o município de Lafaiete Coutinho e a pessoa jurídica investigada era realizado com a utilização de recursos federais. O nome da Operação remete à tradução para o idioma inglês do antigo nome de Lafaiete Coutinho (Três Morros), município onde teriam ocorrido as fraudes investigadas. Após a reunião das provas colhidas durante a investigação, foram expedidos 07 (sete) mandados de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos nas cidades de Lafaiete Coutinho e Salvador, com o emprego de cerca de trinta policiais federais.


VOLTAR