Política de Defesa Cibernética e integração sul-americana serão avaliadas pela CRE » Rede Acontece
Últimas
>>> Ouça a Web Rádio Acontece <<< 03-06-2020 » Caso gerou atos nos EUA | Outros 3 ex-policiais serão acusados pela morte de Floyd 03-06-2020 » Futebol | Barcelona reforça foco em Neymar mesmo com corte de agente brasileiro 03-06-2020 » Bahia | Polícia interrompe culto evangélico e festas da pandemia 03-06-2020 » Nina Lemos | Antifas e antifascistas: quem são? Vieram de onde? Por que lutam? 03-06-2020 » Alexandra Loras | Quem é a jornalista que expôs Waack ao vivo por caso de racismo 03-06-2020 » Muita bateria | Xiaomi: novos celulares de linha 'sucesso' custarão até R$ 4.199 03-06-2020 » Rede de restaurantes | Coco Bambu encerra suspensão de contrato e demite 20% da equipe 03-06-2020 » Ainda é secretária | Cargo de Regina Duarte na Cinemateca já está descartado 03-06-2020 » Assista | Campanha homofóbica de aliado de Putin gera polêmica na Rússia 03-06-2020 » Caso em 2007 | Prisioneiro alemão vira suspeito pelo sumiço de Madeleine McCann 03-06-2020 » Um (novo) adeus para Karev | Desfecho de um dos personagens mais populares de 'Grey's Anatomy' desagradou fãs e originou fanfics 03-06-2020 » Nossa | Casal Rueda leva comida afetiva da família para novo serviço de delivery 03-06-2020 » Conheça Valéria dos Santos | 'É um grito de quem o filho levou uma chibatada, um grito da senzala' 03-06-2020 » No sul do México | Achado o mais antigo e grandioso monumento da civilização maia 03-06-2020 » Josias de Souza | Governo denuncia o crime do racismo cometendo-o 03-06-2020 » Tostão | Eu e Pelé nos entendíamos cada vez melhor 03-06-2020 » Ruy Castro | O problema de governar a cavalo 03-06-2020 » Esper Kallás | Esse é um vírus que muda pouco 03-06-2020 » Maria C. Trevisan | Racismo nos EUA e atos anti-STF: o que há em comum 03-06-2020 » Juca Kfouri | E o futebol move a política outra vez
Publicidade
10 de maio de 2019

Política de Defesa Cibernética e integração sul-americana serão avaliadas pela CRE

Foto Edilson Rodrigues/Agência Senado

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) decidiu na última quinta-feira (9) avaliar durante o ano de 2019 a Política de Defesa Cibernética, que está sob a alçada do Exército brasileiro. O Regimento do Senado prevê que, anualmente, cada Comissão analise criticamente os resultados alcançados por até três políticas públicas conduzidas pelo governo federal. A iniciativa partiu do senador Esperidião Amin (PP-SC), para quem o setor cibernético é, ao lado do espacial e do nuclear, estratégico para a defesa do país. — Isso requer seu fortalecimento, o aperfeiçoamento de dispositivos de segurança e a adoção de procedimentos visando diminuir a vulnerabilidade dos sistemas que possuam suporte de tecnologia da informação e comunicação. Além disso, a área permite o fomento de pesquisas científicas e o estabelecimento de parcerias com a indústria nacional, na produção de sistemas inovadores. A intenção da atual Estratégia Nacional de Defesa é evoluir o atual sistema para Comando de Defesa Cibernética das Forças Armadas — detalhou o senador. Por sugestão do presidente da CRE, senador Nelsinho Trad (PSD-MS), também serão avaliadas as atuais diretrizes do governo voltadas à integração logística e física na America do Sul. O senador entende que estas políticas são hoje essenciais não somente visando intensificar parcerias entre as nações sul-americanas, mas também visando o estabelecimento de corredores de comércio mais rápidos e de menor custo com a Ásia. — O efeito dessa integração será multiplicador nos fluxos de comércio e investimentos. Vamos avaliar o potencial, mas também as deficiências e gargalos que precisamos superar visando essa integração. O mais relevante, a meu ver, é o corredor bioceânico, que diminuirá em 8 mil quilômetros o transporte e escoamento de produtos ligando países banhados pelos oceanos Atlântico e Pacífico — detalhou Nelsinho. O senador ainda mencionou a declaração do presidente Jair Bolsonaro, durante a posse do atual presidente da Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna, de que o estabelecimento do corredor bioceânico seria uma prioridade de sua gestão.


VOLTAR