Presidente do PT apoia as críticas de advogados à Lava Jato » Rede Acontece
Últimas
18-01-2019 » Caso Daniel | Âncora acusado de fake news por família Brittes é chamado a depor 18-01-2019 » Questão de higiene | Tem problema ter lixo na pia ou aumenta risco de bactérias? 18-01-2019 » Jack estava internada | Ginasta brasileira que defendeu seleção morre aos 17 anos 18-01-2019 » Defensora dos animais | Luisa Mell: 'Pode ter mulher agredida onde tem bicho apanhando' 18-01-2019 » Acordo com pai dela | Felipe Neto pagará 'acompanhamento psicológico' a Melody 18-01-2019 » Exclusivo | Funcionária que disparou WhatsApp para Bolsonaro ganha cargo no Planalto 18-01-2019 » Investigação contra Queiroz | Ministro do STF afirma que pedido de Flávio foi 'confissão de culpa' 18-01-2019 » Ex-ministro de Temer | Bolsonaro escolhe general Silva e Luna para ser o diretor-geral de Itaipu 18-01-2019 » Medidas econômicas | Auxílio-reclusão e pensão por morte vão passar por pente-fino; entenda 18-01-2019 » Educação | Governo suspende nomeação de diretor para coordenar Enem 18-01-2019 » Relações com o país vizinho | Bolsonaro cita PT e diz que Brasil tem culpa em crise na Venezuela 18-01-2019 » Atacante do Santos | Fla encaminha acerto com Bruno Henrique por R$ 23 milhões 18-01-2019 » Copa São Paulo | SP bate Cruzeiro nos pênaltis e pega Guarani na semifinal 18-01-2019 » Ex-comandante do Exército | Símbolo de superação, Villas Bôas traz voz moderada ao Planalto 18-01-2019 » Para descobrir o que têm | Pessoas com doenças misteriosas buscam 'detetives' nos EUA 18-01-2019 » Salão de Detroit | Nissan revela que futuro Versa será 'surpreendente como o Kicks'
Publicidade
19 de janeiro de 2016

Presidente do PT apoia as críticas de advogados à Lava Jato

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou nessa segunda-feira, 19, em texto publicado no site do partido, que a carta aberta de advogados criminalistas acusando a ocorrência de “exageros” na Operação Lava Jato é “mais uma denúncia relevante” sobre os “desmandos perpetrados” pela força-tarefa formada por policiais federais, procuradores e magistrados. O apoio público do presidente do PT às críticas dos advogados politizou o intenso debate iniciado na semana passada e foi interpretado nos bastidores do Congresso e dos órgãos envolvidos na investigação como uma evidência de que o partido, um dos mais afetados pelo avanço da Lava Jato, está atuando em conjunto com um grupo de criminalistas contratado por empreiteiros e parlamentares – o que os advogados negam. As críticas à força-tarefa, em especial ao núcleo de Curitiba, onde atuam o juiz Sérgio Moro e o grupo de procuradores federais, também coincidem com a divulgação das citações ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró, preso desde o ano passado. A operação já prendeu vários petistas, entre eles o ex-tesoureiro João Vaccari Neto, o ex-ministro José Dirceu e o senador Delcídio Amaral, e investiga suspeita de abastecimento de campanhas de candidatos do PT com dinheiro desviado da Petrobrás.Segundo Falcão, o fato de vários signatários defenderem presos pela operação não tira o mérito do documento, que foi divulgado na semana passada como “informe publicitário” nos principais jornais do País. O texto repudia a “supressão episódica de direitos e garantias” que estaria sendo praticada na Lava Jato. Leia mais no Estadão.


Tags:
VOLTAR