PGR pede que Geddel seja condenado a 80 anos de prisão e Lúcio a 48 de cárcere » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 22-07-2019 » Silvio Santos | Neymar participa de atração no SBT e diz que não beijou Anitta 22-07-2019 » Na GloboNews | José Roberto Burnier pede licença para se tratar de um câncer 22-07-2019 » Alto nº de homicídios | Por que a América Latina é a região mais violenta do mundo 22-07-2019 » Foi identificada | Grêmio oferece apoio a torcedora vítima de agressão no Gre-Nal 22-07-2019 » Comparou a Moro | Deputada Joice Hasselmann diz que teve o celular clonado 22-07-2019 » Do meio de campo; veja | Emocionado, Juninho diz que bola bateu na canela em gol contra 22-07-2019 » Bolsonaro questionou órgão | 'Posso até ser demitido, mas não se pode atacar o Inpe', afirma diretor 22-07-2019 » 'Filme de terror' | Mattos e funcionários do Palmeiras relatam drama em voo para Argentina 22-07-2019 » 40% do FGTS | Para deputados, trabalhador precisa ser compensado se multa for reduzida 22-07-2019 » Corinthians 1 x 1 Flamengo | Carille vê Corinthians 'dentro da normalidade', mas cobra melhor pontaria 22-07-2019 » Antônio Prata | Uma mesma palavra e tantos significados 22-07-2019 » Reinaldo Azevedo | Por qual crime Bolsonaro será deposto? 22-07-2019 » Benja | A minha luta continua: o futebol vai 'ACAVAR'! 22-07-2019 » Samuel Pêssoa | Velha esquerda no país morrerá de morte morrida 22-07-2019 » Tostão | No futebol e na vida, interpretação não é fato 22-07-2019 » Diogo Schelp | Por que 'guerra' em Hong Kong continua? 22-07-2019 » Ruy Castro | Heroica e infeliz, MEC-AM tem seus dias contados 22-07-2019 » Perrone | Hostilidade de palmeirenses não é normal 22-07-2019 » PVC | No Brasil, os times ricos também choram 22-07-2019 » Drauzio Varella | Fatalismo deve ser substituído por práticas saudáveis
Publicidade
9 de janeiro de 2019

PGR pede que Geddel seja condenado a 80 anos de prisão e Lúcio a 48 de cárcere

Foto Rede Acontece

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a condenação do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do seu irmão, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB-BA). A PGR pede que Geddel seja condenado a 80 anos de prisão e Lúcio, a 48 anos e seis meses de reclusão, além de pagamento de multa. Eles são alvos de uma ação penal que tramita no STF sob relatoria do ministro Edson Fachin. Geddel está preso preventivamente desde setembro de 2 017. Já Lúcio, que está livre, não conseguiu se reeleger na última eleição. A defesa dos irmãos ainda precisa se manifestar na ação penal. De acordo com a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), os irmãos associaram-se para cometer crimes de “ocultação da origem, localização, disposição, movimentação e a propriedade de cifras milionárias de dinheiro vivo”. Os crimes teriam ligação com os R$ 51 milhões em dinheiro vivo apreendidos, em 2017, em um apartamento de Salvador ligado à família Vieira Lima. Entre 2011 e 2016, um empresário do ramo da construção “lavou dinheiro sujo na aquisição de unidades imobiliárias por empresas” dos irmãos Vieira Lima. Parte da quantia teria vindo de um esquema envolvendo um assessor parlamentar ligado aos irmãos. Job Brandão, teria repassado até 80% dos salários pagos pela Câmara nos últimos 28 anos à família Vieira Lima. “O próprio assessor, que colaborou com as investigações, confirmou as irregularidades”, diz a PGR.


VOLTAR