Problemas com sono podem levar a vício em redes sociais » Rede Acontece
Últimas
19-10-2018 » Ao Vivo | Band realiza debate eleitoral em 6 estados e no DF; acompanhe 19-10-2018 » Corrida presidencial | Datafolha: Bolsonaro tem 59%, e Haddad, 41% dos votos válidos 19-10-2018 » Campanha dos presidenciáveis | Pode estar ressentido, diz Haddad de recusa de Ciro 19-10-2018 » Sétimo Guardião vem aí | Realidade é tão terrível que voltei para fantasia, diz Aguinaldo Silva 19-10-2018 » Nega briga política | Marquezine confirma fim de namoro com Neymar: "Decisão dele" 19-10-2018 » Cuidado | Ameaçar a vida e a integridade de alguém nas redes é crime 19-10-2018 » Profissional do game | Longe do futebol, Jean Chera se dedica ao Fifa e jogará Brasileiro 19-10-2018 » 'Lamentável' | Susto e tristeza: como a banda de Roger Waters reagiu às vaias em SP 19-10-2018 » Ainda sem data para começar | Vítimas de pedofilia serão ouvidas em projeto-piloto do Vaticano no Brasil 19-10-2018 » Testemunha relata grito de 'Bolsonaro' | Grupo tenta evitar que travesti seja enterrada como indigente em SP 19-10-2018 » Remédio Vivo | Medicamentos biológicos tratam de câncer a doença viral; entenda 18-10-2018 » Eleições nas redes sociais | Campanha de Bolsonaro notificará empresas e processará Haddad 18-10-2018 » Mais Datafolha nos Estados | No Rio, Witzel tem 61% dos votos válidos 18-10-2018 » Disputa ao Governo de SP | Doria tem 53% e França, 47% dos votos válidos, diz Datafolha 18-10-2018 » Opinião | Justiça não pode duvidar que Ustra foi torturador 18-10-2018 » Caso Bolsonaro seja eleito | Ilan se prepara para deixar BC ao fim do mandato de Temer, segundo fontes
Publicidade
14 de fevereiro de 2016

Problemas com sono podem levar a vício em redes sociais

Imagem Reprodução

Imagem Reprodução

Navegar o Facebook e outras redes sociais de maneira exagerada durante o dia pode ser um sintoma da privação do sono. Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Irvine, nos Estados Unidos, mostrou que jovens que dormem pouco à noite passam mais tempo navegando na internet durante o dia. As informações são da revista americana Time. Para chegar a estes resultados, os pesquisadores analisaram as atividades de 76 estudantes da universidade. Ao longo de uma semana a equipe reuniu dados dos computadores e smartphones dos participantes usando um software especial. Os alunos também completaram questionários com informações sobre o sono respondem questões referentes ao humor, engajamento no trabalho e nos estudos, diariamente. Os resultados mostraram que há uma ligação direta entre a falta crônica de sono e o aumento da navegação na web durante o dia, incluindo o uso do Facebook e de outras redes sociais. Os estudantes privados de sono também se mostraram mais propensos a trocar de tela com maior frequência do que aqueles que estavam bem descansados e afirmaram que as redes sociais ajudavam a mantê-los energizados. Eles também apresentaram sintomas comuns da privação do sono, como oscilação de humor, dificuldade de concentração e redução da produtividade. “Quando você dorme menos, você está mais propenso à distração. Se você se distrair, o que você faz? Você vai para o Facebook. É leve, é fácil, e você está cansado”, disse Gloria Mark, principal autora do estudo.


Tags:
VOLTAR