Polícia diz que sindicalista morto em emboscada foi assassinado a mando de mulher que queria cargo da vítima » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 29-02-2020 » Em Roraima | Deputado usa motosserra e quebra corrente que protegia terra indígena 29-02-2020 » 1ª morte em SP por sarampo no ano | Caso envolve uma criança da capital, segundo Secretaria Estadual de Saúde 29-02-2020 » Caso Daniel | Réus vão a júri, mas Cris Brittes se livra de acusação de homicídio 29-02-2020 » Moeda está cara | Você precisa comprar dólar? Confira dicas 29-02-2020 » Covid-19 | Bolsonaro entrega protagonismo contra coronavírus a ministro 29-02-2020 » Crise entre poderes | Maia e Alcolumbre não compraram briga com Bolsonaro para não impulsionar atos 29-02-2020 » Fim da picada | Pílula inteligente que substitui injeção tradicional passa por testes em humanos 29-02-2020 » Autoexilada | Marcia Tiburi diz em aula na Dinamarca que 'estão naturalizando o horror' no Brasil 29-02-2020 » Investigação no Congresso | Facebook diz que só repassa dados à CPMI das Fake News com ordem de juiz dos EUA 29-02-2020 » Eleições nos Estados Unidos | Primária na Carolina do Sul é chance de Joe Biden mostrar que segue competitivo 29-02-2020 » Expressão gerou debate | O que é apropriação cultural, tema que repercutiu no Carnaval 29-02-2020 » Ministra de Bolsonaro | 'É o momento de a igreja ocupar a nação', diz Damares Alves 29-02-2020 » Ministério do Meio Ambiente | Diplomata ficará a cargo de combate a mudanças climáticas, diz Salles 29-02-2020 » Adriano da Nóbrega | Ex-PM trabalhava para bicheiro quando foi 'herói' de Bolsonaro, diz depoimento 29-02-2020 » Nomes da TV em eleições | Janaina rejeita apoio a Huck ou Datena e vê direita em areia movediça em SP 29-02-2020 » Policiais rodoviários | Grupo de PMs de SP é suspeito de vender escolta para contrabandistas 29-02-2020 » Motim de policiais | Pressão de governadores faz Planalto manter ação do Exército no Ceará 29-02-2020 » Linchada em 2014 | Família de mulher morta após fake news perde ação 29-02-2020 » 'E o Zico?' | Edmundo questiona recorde de Gabigol no novo Maracanã 29-02-2020 » Ameaça mundial | Risco de covid-19 pode suspender Campeonato Inglês, diz jornal
Publicidade
5 de fevereiro de 2019

Polícia diz que sindicalista morto em emboscada foi assassinado a mando de mulher que queria cargo da vítima

Foto Reprodução

A Polícia Civil concluiu que o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da cidade de Central, no norte da Bahia, Aroldo Pereira de Souza, de 47 anos, morto a tiros no final de 2018, foi assassinado a mando de uma mulher que queria ocupar o cargo dele. A suspeita e um sobrinho dela, apontado como executor do crime, foram presos. Aroldo foi morto no sítio onde morava, no povoado de Larguinha, no dia 8 de novembro. O inquérito sobre o crime foi concluído e encaminhado pela Polícia Civil ao Ministério Público na segunda-feira (4), pelo delegado Michael Alves, titular da Delegacia Territorial (DT) de Central, que investigou o crime. De acordo com o delegado, durante as investigações foram feitas perícias e colhidos dezenas de depoimentos, até o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão dos autores. Sandra Ferreira da Rocha e o sobrinho Leandro Ferreira Rocha foram apontados como mandante e executor do crime, respectivamente. Sandra teve a prisão temporária cumprida na segunda-feira (28), enquanto Leandro foi preso 13 dias depois do crime. Conforme a Polícia Civil, tia e sobrinho eram sindicalizados, e Sandra almejava a presidência do sindicato. Aroldo sofreu uma emboscada e foi morto quando voltava para a roça onde morava. A Polícia Civil informou ainda que Leandro acumula passagens na polícia, já tendo sido preso por receptação de veículo roubado, e está sendo investigado por outro

Caso

Segundo a Polícia Civil, a vítima pilotava uma motocicleta quando sofreu uma emboscada e foi morto a tiros quando voltava para a roça dele, no povoado de Larguinha, por volta das 7h30 do dia 8 de novembro. Ainda segundo as investigações, o autor do crime também estava em uma moto. O presidente do sindicato foi atingido na cabeça e no braço, chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal de Central e depois transferido para o Hospital Geral de Irecê, mas não resistiu aos ferimentos.


Tags:
VOLTAR